14.4.15

mundo ao contrário

Algo está mal neste mundo quando pais começam a matar crianças. Algo está mal neste mundo quando se começam a procurar "desculpas" que expliquem aquilo que um pai fez a uma criança que não escolheu vir ao mundo. O mundo está mesmo ao contrário.

Enviado do meu iPhone

28 comentários:

  1. é mesmo..nada justifica esta crueldades.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Levam-me a pensar que o mundo está mesmo ao contrário.

      Eliminar
  2. É muito bárbaro. É aquele momento em que penso que talvez a pena de morte não seja assim tão má... Estas coisas revoltam-me, principalmente quando se tenta "defender".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também penso nisso. No "alívio" que a morte será para algumas pessoas que não têm como escapar.

      Eliminar
  3. Algo está mal neste mundo quando lês comentários que questionam como uma mãe pode ter deixado um bebé com um pai violento? E questionarem até como ela teve um filho com um homem assim. Não sei se nos estamos a referir ao mesmo caso, mas fiquei chocada com diversos comentários que li sobre o assunto.
    Não há justificação e ponto, é óbvio que alguém tem de ter problemas sérios para matar um bebé mas nada justifica o ato em si.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A questão poderá ser separada mas depende dos casais. Muitos deles deixam-me a pensar como é que certas pessoas, com certas relações têm filhos atrás de filhos. Que tratam mal e de quem não querem saber.

      Por mais que tente, não encontro uma explicação para um pai que viola ou mata um filho/a.

      Eliminar
    2. Não encontras porque simplesmente não há. Assim como ninguém consegue explicar que num mundo tão desenvolvido, todos os dias morram pessoas de fome.
      Ou como se consegue explicar que 30 pessoas assistam impávidas e serenas a outras 5 pessoas a espancaram 1.
      E a lista poderia continuar… e seria interminável.

      Eliminar
  4. Mas não foi sempre assim? Crianças, adultos, adultos idosos, animais...

    :(

    ResponderEliminar
  5. O verdadeiro problema nisto tudo é que isto não começou agora. :(

    http://entreosmeusdias.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Não acho que sejam "desculpas". Nada justifica o que aquele progenitor fez (e não, para mim também não é pai), mas há momentos na vida do ser humano em que a lucidez deixa de existir, e certas psicopatias, ou demências surgem. Tu poderás dizer que nunca vais matar, mas perante um cenário extremo podes fazer coisas impensáveis!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito nisso dos cenários extremos mas em nenhum cenário me imagino a fazer mal a alguém que é da minha família.

      Eliminar
  7. Sou sempre a favor do perdão mas faz-me muita confusão, mas mesmo muita, aqueles que fazem mal a crianças... acredito num Deus todo poderoso que irá recompensá-las por aquilo que passaram nesta vida... Mas a pena para estes pais, padrastos devia ser exemplar...

    ResponderEliminar
  8. Completamente..... ainda hoje de manhã pensava o mesmo. Que raio de mundo é este? Eu não quero viver aqui.
    Nem as crianças escapam
    Será caso para citar a minha avó "O Cristo anda cá abaixo ver isto"

    ResponderEliminar
  9. Quando ontem vi, penso que na SIC notícias, o medico legista dizer que o que mais custa fazer são as necrópsias a crianças.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  10. Concordo contigo...acho sinceramente que o mundo está do avesso e que alguém lá em cima (para quem acredite) não anda com muita atenção, para a quantidade de injustiças que todos os dias vemos...ainda que umas de dimensão bem mais dramática que outras...

    ResponderEliminar
  11. Se assusta isto, a mim assusta-me, ainda mais, o Homem ir mais e mais além...

    ResponderEliminar