POWr Multi Slider

11.5.15

a moda e o anti-moda

Os samurais estão de volta. Ou melhor, o penteado que celebrizaram está de volta e em grande. Atrevo-me a dizer que é, até ao momento, o penteado masculino de 2015. Refiro-me ao top knot que, para quem não reconhece o nome, é um rabo-de-cavalo, normalmente de pequena dimensão. E que está na moda usar com o cabelo rapado dos lados e atrás. Deve ser rara a pessoa que ainda não se cruzou com homens com este penteado.

Como acontece com a maior parte das modas, esta também teve origem em homens famosos. E como acontece com qualquer moda, a exemplo da barba farta, existem pessoas que acham que podem usar este penteado apenas e porque está na moda. Não se preocupam em perceber se fica (ou não) bem. O que importa é não ficar fora de moda. Como tal, usa-se o penteado de modo a conquistar o rótulo de hipster.

Nada tenho contra modas. Acho apenas que muitas pessoas se deixam levar pelas mesmas e têm a sede de estar “in” recorrendo a coisas que estão na moda mas que em nada as favorecem. Este é, para mim, o maior perigo das modas. Isto, claro está, para quem segue todas e mais algumas sem perceber que as modas não são para todos. E isto aplica-se a esta febre de top knots.

Mas, o mesmo não se pode dizer de Derick Watts & The Sunday Blues. Este grupo não pode com esta moda. Pode mesmo dizer-se que odeiam a febre dos top knots. “Nem sequer é um rabo-de-cavalo. É tão pequeno que parece que estão a equilibrar um elástico na cabeça”, dizem. Como tal, andam por aí, de tesoura em riste a cortar o maior número de top knots que conseguem. É o movimento #stoptheknot, que pode ser visto como anti-moda, daqueles que se consideram drive-by barbers.


Entretanto a banda já partilhou um pedido de desculpas esclarecendo que as vítimas não passam de amigos e que tudo estava combinado. Aposto que esse vídeo foi um alívio para os adeptos do top knot.

8 comentários:

  1. Bom dia :)
    Confesso que não sou grande fã de "modas" porque, se por um lado, até é giro brincar com a própria aparência e experimentar estilos vários, por outro, há meio mundo de gente que se dedica a mandar bitaites sobre o que cada um pode e deve usar. Há todo um círculo imenso que gira à volta da crítica, do opinanço sobre o que X ou Y vestiram e como lhe assentou. E isso não é para mim, pelo menos na grande maioria dos dias, que em tudo há excepções.
    Quanto a este penteado, partilho o que costumo dizer sobre todos os penteados: é apenas cabelo. E a grande vantagem do cabelo é termos uma boa margem de manobra para experimentar o que nos der na veneta, por mais tontos que sejam os looks, pois apenas a calvície é permanente. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para mim o pior não são os bitaites mas as pessoas que os ouvem com atenção excessiva e que querem fazer parte de todas as modas.

      Eliminar
  2. Pois, já reparei. E tb não lhes acho gracinha nenhuma.

    ResponderEliminar
  3. Ahahahah, isto é serviço público, pois ninguém merece estes penteados.

    ResponderEliminar