24.2.15

não havia necessidade (ou quando elas dão tiros nos pés)

Ontem, quando falei dos Óscares neste post, partilhei uma imagem do vestido que Irina Shayk escolheu para levar à festa da Vanity Fair, que aconteceu depois do mais importante evento cinematográfico do mundo. Na altura, brinquei pedindo que alguém alertasse a manequim russa para o facto de só ter levado metade do vestido ao evento. Entretanto já passou mais um dia e Irina Shayk está a ser arrasada, talvez seja mais justo dizer criticada, pela imprensa internacional que analisa detalhadamente cada um dos modelos escolhidos pelas celebridades num dia tão importante.


Depois de ter brincado com o vestido, partilho aquilo que não é mais do que a minha opinião masculina sobre a roupa que Irina Escolheu. E que pode ser resumida por algo como: não havia necessidade. Mas, primeiro vamos a factos. Irina Shayk tem um corpo escultural. O próprio vestido deixa isso meio a nu. Por isso, de um ponto de vista meramente físico, não passa vergonha nenhuma ao expor grande parte do corpo que é também a sua ferramenta de trabalho. Por outro lado, trata-se de uma criação Versace. Provavelmente será um vestido bastante caro e inacessível para muitas carteiras. Se a marca do vestido e o corpo de Irina chegam para um casamento perfeito? Do meu ponto de vista, não! Resulta em algo onde não existe classe e onde a imaginação nada tem para trabalhar. Pelo menos nada que vá além da solução caso queira ir à casa-de-banho a meio da festa.

Há quem defenda que é tipo de vestido “estou aqui! estou aqui”, algo que tem alguma lógica. Até porque Irina Shayk tem muito nome em Portugal e noutros países mas não o tem nos Estados Unidos da América (onde o futebol passa despercebido a muitas pessoas). Nos EUA há quem se refira a ela como a manequim que aparece na Sports Illustrated. Por isso, não é descabido que seja um vestido pensado no destaque que acaba por ter um pouco por todo o mundo. É a velha história, que muitos defendem, de que não existe má publicidade. Existe ainda a teoria de que foi para picar Cristiano Ronaldo. Para mim esta é uma opção muito rebuscada e sem sentido.

Voltando ao motivo deste texto, que é a minha opinião masculina sobre o vestido de Irina Shayk, não gosto. Simplesmente porque não gosto de mulheres que não dão espaço de manobra à minha imaginação. Tal como prefiro simplicidade e low profile em detrimento de opções que mais parecem sinais em néon e que parecem um megafone a tentar captar a atenção de todas as pessoas. E considero que algumas mulheres falham no momento de ter em conta a simplicidade. Ou, por outras palavras, acham de forma errada que não se destacam com simplicidade.

São aquelas mulheres para quem um fio não chega. Tem de ser um colar, sete anéis, cinco pulseiras e todos os acessórios que ainda se consigam encaixar no look, mesmo que não combinem uns com os outros. São aquelas mulheres para quem não basta um creme e pouco mais do que isso no rosto. São quatro cremes diferentes e mais 75 produtos de maquilhagem e isto apenas no rosto e todos aplicados sem qualquer sentido. E são também aquelas mulheres que acham desnecessário o homem imaginar o corpo que se esconde por baixo das roupas. São aquelas mulheres que julgam, de forma errada, que a discrição e simplicidade não são apreciadas pelos homens. E achar isso é um tiro nos pés.

47 comentários:

  1. Por muito que olhe para o vestido, não sei se o posso considerar como tal. Aquilo parece um macacão de rede com um pano colado em algumas partes. Não gosto, é apenas para chamar a atenção na minha opinião. Toda a gente sabe que a mulher tem corpo para aquilo mas não havia necessidade.

    ResponderEliminar
  2. Aquele vestido é “estou aqui! estou aqui” e as traças atacaram-me de dentes afiados ... :P
    Acho o vestido "too sluty". A Irina tem um corpo espectacular, não precisava de ir praticamente despida para dar nas vistas, mas é só a minha opinião ... e eu não percebo nada de modas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que é uma escolha péssima. E só fica a perder com isso.

      Eliminar
  3. Por isso é que eu acho uns boxeurs semi transparentes com misturas de tule e veludo muito mais sexy do que um fio dental. Quanto à Irina , o homem cá de casa, achou piada mas não acharia se eu saísse de casa assim para um evento. Quanto a picar o Ronaldo, acho que não, ela não precisa dele, acho que será mais o contrário. Bjs (já agora, a parte transparente do vestido, era em rede e tinha buracos)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os homens acham piada num determinado "registo" mas aposto que quase nenhum gostava que a mulher se vestisse assim.

      Beijos

      Eliminar
    2. Penso que o CR não precisa da Irina pela fama, ele é muito mais famoso do que ela. Mas tb acho que eles continuam a gostar um do outro e que estão a sofrer... e isto pd ter sido mm só uma mensagem para ele "olha o que estás a perder, EU, nos Oscares"... e ao mesmo tempo aproveitar para se dar a conhecer nos EUA. Que sejam felizes, é o que lhes desejo.

      Eliminar
    3. Ao que parece foi ela que acabou o namoro.

      Eliminar
    4. Eu disse que ele pode precisar mais dela no sentido de vir a ser pressionado por ter 30 anos e mais uns 5 anos , carreira a terminar e tem um filho... isso não é constituir família... A mãe dele não é eterna e as irmãs terão a vida delas.

      Eliminar
    5. Eu prefiro guardar para mim a opinião sobre a família ;)

      Eliminar
  4. Concordo com o que escreveu....então na parte de caso precise de ir à casa-de-banho (que foi a primeira coisa que me veio logo à cabeça)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Prefiro ser tratado por tu, pode ser?

      A imaginação pouco mais do que isso tem para ponderar.

      Eliminar
  5. O que é que a russa tem?

    Tem lábios carnudos, tem.
    Tem dentes perfeitos, tem.
    Tem feições exóticas, tem.
    Tem corpo elástico, tem.
    Tem andar dengoso, tem.
    Tem voz arrastada, tem.
    Tem vestido despido, tem.
    Tem tudo para dar certo, tem.

    Mas é rasca, como ninguémmmmmmm….

    ResponderEliminar
  6. Tens razão sim, de qualquer forma, confesso que não perco muito tempo a ver o que é que as celebridades vestem ou não.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este vestido aparece em tudo o que é site. É quase impossível não ver.

      Eliminar
  7. Este vestido é mesmo o estilo da Irina: "sexy cliché".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já a vi muito melhor mas é um facto que já a vi em registos semelhantes.

      Eliminar
  8. E concordo plenamente contigo! Acho que ela não precisava mesmo disto... (ok, da publicidade, tal como dizes, talvez precise ou pelo menos lhe dê jeito... mas sinceramente... acho que não tinha que ser por aqui)

    ResponderEliminar
  9. "Voltando ao motivo deste texto, que é a minha opinião masculina sobre o vestido de Irina Shayk, não gosto. Simplesmente porque não gosto de mulheres que não dão espaço de manobra à minha imaginação"
    Excelente, porque a simplicidade e o bom gosto despertam a imaginação masculina, mas as mulheres, que não só a Irina, pensam o contrário.

    " Tem de ser um colar, sete anéis, cinco pulseiras e todos os acessórios que ainda se consigam encaixar no look, mesmo que não combinem uns com os outros. São aquelas mulheres para quem não basta um creme e pouco mais do que isso no rosto. São quatro cremes diferentes e mais 75 produtos de maquilhagem e isto apenas no rosto e todos aplicados sem qualquer sentido."

    Excelente, e hoje, vês as jovens cheias de maquilhagem para dar tom moreno ao rosto, olhos demasiado delineados com eye liner, e já não falo nas pestanas postiças, porque nem todas usam,, pergunto-me, muitas vezes, quando se deitam, com os namorados, maridos, se limpam o rosto e ficam tão bonitas quanto com os quilos de maquilhagem.
    Quanto aos acessórios, sou pelo uso de várias pelas pulseira, porque gosto, mas só no verão, mas com alguma simplicidade e bom gosto.
    Um bom post, o teu, como sempre.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Less is more. Isto diz tudo. Ignorar isto é um erro.

      Beijos

      Eliminar
  10. olha, eu cá, adoro e acho que arrasou no vestido. não havia necessidade? houve foi a oportunidade perfeita para usar um Versace único, porque pode ser para muitas carteiras, mas não é para todos os corpos, e afinal, onde é que poderia usar um vestido assim e causar furor se não na after party dos óscares? Para além disso, a cara de confiança que levava quando entrou... não é mesmo para todos. Mas compreendo o teu ponto de vista, e aceito-o, apenas demonstro o meu :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pessoalmente acho que ela até tem corpo para ir nua e de saltos altos. Se o deve fazer? Não! Se lhe fica bem? Não! Se lhe dá classe? Não. Mas isto é apenas o meu ponto de vista.

      Percebo o que dizes mas acho que ela ficava a ganhar muito mais com outra roupa.

      Eliminar
  11. Não havia mesmo necessidade, contudo, não nos podemos abstrair do facto que ela, para todos os efeitos, é uma modelo, sendo que, algumas coisas lhes são "permitidas".
    Tomo a liberdade de te convidar a dar um pulinho até à minha chafarica, para dizeres se concordas com a minha teoria sobre este Irinó-disparate ;)
    http://43epicos.blogspot.pt/2015/02/com-um-vestido-preto-nunca-me-comprometo.html

    ResponderEliminar
  12. Há realmente uma linha que separa o sensual do vulgar e isto de sensual não tem nada. Péssimo :/
    E como diz Jorge Amado no livro O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá: "quanto mais se mostra menos se quer ver"

    http://janeiroemparis.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olho para as fotos e vejo "vulgar" a piscar em néon.

      Eliminar
  13. Acho que não a favoreceu minimamente. Pode ser Valentino, mas podia ser Primark ou qualquer outra marca low-budget, não se nota a qualidade de alta costura, a parte de rede já tinha ali umas malhas logo no inicio da festa. A mulher é uma bomba, podia ter levado um grande decote e ia causar mais furor e exalar mais sensualidade. Assim é só vulgar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo com tudo. E quando isto acontece lembro-me sempre de Sofia Vergara. "Quando uso um decote mais generoso não mostro muito as pernas. Quando mostro as pernas, não uso um grande decote". É tão simples.

      Eliminar
  14. Outra vez o double standard. O NPH apareceu de cuecas (não interessa se era para fazer uma piada ou não), mas tudo bem. A Irina apareceu com um vestido (pessoalmente não acho bonito, mas isso sou eu) em que se sentia bem, tem um corpo lindíssimo e pronto, é basicamente uma porca - por muito que se ponha em outras palavras como "não havia necessidade", "só quer atenção". Desculpem lá, mas na passadeira vermelha vai toda a gente de burka? Não mostram o corpo, os vestidos, não são fotografados? Por amor de Deus, deixem as mulheres mostrarem o que quiserem sem serem criticadas por isso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não vejo as coisas dessa forma. NPH imitou um personagem do filme que foi o vencedor da noite. Se ele aparecesse assim na red carpet diria que estava a ser vulgar. Tal como diria que não havia necessidade se um homem aparecesse na red carpet de cuecas ou de camisa aberta para mostrar o abdominal definido.

      Como já referi noutro comentário, defendo que a Irina até tem corpo para ir apenas de saltos altos. Se isso lhe fica bem e dá classe? Na minha modesta opinião não.

      Eliminar
    2. É uma leitura que não consigo fazer.

      Eliminar
  15. acho que está linda como sempre. não ache que tenha absolutamente nada de slutty. slut, para quem não sabe, significa puta, e não acho que passe qualquer imagem de puta ou de slut se preferirem. pessoalmente, não acho nada que esteja à procura de atenção. pelo contrário, acho que é de uma mulher muito confiante. power to her. foi capa da GQ, Elle, Vs., Sports Illustrated. Modelo da Victorias Secret, Armani, Guess, Givenchy. Dizer que ela "não é ninguém" sem o CR ou desvalorizar o trabalho dela isso sim é objetificar uma mulher. há vida para além de Ronaldo, gente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não digo que tenha ar de puta mas considero que o vestido lhe confere alguma vulgaridade. Coisa que ela não necessita. Nem ela nem nenhuma mulher. Mas isto é apenas a minha opinião.

      Eliminar
    2. respeito a tua opinião, mas eu sinceramente acho que o que ela não precisa (nem ela nem nenhuma mulher) é que lhe digam que tem um ar "slutty", que anda à procura de atenção, que é para picar o ex ou que ela "não é ninguém" sem o CR. isso é que nenhuma mulher precisa. ela é uma pessoa e tem uma vida e valor para além do CR. like i said, power to her.

      Eliminar
    3. Não disse que ela tem ar de puta nem disse que precisa do Ronaldo. Se ela tem nome nos EUA? Não, não tem. E isto é um facto. Se precisa de atenção do CR? Não sei. Se tem um vestido que grita "estou aqui"? Tem.

      Volo a defender a minha opinião. Tem corpo até para ir nua apenas com uns saltos altos. Se o deve fazer? Não. Mas isto é a minha opinião. Quem sou eu para criticar quem acha que ela até devia mostrar mais corpo.

      Eliminar
    4. mais uma vez reitero que respeito a tua opinião. quanto ao meu comentário, não era para ti em particular. não disse que foste tu a dizê-lo. estava a discutir isto em forum aberto que vi comentários lá em cima e até em outros blogs com a palavra "slutty" que agora parece moda, para qualquer mulher mais sensual ou confiante. lamento se personalizaste a minha opinião. Se tem nome nos EUA? tem para quem está dentro do meio. para o pacóvio que só vê NFL e coça o rabo enquanto enfarda umas hot wings no sofá, não. mas isso também pouco interessa. o que eu disse é que ela trabalha, é reconhecida pelo seu trabalho, é uma pessoa, e não precisa de ser "enfiada" na sombra do CR como toda a gente parece querer fazer. Se deve ou não fazer ou usar isto ou aquilo, não sou eu que o vou dizer. O que não se deve fazer, é julgar uma pessoa por aqulio que tem vestido. lamento a discordância amigo, mas é um facto. anda tudo a bater no peito sobre a iguladade de género e depois andamos para aqui a insinuar que a mulher não tem valor sem o seu ex ou que tudo o que faz é em função dele ou de o facto de ter andado com ele. mais uma vez, tenta não personalizar isto. é um comentário geral às críticas que tenho vindo a ler em todo o lado.

      Eliminar
    5. Slutty acho que é muito forte. Ficaria-me pelo vulgar. Posso dizer-te que encontrei várias notícias internacionais onde ela é vista apenas como uma manequim. E acho que isto é normal. Ela ficou conhecida por ser namorada de quem foi. Isto não é querer reduzir a Irina mas é um facto e é normal quando se namora com um dos jogadores mais mediáticos do mundo. E basta analisar a carreira dela antes e depois do namoro.

      Este facto não faz dela melhor nem pior pessoa, mulher ou manequim. É algo normal. Mas, nos Estados Unidos até o Ronaldo consegue passar despercebido porque o futebol não tem grande impacto por lá. Está a crescer mas longe da loucura europeia e sul-americana.

      Acho que uma questão de roupa nada tem a ver com igualdade de género. Por mim, aposto que ela também ficaria bastante sensual nua e de saltos altos. Aposto que é uma imagem óptima e que não esqueceria. Agora, eu achar piada a isto é uma coisa. Achar que ela o deve fazer num evento de dimensão mundial é outra coisa diferente.

      Percebo a ideia que defendes e com a qual concordo. Lamento apenas que existam pessoas que preferem ser faladas pelo que vestem do que pelo que fazem. Mas isto são opções e quem escolhe determinada roupa em determinado evento (e isto não é aplicado apenas à Irina) sabe bem qual é o motivo pelo qual será notícia. São opções.

      Eliminar