24.11.14

não é uma despedida

O último texto poderá ter soado a despedida mas nunca foi essa a minha intenção. Foi apenas um desabafo muito contido sobre aquilo que têm sido os últimos dias e daquilo que me espera daqui para a frente. Imaginem-se numa sala com várias portas onde apenas uma não é má de todo. De resto, existem portas que vão do mau ao péssimo. E o pior é que a escolha da porta não depende de mim. Hei-de ser empurrado para uma delas. O tempo que separa o momento em que escrevo este texto até aquele em que serei empurrado faz com que seja complicado ter cabeça para muitas coisas pois é quase impossível não estar sempre a pensar nisto.

Muito obrigado pelos comentários aqui e no facebook do blogue, pelas mensagens e também pelos emails. Uma das magias do blogue é esta proximidade que acaba por ser muito importante. Não tenho palavras para agradecer a vossa simpatia e carinho. Ouvi uma frase que faz todo o sentido e que diz algo como isto: “Em tempos complicados, podemos chorar ou podemos vender os lenços com que os outros enxugam as lágrimas”. Por isso, vamos lá tentar “vender” lenços que o relógio não fica à espera de melhores dias.

24 comentários:

  1. Coragem.
    Nunca te venderia lenços. Dou-te todos aqueles de que precisares.
    Abraço apertado!
    E um sorriso. :-)

    ResponderEliminar
  2. Muita força e sorte! Melhores dias virão com toda a certeza. :)

    ResponderEliminar
  3. (não, não estava a dizer que é melhor ficares aí a chorar pelos cantos do que mexeres-te para te preparares o melhor que puderes para os tempos que aí vêm. Apenas disse que às vezes é bom "chorar" um bocadinho. Não vem mal ao mundo daí e até pode ajudar. O que é realmente importante é não se deixar afogar no sentimento de impotência. E também não vou aqui tecer "disclaimers" sobre o uso desta palavra. O momento é demasiado sério para piadinhas dessas. :-P

    ResponderEliminar
  4. Não sabes que não se faz estás coisas a pessoas na minha condição de quase parideira?
    Eu estou a contar com ter muito que ler neste blogue enquanto estiver de licença!
    Quanto queres pelo raio dos lenços que eu compro uns?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então prometo que não te vou falhar :) O teu comentário e carinho vale mais do que os melhores lenços do mundo.

      Eliminar
  5. Ah bom!! Por momentos assustei-me!!!

    Boa semana ;)

    ResponderEliminar
  6. Momentos complicados teremos sempre. Sempre! É bom sinal. É sinal que estamos cá! Acredito que não sejas daquelas pessoas de baixar os braços sem ir à luta. E em algumas situações nem sempre é fácil, eu sei que não (e olha que eu já passei por alturas muit, muito, muito complicadas). Mas com alguma calma e muita força de vontade, as coisas vão! Ao início pode ser muito devagar, mas depois as coisas entram na rota e na velocidade que gostamos.
    Por isso (sim, mais um comentário longoooo), apoia-te em quem precisares (família, amigos, conhecidos, etc.), reúne todas as tuas forças e... segue!
    Ah e há quem esteja por aqui - mesmo que a acção seja mais lenta por estas bandas - e que também pode ajudar!
    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O lixado é que aqui a minha luta é inexistente. É a minha vida pelas mãos dos outros. E isso é que lixa. Mas o apoio de pessoas como tu é um bálsamo fantástico :)

      Foste e tens sido uma grande ajuda ;)

      Eliminar
  7. Não estava nada à espera de ler este género de coisas aqui! Só tenho um conselho: não sejas demasiado positivo para não veres as tuas expectativas defraudadas e não sejas negativo porque sempre ouvi dizer que pensamentos negativos atraem coisas negativas.
    Um beijnho com muita força e que obtenhas o melhor resultado/notícia/o que for para a tua vida. Porque nem sempre as coisas parecem justas mas geralmente existe um motivo para acontecer assim.
    O que precisares, se puder ajudar em alguma coisa, dispõe! Mesmo!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi um momento complicado em que me deixei levar pelo que me rodeia e pelo que ouço a toda a hora. A contaminação é impossível. Obrigado pelo apoio. A tua força ajuda imenso :)

      Beijos

      Eliminar
  8. É isso mesmo, pelo menos, é o espírito que devemos viver, e esperar sempre por dias melhores :)

    ResponderEliminar
  9. Então, vamos lá a arrebitar. Costuma ter sempre um espírito tão positivo. Seja o que for que esteja a acontecer-lhe de menos bom, a tempestade há-de passar. Força.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Prefiro que me trates por tu, pode ser? Há-de passar. A bem ou a mal mas há-de passar :)

      Obrigado

      Eliminar