12.8.14

triste e infeliz coincidência

Ontem escrevi este texto, que apenas partilhei hoje pela manhã. Nele, brinco com algumas coisas normais e naturais que fazem parte das rotinas diárias de qualquer pessoa mas que não somos capazes de associar, por exemplo, a celebridades. Como diz uma amiga minha em tom de brincadeira, existem coisas que as celebridades não fazem. Pelo simples facto de que somos incapazes de imaginar pessoas que admiramos a fazer coisas completamente banais.

Horas depois de escrever o texto, Robin Williams decidiu colocar um ponto final na sua vida. O actor que aprendi a admirar devido ao seu talento, matou-se na sua casa. Neste momento especula-se muito mas pouco se sabe. Uma das poucas coisas que se sabem é que lutava contra uma grave depressão. De resto, é público que não vivia uma das suas melhores fases. Aceitava certos trabalhos apenas e só porque precisava de dinheiro, isto dito pelo próprio. Para trás ficam outros problemas que não merecem ser mencionados.

Mesmo assim, Robin Williams tem imagens que não lhe podem ser associadas. Uma delas é a de desistir de viver e de acabar com a própria vida. Sou incapaz de imaginar que tenha escolhido morrer. E nunca o irei recordar pelo que é notícia hoje. Prefiro relembrar, com um sorriso nos lábios, as emoções que me fez sentir em vida com o seu talento único e brilhante. Em especial irei recordar o filme O Bom Rebelde, que nunca me cansarei de ver. Obrigado Robin Williams. Aposto que o céu vai passar a ser muito mais animado com a tua presença e com o teu humor.

30 comentários:

  1. "CARPE DIEM. Aproveitem o dia. Façam de suas vidas uma coisa extraordinária." (Oh Captain , my Captain...) :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No Sábado tive um brinde assim: "A uma vida longa e a uma morte súbita". Faz tanto sentido em dias como este.

      Eliminar
  2. Estou profundamente triste. A filha da p§t@ da depressão ganhou...e levou-o! E isso assusta-me, assusta-me muito, porque tenho alguém assim...doente...e tenho muito medo dos disfarces, mais medo tenho ainda da ignorância daqueles que ainda hoje não reconhecem a depressão como uma doença.
    Mas tens razão o que vou guardar dele são as lágrimas que me provocou, mas de riso:) principalmente rever Mrs. Doubtfire com as minhas meninas, uma de cada lado das minhas asas, como já fizemos, rirmos e emocionarmo-nos juntas...com ele.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muito complicado lidar com uma depressão. Sobretudo quando as pessoas se isolam e fingem que tudo está bem. Não sei se seria o caso. Mas prefiro recordar o seu talento e esquecer este dia. Ele é muito mais do que a forma como morreu.

      Eliminar
  3. É realmente muito triste, a notícia. Mas somos uns sortudos, porque ele deixou-nos um bom par de personangens marcantes e que poderemos recordar quando nos apetecer. Creio que o nosso mundo não seria o mesmo sem algumas das facetas deste génio.
    O resto, é como dizes, não interessa nada!

    ResponderEliminar
  4. Gostava muito do Robin Williams e do seu trabalho. Ainda há dois dias atrás vi um filme com ele e adorei.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda hoje vejo O Bom Rebelde sempre que está a dar na televisão.

      Eliminar
  5. Ele não "escolheu" morrer. Ele tinha uma doença mental, uma depressão. Não é o mesmo que estar triste com a vida, não é o mesmo que estar simplesmente deprimido. É uma doença mental muito grave, que faz com que as pessoas cometam coisas horríveis aos outros e a si próprios.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez escolher tenha sido forte mas a verdade é que ele se matou. Se o desejou ou se o fez por causa da doença só ele é que sabe. O que importa é que ele é muito mais do que isso tudo.

      E não se pode negar que este é o maior perigo de uma depressão. E sei bem do que falo. Sobretudo de uma pessoa que confessava ter medo de um momento como aquele que vivia.

      Eliminar
  6. Tens aqui um lindo texto de homenagem... Aposto que ele iria adorar ler essa última frase. ;)
    É um momento triste e a perda é surpreendente para os fãs (que são muitos: é impossível não apreciar o seu talento ou ficar indiferente à sua simpática expressão), mas também não tenciono associá-lo apenas a este acontecimento, quando o voltar a ver na televisão... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma das poucas mortes deste género que mexeu comigo. Felizmente, olha para baixo e vê uma multidão de pessoas que sorri por causa dos seus trabalhos e talento :)

      Eliminar
  7. Esta é uma daquelas coisas que não imaginamos uma celebridade a fazer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depende das pessoas. Não me surpreendeu a morte da Amy por exemplo. Era uma questão de tempo. E existem outros casos iguais. Esta choca-me muito.

      Eliminar
  8. A única morte "famosa" que me levou às lágrimas... fiquei em choque! :'(

    ResponderEliminar
  9. Ontem à noite (vá, de madrugada já, por volta da 1h), estava no sofá e a fazer zapping na TV, quando vejo a notícia a passar num dos canais de informação. Um grande actor que se perde...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um grande homem. Vi o Conan a dar a notícia e nunca o tinha visto assim.

      Eliminar
  10. As depressões profundas são lixadas, mesmo!!! Era um dos meus atores preferidos e recordo muitos filmes e revejo-os sempre com prazer, mesmo depois de vistos e revistos!! Ficarão essas memórias!
    Seize the day, boys!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Soube agora que se enforcou com um cinto e que tinha os pulsos cortados. É um final muito triste para alguém como ele.

      Eliminar
  11. A mente é muito complicada.
    Todo o meu respeito vai para estas pessoas.
    Um grande actor .
    Espero que um dos canais de TV, em sua homenagem, passe os seus filmes.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por norma os canais de filmes costumam fazer homenagem. Espero que seja o caso.

      beijos

      Eliminar
  12. Fiz um comentário no teu post anterior que penso não ter sido publicado.
    Não sei o que se passa que alguns comentários entram outros não.
    Vou aguardar o teu sinal.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei o que se passa porque não estão no spam.

      Beijos

      Eliminar
  13. É uma grande perda. :( Ainda estou chocada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E hoje mais uma diva. O céu está a ficar com um elenco de luxo.

      Eliminar
  14. O bom rebelde, o clube dos poetas mortos...dois dos filmes que mais me marcaram do Robin Williams. Estou como tu, não esperava que este homem pusesse fim à vida...não ele, parece impossível...

    http://thelusofrenchie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No facebook do blogue partilhei aquela que para mim é a melhor cena dele de sempre. Ontem fartei-me de ouvir aquilo. Parece mesmo impossível.

      Eliminar