17.10.19

chloe ayling e o rapto que abriu as portas da fama

A história de Chloe Ayling é igual à de tantas outras jovens. Pelo menos na fase inicial. Isto porque a jovem britânica, de 22 anos, tinha o sonho de se transformar numa modelo de sucesso. E foi essa ambição que levou a aspirante a modelo a aceitar viajar para Itália. País onde supostamente iria fazer parte de uma sessão fotográfica. Com a promessa de que este trabalho lhe daria a fama que ambicionava.

Na verdade, tudo não passou de uma armadilha. Já em Itália, Chloe Ayling acabou por ser raptada. Com o objectivo de ser vendida como escrava sexual. O leilão só não aconteceu porque se descobriu que a jovem modelo tinha um filho de apenas dois anos (na altura). O que fez com que fosse libertada e deixada junto do consulado britânico, situado em Milão.

A história acabou por ter um final feliz. Acabando por transformar Chloe Ayling num fenómeno mundial. No sentido em que a história foi falada um pouco por todo o mundo. Desde então, a jovem britânica transformou-se num fenómeno das redes sociais, onde partilha diversas fotos que fazem as delícias dos seguidores.






sexo virtual com kim kardashian? pode acontecer em breve

Ficou conhecida devido a uma sex tape e hoje é uma das pessoas mais famosas do mundo. Estou a referir-me a Kim Kardashian. A socialite está habituada a receber os mais diversos desafios profissionais, ainda que o mais recente, de cariz sexual, seja bastante peculiar. E milionário. Indo directo ao assunto, Kim Kardashian pode vir a receber mais de 900 mil euros caso aceite ceder a imagem para ser utilizada num brinquedo sexual virtual.

A ideia partiu da Virtual Mate e vem na sequência das mais de mil mensagens mensais que a empresa recebe a solicitar a imagem de Kim Kardashian. “Antes de tudo, precisamos de uma autorização e de acordo com ela”, explicou, ao The Blast, um assessor da Virtual Mate. “Oferecemos mais de 900 mil euros pelo uso da sua imagem”, acrescenta.

Kim Kardashian ainda não respondeu à proposta. Caso a resposta seja positiva, será necessário efectuar diversas gravações de modo a captar os movimentos de Kim. Algo que será feito com recurso às técnicas que são utilizadas em Hollywood, nos filmes de super-heróis.

Caso a ideia ganhe vida, os clientes da Virtual Mate vão poder fazer sexo virtual com Kim Kardashian. Sendo que será igualmente possível interagir com uma versão mais nova, e também mais velha, da socialite. Ou com as duas ao mesmo tempo.

sadio mané e o exemplo que não deve ser confundido com regra

Existe um ponto em comum que une diversos jogadores que se destacam, sendo considerados grandes estrelas. Refiro-me ao passado marcado por algumas dificuldades. Temos, bem perto de nós, o exemplo de Cristiano Ronaldo. Mas existem muitos mais. Como é o caso de Sadio Mané, um nome que poderá passar despercebido a quem não acompanha de perto o futebol e só está habituado a ouvir os nomes de CR7 e Messi.

Sadio Mané é, aos 27 anos, uma das grandes estrelas dos ingleses do Liverpool. É um jogador imprescindível para Jurgen Klopp, treinador da equipa, e está avaliado em 120 milhões de euros. Valor que prova a qualidade do jogador. De acordo com informações que li, Mané tem um salário de perto de 500 mil euros mensais, sem contar com bónus. Algo que faz com que possa comprar aquilo que bem entender. Só que o senegalês tem uma maneira de pensar diferente.




“Para que quero 10 Ferrari, vinte relógios com diamantes e dois aviões? O que isso faria pelo mundo? Passei fome, trabalhei no campo, joguei descalço e não fui à escola. Hoje posso ajudar as pessoas. Prefiro construir escolas e dar comidas ou roupas a pessoas pobres”, fez saber o jogador. E é aqui que entra aquilo que considero um exemplo, mas não uma regra obrigatória.

As pessoas têm tendência a achar que os ricos, principalmente aqueles que “não fazem nada”, como os jogadores de futebol, devem usar a fortuna que têm para mudar o mundo. Achamos que estão proibidos de ceder a luxos que o dinheiro pode comprar. É uma espécie de regra moral que não usamos connosco (à nossa escala monetária) mas que queremos que os outros, os ricos, cumpram.

Enalteço a atitude de Mané. Acho que é um gesto muito nobre, de quem nem sempre teve tudo na vida. Se gostava que todos fizessem algo semelhante? Sim! Se acho que estão obrigado a isso? Não! E devo acrescentar que acredito que muitos jogadores ajudam sem que façam publicidade disso. Até porque isso fará com que sejam inundados de pedidos (nem sempre verdadeiros) e que sejam criticados sempre que não ajudam.

De resto, não poderia criticar Mané de dissesse que tinha o sonho de ter 20 Ferrari. Trabalha para ter o dinheiro que tem. Terá sonhos como todos temos quando dizemos que faríamos isto ou aquilo com o prémio do Euromilhões. E acho que isto não pode ser criticado. É separar as coisas e ficar extremamente feliz por existirem pessoas como Sadio Mané, que serão sempre um bom exemplo.