18.6.18

6 anos de blogue

Os últimos meses têm passado a correr. Têm sido um misto de sensações nos mais variados campos da minha vida, o que faz com que algumas coisas me estejam a passar ao lado. Uma delas foi o 6º aniversário do blogue, celebrado a 10 de Abril deste ano. Nem acredito que já passaram seis anos. É muito tempo... A viagem tem sido muito boa, tenho conhecido pessoas extraordinárias e se tudo ainda faz sentido é por causa das pessoas extraordinárias que tenho "desse lado" e que há muito fazem parte da minha vida. Um abraço e beijo especial a cada um de vocês, pois sem a vossa companhia isto não tinha piada nenhuma. Obrigado!



aquilo que dizemos aos filhos dos outros

É rara a pessoa que não gosta de se meter com crianças. Especialmente quando estamos em lojas pois os funcionários adoram meter-se com crianças. O que não significa que saibam sempre o que dizer. Aliás, há quem diga mesmo grandes asneiras.

Num destes dias estava numa loja e à minha frente estava um homem com dois filhos. E um deles tinha aquilo a que se costuma chamar "cara de traquina". E acho que foi nisto em que a funcionária reparou quando decidiu meter-se com a criança.

"Tu tens cara de quem pegava fogo a isto tudo se o teu pai não estivesse a olhar", disse. Sendo que a partir daqui foi sempre a descer. Notava-se que tentava ser simpática, mas os comentários eram sempre um tiro ao lado.

Por acaso aquele pai não se chateou. Mas acredito que muitos pais não achassem piada à forma como tentou ter piada e ser simpática. Por outro lado, a verdade é que muitas pessoas tentam ser simpáticas acabando por dizer grandes asneiras. Mas com crianças tudo ganha uma dimensão maior.

12.6.18

comprar ou não, eis a questão

O Porto teve o Verão quente de 1980. O Benfica teve o seu em 1993. E o Sporting está a ter este ano. Não tenho presentes os acontecimentos de 1980 pois nem era nascido. Mas recordo-me muito bem do que aconteceu em 1993.

Nesse ano, Paulo Sousa e Pacheco alegaram justa causa para rescindir com o Benfica, que atravessava uma grave crise financeira, e assinar pelo Sporting. Paulo Sousa chegou mesmo a estar escondido numa casa de um sportinguista.

João Vieira Pinto foi escondido numa casa em Espanha e só Valentim Loureiro impediu que rumasse aos leões. Rui Costa foi também aliciado a mudar-de para o outro lado da Segunda Circular.

Sousa Cintra, presidente do Sporting naquela altura, disse que os jogadores estavam disponíveis e que não fez mais do que a sua obrigação em contrata-los.

Como tenho isto bem presente na memória, acabo a rir quando leio a opinião de pessoas que acusam o Benfica de não ter valores caso contrate algum jogador ao eterno rival sem ter que depositar dinheiro na conta do Sporting.

Acho muito bem que o Benfica contrate algum jogador, caso exista essa possibilidade. Não minto que gostava de contar com Bruno Fernandes e Gelson, especialmente o primeiro. Trata-se de um dos melhores jogadores do campeonato e casa muito bem com o esquema tactico do Benfica.

E os sportinguistas que possam acusar o Benfica (e todos os clubes que contratem os jogadores livres) de falta de valores são aqueles que preferem continuar a ignorar o elefante no meio da sala. Porque é em casa que têm problemas graves e falta de valores.