29.4.13

todos os pais falham


Um dos meus maiores desejos é ser pai. É aquilo que mais quero. Aliás, devo confessar que tinha o sonho de ser pai aos 25 anos. Esta ambição leva-me a pensar muitas vezes no assunto. E a pergunta que mais paira na minha cabeça é sempre a mesma: serei um bom pai? Acaba por andar tudo em torno desta aparentemente simples questão.

O meu primeiro instinto é dizer que sim. Que serei um bom pai. Numa resposta mais ponderada, digo que lutarei para o ser. Que não é algo que possa garantir, até porque só saberei verdadeiramente o que é ser pai quando alguém depender de mim. Agora, aquilo de que tenho a certeza é que irei falhar enquanto pai. Porque, para mim, todos os pais falham. Não existe um único pai que não falhe num determinado momento da vida dos filhos. Não conheço nenhum pai que não falhe, nem que seja uma vez, na vida dos filhos.

Seja porque o dia correu mal, seja por uma dor de cabeça que leva a uma atitude ou palavras irreflectidas ou seja por outra razão qualquer, o que tenho como certo é que os pais falham. E acho natural que assim seja. Porque não existe perfeição e porque só não falha quem nada faz na vida. E se tenho a certeza de que os pais falham sei também que nem todos os falhanços separam um bom de um mau pai.

Falhar em determinados momentos não deve levar um progenitor a martirizar-se por esse facto. Excepto se for um falhanço daqueles que marcará para sempre a vida da criança. De resto, a vida é feita de falhanços motivados por pequenos erros ou tentativas de sucesso. E a vida de um pai/mãe é isso mesmo. Tentar ser o melhor de sempre. De todos. E esse caminho nunca será feito sem uma pedra que nos leve a dar um tropeção.  

44 comentários:

  1. falham os pais e falham os filhos!!! E também não é por isso que deixam de ser bons filhos :) temos que falhar para crescer/aprender/viver...sem isso a vida não fazia sentido!! :)

    ResponderEliminar
  2. Podia ter sido eu a escrever isto. Em tudo. No desejo de ser pai, até na vontade que tinha de ser pai até aos 25 (faço 26 em Junho, já não vou a tempo xD). E na visão que tenho das coisas.

    Importas-te que, um dia destes, publique o teu texto no meu blog (com os devidos créditos, claro)?

    ResponderEliminar
  3. Ola! So o facto de pensares assim se seras um bom pai ou nao ja e um bom indicio para seres um excelente pai, pois mesmo antes da tua criança existir ja te preocupas. e sim todos os pais falham alguma vez. e em varias fases do crescimento dos nossos filhos. eu ando preocupada pois a minha filha com 10 anos anda apaixonada por um rapaz de 13 que ja a convidou para beijos linguado... falei com ela alertei-a mas no fundo nao sei se estou a ser uma boa ou ma mae... dilemas...no fundo nao quero que ela sofra e fique a chorar e estrague os estudos, o futuro dela. beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que estás a ser uma boa mãe. Uma mãe bastante coerente e acertada.

      Obrigado pelas tuas palavras.

      beijos

      Eliminar
  4. estás no bom caminho :) acho que ser um bom pai/mãe é precisamente questionar o que se faz. Não haverá nenhum pai/mãe que a dado momento não se tenha arrependido de uma acção ou palavra, e aprender a dizer "desculpa" aos filhos é um bom principio e sinal de humildade. Estou certa que ensinar aos filhos que os seus pais não são infalíveis e não estão sempre certos é um bom caminho para o diálogo.

    ResponderEliminar
  5. desde o momento que se é pai ou mãe
    nada mais é igual .
    É aquela sensação que tudo está suspenso
    por um fio.
    «é a vida»

    ResponderEliminar
  6. Esse é o meu maior medo. É tão,mas tão difícil educar! Nunca imaginei. É um pau de dois gumes. E irei muitas vezes errar com certeza. Mas também,ninguém nasce a saber ser mãe e pai né? :/

    ResponderEliminar
  7. Permites.me um conselho de quem é mãe "apenas" há 2 anos e 5 meses? Esquece as teorias, esquece os livros (é rara a vez ou o momento em que digo isto de um livro... lol) que não param de surgir nas prateleiras das livrarias com dicas e lições como ser um excelente pai / mãe. Como não falha r fazer tudo certo "by thr book"..... e abre o teu coração, guia-te por ele, nenhum livro te vai dizer como seres um bom pai sem primeiro o seres!;) E sim aquele momento mágico irreal, aquele momento em que num segundo sentes todos os sentimentos da vida, bons, maus receosos, medrosos... Existe! mas isso só o saberás quando tiveres o teu filho nos braços!;) Acho que hoje em dia se fala no ser "pais" de uma forma assutadora, como se um bicho de mil cabeças fosse... não ºe fácil, não, porque não há manual de instrução! E acima de tudo vais descobrir coisas maravilhosas em ti que sempre ai estiveram mas estavam guardadas à espera da altura certa! ;) Pelo que vemos no blog, tens cabeça. é ponderado, és curioso, não te deixas calar quando te magoam etc etc, por isso sim... vais ser um bom pai!!;) Toca a tratar do assunto!!;) Homem sem blog, mas com um bebé seria algo muito bom de se ler!!;) Tudo o que precisamos está dentro da nossa cabeça e sobretudo do coração... tantas lições e regras para se ser um bom pai só complicam a missão!!;) E tenho dito!:P lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito mas mesmo muito obrigado pelas tuas palavras. Adorei.

      beijos

      Eliminar
  8. Pois que adoro a tua maneira de pensar. Adoro o facto de te preocurares e ele ainda nem nasceu:) Isso só prova o quanto serás bom pai. E sim, vais falhar, vais brilhar, vais berrar e chorar. Mas tb vais rir, vais sorrir, vais encher-te de orgulho, e vais babar..muitoooooooooooooo:)))
    Esquece o que te dizem, esquece livros, teorias e argumentos que, por mais boa intenção que tenham só dão dores de cabeça e não ajudam em nada. Só complicam.
    Olha que eu sei do que falo:)) Como sabes estou sózinha com o G. desde que nasceu, e acho que sou uma excelente mãe, mas erro, erro tds os dias, mas tds os dias acordo com a sensação que dou e faço o meu melhor. E qd fazemos as coisas com o coração, não há cá erros, não há cá falhanços. Há só uma vontade incrível de crescer e ser o melhor pai/mãe do mundo, e quando é assim, os nossos Pipocos mais Doces são os putos mais felizes do mundo.
    Beijoooooo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pelas tuas palavras e sobretudo pelo teu testemunho. E o G. tem sorte em ser teu filho.

      beijos

      Eliminar
  9. Falharás certamente como pai, assim como os outros pais e mães e até como filhos, isso é humano ,persistir nos erros quando detectados, por teimosia, isso já é opcional. Claro que a cada passo da educação de um filho se tem dúvidas quem não têm ? Acho que isso só aconteceria se os filhos trouxessem livro de instruções, porque até se tiveres dois eles serão diferentes e terás dúvidas algumas semelhantes outras necessariamente diferentes. O importante mesmo, quanto a mim , está na vontade de fazer o melhor que se pode. Mas um filho é para a vida é um amor sem igual. Claro que vais ser um bom pai!
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Falas de algo muito importante. Da vontade em fazer melhor. É esse o rumo a seguir.

      Beijos

      Eliminar
  10. Não acho que se seja mau pai por se errar. É-se mau pai se nem sequer se der pelo erro ou se o repetirmos over and over. Acho normal errarmos enquanto pais. Afinal, ninguém nos ensina a sê-los e, mesmo que o fizessem, todas as crianças são diferentes umas das outras. A partir do momento em que se pensa como tu, que se quer ser bom pai, que se quer fazer o melhor que sabemos e podemos, que estamos dispostos a dar o melhor de nós para tal, acredito que seja meio passo andando para conseguirmos ser bons pais (mesmo errando). Porque isso é sinal de amor e esse tipo de amor sente-se a léguas. E, mais importante, os nossos filhos sentem-no.
    Estou desejosa que venhas para aqui anunciar que estás grávido ;) Já estou a ver o homem sem blogue transformar-se num daddy blogue ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que tens toda a razão naquilo que dizes. Fazer um anúncio desses será o dia mais feliz da minha vida ;)

      Eliminar
  11. Ninguém nasce ensinado e para a educação dos filhos parecem haver mil e uma soluções, por isso haverão sempre pequenas falhas... Mas estamos sempre a aprender e acho que mesmo se falhares vais querer ultrapassar essas falhas e é aí que está a "perfeição" de um bom pai ou de uma boa mãe ;)

    ResponderEliminar
  12. Eu acho que o objetivo é sempre tentar ir mais além e sermos um pouco "melhores" que os nossos pais, no sentido de aprendermos com algumas falhas deles e tentarmos não repetir:) mas falhas vão sempre haver...porque não somos perfeitos e porque os desafios que o dia a dia nos coloca também são diferentes:) Pessoalmente espero conseguir transmitir 1/3 dos valores, da força e da forma de estar dos meus pais ao(s) meu(s) filho(s)...Já serei uma mulher realizada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aposto que vais fazer isso a brincar. Sem qualquer problema.

      Eliminar
  13. Só não falha quem nada faz, ninguem nasce ensinado, e é no falhar e tentar de novo que se vai aprendendo. Por momentos lembrei-me do filme "A vida é bela"....O amor de pai/mãe é incondicional. Ser pai/mãe não é facil, mas é mt gratificante.

    ResponderEliminar
  14. Sabes que ja te leio quase desde o inicio e smp te disse que em alguns textos havia mtas semelhanças cmg mas acho que este é o que mais se assemelha a mim. Quero mt ser pai e a duvida se vou ser bom pai ou nao me preocupa mas acho que isso se conquista com o passar dos dias com o nosso descendente ;)

    Tou a caminho dos 29 e smp sonhei em ser pai aos 30...com casamento marcado, quem sabe se nao terei sorte ;)

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que tenhas sorte. Muita sorte :)

      Abraço

      Eliminar
    2. E se nao for pedir muito que seja uma puto para converter ao benfiquismo ( com uma mae tripeira ferrenha vai ser complicado ) ;)

      Eliminar
  15. Os que vieram antes de mim já disseram tudo.
    Já chorei muito por causa dessa dúvida, já não choro, porque já percebi que essa dúvida me vai acompanhar até ao meu último dia de vida.
    Quanto a errar, devo confessar-te que me senti crescer um bocadinho a primeira vez que tive de pedir desculpa a uma das minhas filhas. Hoje já não tenho medo de errar, tenho medo de não me aperceber que errei, para ser capaz ou de corrigir ou de admitir a minha falha.
    Desejo do fundo do coração que realizes o teu sonho. Conhecerás um mundo novo a partir desse dia!
    Que sejas muito FELIZ!
    Fico à espera da notícia;)

    jinhosssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Do que conheço de ti não tenho problemas em dizer que és uma grande mãe. E que as tuas filhas têm noção disso mesmo.

      Obrigado pelas tuas palavras.

      beijos

      Eliminar
  16. Já disseram tudo, eu sou mãe á 8 anos, e todos os dias tenho a mesma dúvida, será que estou a fazer um bom trabalho, será que esta forma de ver é a que está correta???
    Dá o melhor de ti, que é o que faço diariamente! E assim todos os dias me deito com a consciência tranquila.
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aposto que és uma boa mãe. Não tenho qualquer dúvida.

      beijos

      Eliminar
  17. Em relação à pergunta de seres um bom pai, tenho a certeza que serás se tens esse desejo e vontade em ser é uma certeza que serás.

    Em relação a falhar, somos humanos e todos falhamos, o erro não está em cometer a falha mas insistir nessa falha.

    Abraço e bom feriado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo. Muito obrigado pelas tuas palavras.

      Abraço e bom feriado.

      Eliminar
  18. eu cá acho que nesta questão o que faz toda a diferença é a vontade. não sou mãe mas do meu ponto de vista de filha posso dizer-te que até podes falhar e errar todos os dias... se os teus filhos virem que a vontade que tinhas era de fazer bem, vão sempre achar-te um óptimo pai!

    ResponderEliminar