17.9.14

casamentos perfeitos

Faltavam alguns minutos para o início do jogo do Benfica quando fui à cozinha buscar tremoços que estavam guardados no frigorífico. Como é costume, depois de os passar por água, temperei os tremoços com um pouco de sal. Depois, sentei-me em frente à televisão, a comer os tremoços enquanto via o jogo.

“Porque é que só comes tremoços a ver futebol?”, perguntou ela.

“Só gosto de comer a ver futebol. É como comer pipocas no cinema ou em casa a ver um filme”, respondi.

E a verdade é que é mesmo assim. Para mim, os tremoços foram “inventados” para acompanhar um jogo de futebol. Parece que só assim é que se consegue apreciar todo o seu sabor. E convém que sejam “regados” por uma (ou mais) cerveja. Aliás, tirar o futebol e a cerveja da equação faz com que os tremoços percam os seus poderes especiais. Parecem uns quaisquer super-heróis junto de algo que lhes retira os poderes que os distinguem.

E o mesmo se passa com as pipocas. Que só me sabem bem numa sala de cinema ou em casa a ver um filme ou uma série de televisão. Se forem comidas noutro cenário, perdem a graça. Não sabem tão bem. E estes são apenas dois exemplos daquilo que considero casamentos perfeitos. Podia falar das bolas de berlim na praia e de muitas outras combinações deliciosas e quase únicas.  

22 comentários:

  1. Esclarecimento:
    A minha pergunta foi "Porque é que comes os tremoços antes do jogo começar?"
    Isto porque ainda estão a fazer comentários ao início do jogo e os tremoços desaparecem... A minha pergunta prendeu-se precisamente pelo facto de os tremoços estarem associados ao futebol, a ver o jogo como dizes, por isso, se quando o jogo começa já não tremoços, que prazer tiras dos ditos durante o jogo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ups! Percebi mal. Devia ser dos nervos da Champions ;) Isso é como as pipocas no cinema. Começo a comer um pouco antes de começar o filme e depois de ter início como durante alguns minutos. Com os tremoços é o mesmo :)

      Eliminar
  2. Para mim um tango (a bebida) só é um tango no 1º dia de férias:).
    E o que tu fazes com pipocas :) eu faço com gelado. Um bom filme, eu perninhas à chinês e um gelado no colo:) (de comer devagarinho à colher)...mmmmm....perfeito!
    Farturas, só são farturas uma vez por ano na festa da minha terra:))))

    Jinhooooooooosssssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As farturas também só me sabem bem nas festas. :)

      beijos

      Eliminar
  3. E que sejamos todos muitos felizes :D Eheheh

    ResponderEliminar
  4. percebo perfeitamente...as pipocas então encaixam na perfeição...movie time :)

    ResponderEliminar
  5. :)
    sim, sem dúvida que a lista seria enorme...
    para mim não há ida à bola sem a bifana e a imperial (por exemplo)

    ResponderEliminar
  6. Pipocas nas salas de cinema foi das piores coisas que poderiam ter inventado. Querem comer pipocas vão para casa. Que nojo o barulho da mastigação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não considero que o som seja nojento. Se as pessoas mastigarem em condições não me incomodam. Mesmo que eu não esteja a comer. Prefiro 30 pessoas a comer pipocas do que 15 a falar alto, a comentar o filme e a atender o telemóvel, só para dar alguns exemplos.

      Eliminar
  7. Porto e francesinhas, Belém e pastéis, Setúbal e choco frito, Sintra e queijadas, Sesimbra e sardinhas, Foz do Arelho e amêijoas...só para referir alguns dos casamentos mais perfeitos que conheço...daqueles que são mesmo para vida...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Belos exemplos. Ainda este fim-de-semana disse isso quando comia choco em Setúbal.

      Eliminar
  8. Concordo,há coisas que só sabem bem em determinado contexto.
    Por vezes a minha mãe manda me uns enchidos cá para a ilha, mas não é a mesma coisa que estar a comer aqui ou em Trás-os-Montes com aquele friozinho e junto à lareira.

    ResponderEliminar
  9. Eu gosto de tremoços também numa esplanada a acompanhar umas minis :)

    ResponderEliminar
  10. A mim faz-me confusão que se lavem os tremoços para retirar o excesso de sal e depois se temperem...com sal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não os lavo para retirar o excesso de sal. Lavo porque a água chega a cheirar mal, por exemplo. Depois, coloco um pouco de sal grosso.

      Eliminar
    2. Eles são inseparáveis.
      Quanto foi o mundial de futebol, fartei-me de comer tremoços.
      Neste ultimo jogo do Benfica pensei logo nos tremoços. Afinal não sou a única a ter esta tara, que dá nos homens e nas mulheres.

      Eliminar