POWr Multi Slider

24.11.14

isto é o paraíso?

Portugal passou a ser um paraíso. Do nada, o ordenado mínimo passou para o dobro. O desemprego desapareceu. Os trabalhadores viram os seus ordenados aumentados. As dívidas das famílias portuguesas foram perdoadas. Oferecem-se casas a quem não as tem. Os empresários que recorrem a esquemas para lixar a vida aos trabalhadores passaram a ser honestos. A crise económica não vai além de Espanha. É tudo perfeito e todas as pessoas desejam viver em Portugal.

O nosso país passou a ser perfeito. E o motivo é simples. José Sócrates foi detido e passou já três noites encarcerado. Até porque, pela reacção das pessoas, o antigo primeiro-ministro é o culpado de todos os males que existem, existiram e hão-de existir em Portugal. Há até quem garanta que os erros cometidos na época das descobertas tiveram o dedo de José Sócrates, o demo em forma de homem que destruiu Portugal. E isto porque José Sócrates foi o primeiro e único político que cometeu erros em Portugal.

“Abanam-se” cachecóis, “buzina-se” rua fora, “aplaude-se” a mediática detenção. E tudo se esquece. Os vistos gold passam a ser uma coisa que se ganha quando se joga Monopólio. A legionella não é mais do que uma palavra que dá uns bons pontos no Scrabble, havendo sempre alguém que questiona até que seja uma palavra verdadeira. O escândalo dos submarinos passou a ser o título de uma qualquer novela a estrear em breve num qualquer canal. De resto, tudo vai bem. Isto é o paraíso. A nossa Justiça é perfeita. E tudo isto porque José Sócrates está detido.

O antigo primeiro-ministro está detido para interrogatório. É tão simples quanto isto. De resto, não percebo os “festejos” em torno deste facto. Se realmente cometeu fraude fiscal, se foi corrupto e se branqueou capitais tem de pagar por isso. Agora, não deixo que me atirem areia para os olhos quando me tentam vender a ideia de que tudo está perfeito com esta detenção e que a corrupção passou a ser algo inexistente em Portugal porque todo o mal só existe neste homem.

Vou continuar a receber mensagens de diversas empresas a alertarem-me para o aproximar da data de pagamento de um qualquer serviço, parecendo que não desejo pagar. Se, por acaso, falhar uma dessas datas vou ser tratado como um bandido e um ladrão até regularizar o pagamento, entre muitas outras situações. Em paralelo, vão continuar a existir tachos aqui e ali. Vão continuar a existir políticos envolvidos em escândalos (porque será que têm quase todos receio de falar de peito aberto sobre a detenção?) e a enriquecer à custa do povo e de esquemas duvidosos sem que nada lhes aconteça.

Daqui a um tempo, e independentemente do que venha a acontecer, ninguém vai falar de José Sócrates. Tal como já ninguém fala do ébola, da "assustadora" legionella, dos vistos gold  e muito menos da subvenção vitalícia de alguns ex-políticos (algo a que José Sócrates tem direito mas que nunca solicitou). Esta detenção não é mais do que um pequeno sinal de que nem toda a gente dorme em Portugal. Mas não faz do nosso país um paraíso. Porque continua a existir muita merda. Ficava feliz se José Sócrates tivesse, já a partir de hoje, a companhia de muitos outros governantes e ex-governantes e de um vasto leque de empresários que enriquecem a desgraçar vidas. Aí sim, andaria feliz da vida e a pensar que o futuro seria melhor. Agora, não contem comigo para festejar tanto por tão pouco.    

26 comentários:

  1. Sim... porque e legionela foi culpa do governo, isso, e o vírus ébola também...
    Talvez as pessoas andem felizes porque ele é um hipócrita, vai para a televisão falar de fraudes (dos outros) quando ele próprio é uma fraude. Eu fiquei feliz! Que preso por muitos anos e devolva o que nos roubou.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aparentemente foi tudo culpa do Sócrates. Eu fico feliz pelo funcionamento da justiça e deve pagar pelos erros. Mas não me esqueço dos outros. Porque o mal não é todo dele. É só isso que não compreendo.

      Eliminar
  2. Já vi que somos do PS, hein?
    Não se trata de a crise ter acabado. Há muito, muito, infelizmente por fazer. Mas esta prisão foi um passo no sentido da justiça. E bem grande.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Somos? Não tenho partido.

      Esta detenção (para inquérito pois até pode não dar em nada) é sinal de que existem pessoas atentas. Mas não me esqueço dos outros casos todos de pessoas que me vão aos bolsos. E é por isso que não alinho numa festa como se tudo estivesse bem em Portugal.

      Eliminar
  3. Eu ponho a coisa desta maneira. se te sair o euromilhões numa semana "regular" vais festejar ou lamentar que não tenha sido numa semana de jackpot? Um bocado exagerado mas, assim rapidamente, acho que transmite a ideia do que penso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou festejar moderadamente. Não vou festejar como se passasse a ser o salvador do mundo que vai acabar com todos os problemas.

      Eliminar
  4. Há uns anos (estava o Sócrates no governo) numa notícia sobre uma doença hereditária, sem cura, alguém comentou que a culpa era do Sócrates. Agora que ele está detido a doença será certamente irradiada do país (ou então não...).
    Quanto ao resto, estou cansada de ser conduzida pelos jornais. Antes a legionella que isto da política já cheira mal.

    ResponderEliminar
  5. Concordo completamente! Ele é apenas uma gota nesse oceano de vigaristas. Ainda há tanto a fazer para que Portugal venha ser um paraíso. O desemprego, a falta de bens de 1º necessidade grassa por esse país fora e não é por um pequeno foco de incêndio ter sido apagado (ou não) que podemos esquecer tudo o resto que continua a arder).
    Bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era muito bom se isto fosse o sinal de que os tais focos vão ser exterminados. Aí sim, era momento para festejar loucamente.

      Bom dia!

      Eliminar
  6. Pipocante Irrelevante Delirante24 de novembro de 2014 às 10:59

    Sempre houve Legionella. Adiante.
    Não sei se houve cabala, ou má fé no timing, mas tenho a certeza de que mais destes virão à tona até Outubro, a começar pelo dossier que submerge.
    O facto do senhor que tratava das transferências bancárias estar em maus lençóis também pode ajudar a dissipar o nevoeiro.
    Já agora, muita da culpa é dos amiguinhos da CS. Foi uma overdose de Socrates. Que é importante, sem dúvida, mas acho que haverá vida para lá de. Mas é a "informação" do século XXI, carago.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que existem detalhes em tudo isto que têm como objectivo humilhar o homem. E isto é apenas a minha opinião. Se errou, tem de pagar pelos erros. Mas tem ele e têm os outros todos que assobiam para o lado como se fossem santos. É por isso que não entro em festejos eufóricos. Até porque isto pode vir a ser uma montanha que pariu um rato.

      Eliminar
  7. Concordo com o que escreve. Do Duarte Lima tb ninguém fala e o caso escandaloso dos submarinos a culpa neste país morre solteira, porque na Alemanha funcionou e foram condenados e aqui continuamos com este circo agora parece que arranjaram um entretém para os fins de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os submarinos são um caso evidente. E será que alguém sabe o impacto que têm as subvenções vitalícias no país? As pessoas esquecem tudo porque mostramos que temos coragem de prender um antigo primeiro-ministro.

      Eliminar
    2. Pipocante Irrelevante Delirante24 de novembro de 2014 às 14:50

      As subvenções afinal não vão regressar. Por enquanto. Mas a senhora (Isabel Moreira) do PS, defensora das minorias, já prometeu levar o caso ao TC.
      Mas isto tem tudo a ver com a cobertura. É a esmifrar o assunto. E a puxar, sempre que possível, para o sentimento. Factos? Eh lá, somos jornalistas, mas convém não abusar.
      O mais triste? É que o Socratesgaste é, como tudo por cá, um prós e contras.

      Eliminar
    3. Vamos ver no que dá. E depois dará para uma melhor análise.

      Eliminar
  8. Antes do Sócrates já o outro senhor dizia que o País estava de tanga. Não sou PSD não sou PS mas fico contente por finalmente estarem a ser descobertas estas falcatruas todas! Pq a confirmar-se as acusações feitas a esse senhor, que dizem q é engenheiro com exames ao Domingo, parece que afinal quem joga ao Monopólio era esse ser!
    Por isso... viva à Justiça por encontrar as falcatruas do BES e do Saco azul da Felgueiras e do apito dourado e do Isaltino e dos Vistos Gold and soooooooooooooo on!
    Mais ainda! O desemprego nao desceu! Portugal sabe isso e já foi falado várias vezes nos media. A taxa de desemprego desceu virtualmente pq: a- refere-se ao trimestre de Verão, altura em que há mais empregos sazonais disponíveis; b- há mais formações do iefp. Quando se está em formação não se consta dos desempregados no IEFP.
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como já referi, isto pode não dar em nada. E se isso acontecer, acho que esgotam as caixas de lenços. É bom que se investigue. Mas era mesmo bom se fossem todos investigados. Porque existem muitos que deviam estar no mesmo lugar dele. É só esse o meu ponto de vista.

      Beijos

      Eliminar
  9. Concordo que estamos muito, muito, muito, muito longe de chegarmos a um ponto mais aceitável no meio da bagunça instalada - própria de "jovens" democracias saídas de regimes autoritários.
    Também sou das que acha que as notícias de hoje, amanhã são completamente ignoradas, porque surge outro qualquer escândalo e há que alimentar a máquina.
    Contudo, lamento discordar, sou das que acha que esta detenção (como a condenação do Vara há uns tempos e o Ricardo Salgado) é um passo no bom caminho. E não, não se esquece de um dia para o outro tudo o resto. Mas, porque sou uma optimista, fico a achar que talvez comecemos, verdadeiramente, a não distinguir entre "protegidos", os "impunes" e o resto das pessoas. Haja esperança!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O homem está a ser interrogado, não mais do que isto, apesar de ter sido condenado na praça pública. Se errou, deve pagar por isso e é sinal de que a Justiça ainda funciona. Mas onde está a mesma justiça no caso dos submarinos e em tantos outros?

      Eu estou contente com este passo mas não o vejo como a solução de todos os problemas em Portugal.

      Eliminar
    2. Concordo! Continuo a achar um absurdo na alemanha terem condenado os suspeitos por corrupção e, em Portugal, no mesmo assunto (os submarinos), não passa nada. O que é, no mínimo, escandaloso!
      Por isso, fico um pouco mais esperançada por ver, nos últimos tempos, algo a mudar. E fico a achar que talvez já não haja excepções. Quero acreditar nisso. Se na política já não acredito, quero, pelo menos, acreditar no nosso poder judicial - mesmo com falhas (exemplo a destruição de escutas e outras coisas que tais).
      E não acho que, de um dia para o outro, tudo se vai resolver. Não tenho essa ilusão. Mas quero acreditar que ainda há esperança e que isto não é a república do roubo e corrupção sem punição!

      Eliminar
    3. Quero acreditar na Justiça e espero que seja o ponto de partida para apanhar muitos intocáveis.

      Eliminar
  10. Nem mais! Não podia ter escrito melhor, este país "come" pelos olhos e esquece muito depressa, e a comunicação social, ou a forma como opera, é 90% culpada disso mesmo. As pessoas querem saber da notícia que está no auge hoje, que amanhã já é notícia velha e que daqui a uma semana ninguém se lembra que existiu. É triste a merda de país em que vivemos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que se entra num exagero. Acho que já vi o Sócrates passar de carro 23484047891237891273891273912739827 vezes.

      Eliminar
  11. O que se passou com o Sócrates é inédito no nosso país, e gostava de acreditar que será apenas a pontinha do iceberg e que casos como o dos submarinos, do BES, dos vistos gold, entre tantos outros, fossem investigados até ao tutano. Que se apurem responsabilidades e que se punam os culpados!

    Mas uma coisa é certa... Toda esta situação tem o seu quê de estranho... Toda a comunicação social já sabia (ou será que passam os dias todos no aeroporto a ver quem chega? lol)... E numa altura em que os vistos gold eram o tema central... Hum, o timing é no mínimo estranho... Digo eu...

    A verdade é que nada acredito nos políticos e já pouco acredito em grande parte da comunicação social...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também quero acreditar nisso. As pessoas são informadas e a SIC sabia da detenção. Só isso explica o vídeo dele a passar no carro numa zona onde não é normal passar.

      Eliminar