POWr Multi Slider

31.7.17

o maior vendedor de ilusões em portugal

Quando era mais novo olhava para o futebol com outros olhos. Especialmente na pré-época. Era muito ingénuo na análise que fazia aos jogos desse período e à forma como reagia às mais diferentes capas desportivas. Mas isto ficou na minha adolescência. Foi algo que não me acompanhou. Agora sou incapaz de dizer coisas como "vai ser tudo nosso" com base em jogos que pouco ou nada significam para a competição a doer.

Não tenho muitos amigos portistas. Por isso acabo por conviver mais com adeptos sportinguistas e com aqueles que são do mesmo clube do que eu: Benfica. Já estive com sportinguistas que me disseram coisas como "este ano é tudo nosso", "só estou preocupado com o Porto" e "temos uma grande equipa e ninguém nos vai parar". A nível de imprensa, também já li coisas muito elogiosas em relação ao Porto. Como se fosse a melhor equipa de sempre.

Por já ter sido assim, acabo por me rir quando me deparo com estas coisas. E quando tentam meter-se comigo a gozar com a pré-época do Benfica. E recordo-me do passado recente. Tal como esta, também as últimas duas pré-épocas do Benfica foram más. Isto do ponto de vista dos resultados. Pois uma coisa é analisar os resultados e outra é perceber o trabalho que é feito junto dos jogadores. E no final da época - quando também se dizia que os outros é que ganhavam tudo - foi o Benfica a triunfar. Isto não garante que este ano também seja assim. Mas deveria servir de lição a quem se gaba antes do tempo.

O futebol é o maior vendedor de ilusões em Portugal. E uma das poucas coisas que faz o comum dos mortais ir do 8 aos 80 numa velocidade nunca vista. As pessoas deparam-se com uma notícia elogiosa sobre um qualquer jogador e dizem logo que é o melhor do mundo. Se esse mesmo jogador comete um pequeno erro, passa logo a ser o pior do mundo. Se uma equipa ganha um jogo, vai ganhar tudo nessa época. Ao primeiro empate ou derrota é o fim do mundo. As pessoas reagem assim com o futebol. E pouco mais. O que tem a sua piada.

2 comentários: