POWr Multi Slider

9.7.15

onde encontrar motivação para fazer algo

É comum encontrar pessoas que procuram motivação para fazer algo. Isto é ainda mais comum quando se trata de desporto. E isto é algo que se percebe quando determinadas pessoas partilham as suas lutas pessoais para combater o sedentarismo. Pessoas que praticam determinado desporto com frequência e que partilham as suas aventuras desportivas. "Gostava de ter a tua força de vontade", dizem outras pessoas. "Queria ter essa determinação", acrescentam. "Não sei como ter essa motivação", desabafam.

Tenho aquela que acredito ser uma boa solução para as pessoas que procuram motivação. Para aquelas pessoas que acreditam não ter capacidade ou força de vontade para fazer isto ou aquilo e mudar o estilo de vida. E o conselho que dou a essas pessoas é que passem uma hora (não deverá ser necessário muito mais tempo) numa clínica de fisioterapia. Passem essa hora a observar as pessoas que lá estão pelos mais variados motivos, nenhum deles bom. Porque se tudo estivesse bem não estavam ali.

Fiquem a olhar para as pessoas para quem é uma vitória dar um passo sem o auxílio de uma ou duas muletas. Pessoas para quem é uma vitória conseguir usar uma pedaleira. Pessoas que a muito custo percorrem uma distância de poucos metros mas que o fazem sem qualquer auxílio. Pessoas que mal conseguem pegar em pequenas argolas (semelhantes às dos brinquedos das crianças) para movimentar para um suporte que está ali mesmo à frente. Pessoas para quem a motivação não é uma opção mas uma obrigação.

Aposto que quem observar esta realidade fica imediatamente com motivação para tudo e mais alguma coisa. Aposto que irá perceber que a motivação, por maior que seja o número de exemplos que estão ao nosso redor (e que também são importantes), é algo que só tem força se vier de dentro da pessoa. Se for algo que existe pela pessoa e não pelos outros. E aposto que irá perceber que o tempo pode ser curto para muita e que aquela máxima que diz "não deixes para amanhã o que podes fazer hoje" é muito certa.

Ao longo dos últimos dias a minha realidade diária tem sido partilhada com pessoas que vivem lutas internas motivadas por um qualquer problema que as levou à clínica onde estou a recuperar da ruptura total do tendão de Aquiles. E todas aquelas pessoas servem de inspiração. Dificilmente irá surgir um momento em que me irei sentir desmotivado porque a realidade que me rodeia faz com que dê o máximo em cada um dos exercícios diários que tenho para fazer.

12 comentários:

  1. Pelo que percebi, a motivação arranjasse a observar as pessoas que estão piores que nós ...
    A pergunta é ... se no meio em que estamos inseridos não estivermos e contato com pessoas
    que tenham os mesmos problemas que nós, para nos sentirmos melhor devemos procurar ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é essa a mensagem que pretendo passar. Refiro-me a pessoas que, por exemplo, elogiam quem pratica deporto mas dizem não ter motivação para fazer algo semelhante. Do outro lado estão pessoas que até podiam ter vidas activas mas que estão temporariamente impedidas de ter a actividade que tinham. As primeiras dizem que não têm motivação e não sabem onde a encontrar. As segundas não têm outra opção que não seja ter motivação para voltar ao que eram. E neste sentido, acho que quem diz que não tem motivação deve observar quem vive diariamente com motivação.

      E estar limitado fisicamente não significa que essa pessoa esteja pior do que uma que não está. Existem pessoas que não estando limitadas fisicamente vivem presas a muitas coisas bem piores.

      Respondendo à tua pergunta, sou da opinião de que as pessoas devem procurar motivação em si e não nos outros. Podem (e devem) existir pessoas que inspiram mas passar a vida a olhar para essas pessoas, a elogiar as mesmas, mas sem mudar nada acaba por nada resolver. A motivação, para ser resistente e permanente, tem de vir da pessoa.

      Eliminar
    2. Concordo, devemos saber procurar em nós essa motivação, ser fortes e não andar com pieguices ... mas nós os fortes, também temos as nossas fragilidades ... já sei,
      temos de deixar que a crise passe :)

      Eliminar
    3. Todos temos os nossos momentos mas não podemos esperar que os resolvam por nós ;)

      Eliminar
  2. Acho que é um bom conselho. Outra coisa é o facto de haver muita gente que se queixa com o facto de se achar gordo/a e/ou não gostar do seu corpo. Penso que isso já deveria ser motivo suficiente para fazer desporto, mas para arranjar mais um, ele ajuda a ter uma vida mais saudável.

    Acho que se nós realmente queremos mudar, temos de ter bastante força e vontade, acima de tudo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitas pessoas queixam-se de tudo e mais alguma coisa mas no momento de mudar preferem ficar como estão.

      Eliminar
  3. Tens toda a razão, o problema é que muitas vezes só olhamos para o nosso umbigo.

    ResponderEliminar
  4. Adorei a tua perspetiva da motivação e o que dizes realmente é verdade!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Existem pessoas que têm a ideia de que encontrar a motivação é como encontrar ouro. É algo muito mais fácil. Basta querer.

      Eliminar
  5. Como te percebo... Com o último acidente de mota tive que reaprender a andar (bem...foi mais começar por pôr o pé direito no chão...) e utilizar a mão/pulso esquerdos. Lembro-me de ter chorado quando os meus dedos mindinho e polegar se tocaram pela 1.ª vez em muitas semanas...
    Mas sim, a motivação pode vir dos outros, mas acredito que aquela que perdura no tempo deve vir de dentro de nós (e aí, quando deixei de fumar - e fumava quase 3 maços por dia, vi quantas montanhas pode mover!).
    Força nessa recuperação!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes bem o que pretendo dizer. E a motivação mais forte é aquela que é nossa e não emprestada por outros.

      Obrigado!

      Eliminar