16.7.14

mudar de vida

Esta foto que aqui partilho já tem alguns dias. E confesso que ponderei bastante sobre se a deveria ou não partilhar. Em primeiro lugar, porque é um tipo de fotografia com que não me identifico e trata-se de uma imagem que foi captada apenas com o propósito de assinalar a minha evolução desde que decidi mudar de vida, processo que, nesta altura, já leva quatro meses. Acabei por partilhar a fotografia esta manhã no instagram e na página de facebook do blogue. Depois de o ter feito, acabei por receber muitas mensagens de apoio. Umas de pessoas que me conhecem e que sabem o que tenho feito. Outras de pessoas que acompanham o blogue e que têm acompanhado a mudança a que me submeti. E isso fez com que a imagem chegasse aqui.


Independentemente do que alguém possa pensar quando olha para esta imagem, tenho muito orgulho nesta fotografia. E não se trata de uma questão de vaidade. Nem me apoio em nenhum argumento estético para colocar a fotografia aqui. Olhar para esta imagem obriga-me a recuar cerca de quatro meses no tempo. E, ao fazer isso, tenho de somar 19 quilos ao que sou neste momento. E tenho de acrescentar 10% de gordura corporal, entre outras coisas. A minha vaidade é apenas essa e está relacionada com a saúde e com um estilo de vida muito mais saudável.

O meu percurso está perto de terminar. Já vislumbro a meta. E, olhando para trás, não me sinto cansado. Não me sinto faminto, porque não passei fome. Não sinto desejos loucos relacionados com comida, porque comi sempre o que quis. Não me sinto farto de comprimidos porque nunca tomei nenhum. Olhando para um passado mais longínquo, não vislumbro um corpo como aquele que tenho hoje, nem mesmo durante os quase vinte anos em que joguei futebol. E aquilo que sou hoje deve-se apenas a um detalhe, que foi a decisão de mudar de vida.

Tal como expliquei no instagram e na página de facebook do blogue, a partilha desta fotografia vem com a humilde esperança de que possa ser um exemplo para quem está a ponderar mudar de vida e que esteja hesitante com o percurso que terá de percorrer. Mudar de vida é muito mais simples do que as pessoas pensam. E não acarreta metade dos mitos que se propagam. Não significa passar fome, comer à base de barras de cereais, tomar comprimidos ou passar horas a fio no ginásio. Como já tive a oportunidade de dizer no blogue, passei a fazer mais refeições do que fazia (este é o motivo pelo qual prefiro chamar reeducação alimentar e não dieta) sem abandonar as coisas de que gosto, tais como vinho, cerveja, enchidos ou chocolates. E até treino durante menos tempo. Agora, os meus treinos duram aproximadamente meia hora quando antes duravam quase o dobro.

Aquilo que é indispensável é a força de vontade para mudar de vida. E isso não está nos outros, por mais que mostrem o seu apoio. Não nego que o apoio é importante mas se existir apoio e não existir força de vontade da própria pessoa, cedo se irá desistir da mudança. Por fim, seria injusto da minha parte não dedicar algumas palavras a quem me tem apoiado ao longo desta aventura.

Quero agradecer à Sílvia, a minha mulher que me levou a mudar de vida (alertando para aquilo em que me estava a transformar) e que tem sido o meu grande apoio, à Mariana Abecasis, a nutricionista (e amiga sempre disponível para ajudar) que me acompanha e ao Jorge Lopes, o meu melhor amigo e o melhor personal trainer do mundo, que me leva a querer ser melhor do que no treino anterior. Mudar de vida só depende de nós. E, mais do que vaidade ou estética, trata-se de saúde e de uma vida com mais qualidade.

40 comentários:

  1. Bolas. Fantástico. Não faças como eu (ainda agora publiquei no blog a receita de panquecas que acabei de acompanhar com ovo e bacon...má menina) e continua o bom trabalho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um dos meus truques passa por nunca ter deixado de comer o que desejava. Mesmo que fossem panquecas acompanhadas de ovo e bacon (algo que não dispenso nos hambúrgueres e pizzas).

      Eliminar
  2. Parabéns, Bruno! Estás com muito bom aspecto! É motivo para te orgulhares! E sim também, para tentar ajudar aqueles que ainda ponderam 'mudar de vida'!

    Se a tua esposa não ficar com ciúmes posso dizer que estás yummy? ehehheeh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado! Sinto orgulho porque consegui mudar de vida. Se conseguir ajudar/motivar alguém, melhor ainda.

      Obrigado também pelo elogio. Fico sem jeito.

      Eliminar
  3. Tenho um amigo que conseguiu perder 33kg com exercicio diário e uma alimentação mais cuidada. Também não tomou comprimidos. Parabéns pelo que alcansaste... mostra a muitas pessoas que é possível :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Algumas pessoas pensam que são precisos comprimidos e coisas assim. E a culpa é dos anúncios que prometem dietas milagrosas sem qualquer esforço. As pessoas olham para essas publicidades como o caminho mais rápido para perder peso. Na minha opinião, é um erro. Obrigado :)

      Eliminar
  4. Agora off-topic. Gostava de te desafiar a escrever sobre um tópico: a tua concordância ou não com a teoria que aqui exponho sobre "o amor que chega quando menos se espera": http://daspalavras.blogs.sapo.pt/o-amor-vai-aparecer-quando-menos-1892

    ResponderEliminar
  5. Independentemente da imagem só te posso congratular pelo caminho percorrido e pelo que conseguiste alcançar. E sobretudo por seres altruísta o suficiente para usares este meio de comunicação para ajudares outros que se encontram em batalhas iguais ou parecidas.
    Da minha parte agradeço-te porque aqui encontrei/encontro motivação para a minha própria luta; sobretudo a forma de encarar a coisa e a minha frequência assídua ao ginásio devo-ta em grande parte - e por isso ficarei eternamente grata.
    Continua assim! :)
    (levar nos olhinhos com uma foto assim logo pela manhã, ainda por cima com esse tom de pele, não se faz! LOL)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já te tinha dito e volto a dizer que é um orgulho poder ter sido útil para ti. Faz com que a criação do blogue já tenha valido a pena e irei ajudar-te sempre que achares necessário. Sou apenas mais um e é isso mesmo que tento demonstrar. Que é possível mudar de vida.

      Não brinques comigo que fico sem jeito :)

      Eliminar
  6. Sabes o que pensei ao visualizar essa imagem! Ta com tudo em cima, ta com tudo em cima, tacomtu tacomtu tacomtu em cima!!! Forças que estas a ir muito bem!

    Beijo.

    Anonymaus.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O objectivo da imagem é para mostrar que é possível mudar de vida. Basta querer.

      Obrigado

      beijos

      Eliminar
  7. Parabéns pelo esforço e resultados! Acompanhei com interesse os posts que ia escrevendo sobre este assunto, pois o meu marido, há cerca de 5 anos fez o mesmo.. e perdeu 20 kg em 6 meses..Com o mesmo esforço e empenho... Querer é poder!!! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Prefiro que me trates por tu Fátima, pode ser?

      É mais um excelente exemplo. Por isso percebes na perfeição o que tento explicar ;)

      Eliminar
  8. mostrar barrigas é comigo. são vitórias maravilhosas. força.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já te disse mas escrevo aqui que és uma inspiração.

      Obrigado!

      beijos

      Eliminar
  9. Como sempre digo, "com vontade e determinação tudo se consegue".. Parabéns e força.

    Os puxadores das tuas portas são iguais aos puxadores das minhas portas, heheheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo apoio :)

      Acredito que os prédios desta altura sejam quase todos assim :)

      Eliminar
  10. O mais importante foi dito: Só depende de nós e da nossa força de vontade!
    É sempre uma mais valia a partilha de vivências e bons exemplos. São sempre uma grande inspiração para quem pensa fazer o mesmo!
    Que tudo continue a correr bem!
    Cris

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha esperança é essa. Que possa ajudar alguém.

      Obrigado pelo apoio

      Eliminar
  11. Muitos parabéns, excelente força de vontade e espírito de sacrifício, coisas que ainda não encontrei, mas estou quase, só mais um chocolatinho e bora lá ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes manter o chocolatinho. Tenho um que posso comer todos os dias e até me esqueço dele ;)

      Eliminar
  12. Muito gira a foto e também o post!! Assim sim, vale a pena ter blogs e lê-los e eu gosto muito do seu. Acompanho-o com regularidade e dou-lhe os parabéns pelo blog e também por esta vitória, eh, eh....
    Um beijinho e boa sorte!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Prefiro que me trates por tu Paula, pode ser?

      Muito obrigado pelo apoio :)

      Eliminar
    2. Ok, então que seja... também prefiro!
      Um beijinho para... ti e, se quiseres, espreita o meu blog, também... agridoceedoce@blogspot.com

      Eliminar
    3. Obrigado Paula!

      Irei espreitar com todo o gosto.

      Eliminar
  13. Parabéns! Também acredito que tudo é possível quando há força de vontade, sou anti-comprimidos. Penso que fizeste bem em escrever este post, és uma inspiração e a prova de que é possível. Parabéns também à tua mulher e ao teu melhor amigo, porque sem um núcleo de apoio incondicional, tudo é mais difícil.

    http://thelusofrenchie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pelas tuas palavras. Mesmo!

      O meu objectivo foi mesmo esse. Mostrar que é possível e que só depende de nós. É importante ter o tal núcleo, como dizes. Mas, a força tem de ser nossa. A dos outros não basta.

      Eliminar
  14. Mau. Muiiiiiiiiito mau. Tinha que ver com os meus olhos!

    ResponderEliminar
  15. Para a próxima veste umas calças e uma t-shirt justa. Dá para o efeito. Assim pareces carente.

    JNK

    ResponderEliminar
  16. Congrats!
    Continuação de boa caminhada ;)
    Abraço

    ResponderEliminar
  17. Muitos Parabéns e não ligues às más línguas (se existirem).
    Continua no bom caminho.
    É como dizes... também eu resolvi mudar de vida... e é sempre bom termos bons exemplos para seguir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado!

      As más línguas não passam disso mesmo e não me afectam minimamente.

      Os bons exemplos nunca são demais.

      Eliminar