POWr Multi Slider

6.6.17

medo da homossexualidade

O tema da homossexualidade, associada ao desporto, voltou para a ordem do dia. Griezmann [para quem não conhece, é um dos melhores jogadores da actualidade] foi questionado sobre o motivo pelo qual existem jogadores que ocultam a sua homossexualidade. E a resposta é do mais simples que existe. Explica o francês que os jogadores se fazem de duros e fortes e que têm medo do que podem dizer, especialmente porque existe muita gente má no futebol.

Basicamente é isto. Todas as pessoas sabem que existem homossexuais no futebol. Como existem no râguebi ou noutro desporto qualquer. Como existem na apresentação, representação e em todas as outras profissões que têm pessoas que se destacam e que têm reconhecimento público. É certo que não existe uma obrigatoriedade de alguém dizer que é homossexual. Tal como um heterossexual também não anda a gritar ao mundo que o é. O que se passa é que existe um receio de querer dizer algo que poderá destruir uma carreira.

E o desporto está cheio de casos de atletas que caíram em desgraça quando decidiram revelar a sua orientação sexual. Existem áreas que até lidam bem como isso, mas no desporto não. Sempre defendi, e ficando pelo futebol, que apenas atletas como Cristiano Ronaldo ou Messi têm o poder de mudar mentalidades. E mesmo estes corriam o risco de perder fãs e talvez alguns contratos. Porque as mentalidades ainda estão muito fechadas. E o desporto é coisa de homens. Não é para "paneleiros nem maricas", como dizem as pessoas.

Recordo um caso passado em Portugal. Criou-se o mito de que o jogador Calado era homossexual e que tinha um caso com o cantor Melão. Este boato nunca foi destruído pela verdadeira história [assim consta] de que eram amigos e que estavam à espera de mulheres para uma "festa". O boato espalhou-se e um rumor deu lugar a verdade absoluta. Calado teve de lidar com os adeptos do seu clube a gritar, nos jogos em casa, "O Calado é paneleiro". O jogador não teve outra hipótese que não fosse sair de Portugal. E ainda hoje está preso ao rótulo de homossexual.

É uma história com um boato. Mas a ser verdade seria o mesmo. O desfecho seria igual. E é por isto que muitas pessoas optam por fingir ser outra pessoa em determinados momentos. E é por isso que só imagino os grandes nomes do desporto a conseguir mudar algo nas mentalidades. Só que nem as grandes figuras o fazem. Porque sabem que os riscos que correm são muito maiores do que os benefícios que podiam trazer para uma mudança que talvez nunca chegue.

Sem comentários:

Enviar um comentário