16.5.18

o estado a que chegou o sporting

Quem me conhece e/ou acompanha o blogue há algum tempo sabe que sou do Benfica. Nunca escondi este facto no qual tenho muito orgulho. Mas não sou um adepto doente. Em condições "normais" estaria contente com o que está a acontecer ao Sporting. Que se transformou num clube que não precisa de nada nem de ninguém para se destruir. Não são necessários ataques do Benfica nem do Porto. Basta deixar que Bruno de Carvalho lidere à sua maneira, continuando a errar sempre em momentos chave para o clube que diz amar.

Clubismos à parte, quero acreditar que qualquer pessoa que gosta de futebol terá ficado chocada com o que aconteceu ontem em Alcochete. Ontem, não vi Jorge Jesus, treinador do Sporting. Vi um homem de 64 anos ser agredido a murro e cabeçada. Não vi um dos melhores avançados do campeonato, vi um homem de 28 anos a chorar com feridas na cabeça. Não vi um dos melhores jogadores deste campeonato, vi um jovem de 23 anos em pânico, como que a despedir-se dos colegas e mais tarde a ligar à família para fugir de Lisboa.

Isto não é futebol. Isto não honra em nada aqueles que são os campeões da Europa de selecções. Isto não mancha apenas o Sporting, mancha o futebol português e faz corar de vergonha o menino de nove anos que começou a jogar hoje no clube lá da terra e que sonha vir a ser o próximo craque do futebol português. Falando apenas de Sporting, isto pode ser apenas um grande passo na "destruição" do clube.

O Sporting arrisca perder os seus maiores activos a custo zero. Jogadores que podem vir a partir para uma rescisão unilateral (ou com justa causa), deixando o clube sem os milhões que poderia amealhar com as suas vendas. E ninguém pode criticar os jogadores que optem por este caminho. Basta que transponham esta situação para as suas vidas e rotinas. Gostariam de continuar a trabalhar num local onde o patrão está sempre a falar mal de vocês e onde são agredidos de forma bárbara? E é este o perigo de que alguns sportinguistas ainda não se aperceberam.

Fico feliz que os jogadores tenham decidido participar na final da Taça de Portugal, apesar de considerar que a festa já está estragada. E trata-se apenas do jogo mais bonito que o nosso País tem. E quem já foi ao Jamor sabe do que falo. Mas jogarem abre a porta a diversos cenários. Se ganharem e fizerem uma grande exibição, muitas vozes vão defender que valeu a pena a porrada. Se perderem e jogarem mal, muitas vozes vão defender que fizeram de propósito. Porque foi a isto que chegou o futebol português.

Ontem, ia percorrendo o mural do facebook e fiquei espantado com a quantidade de pessoas que acredita que aquilo que aconteceu é obra do Benfica. Que até teriam sido adeptos do Benfica a fazer-se passar por membros da claque do Sporting. Algo que a identificação de dois dos agressores já provou ser falso. Pois, por mais que custe a algumas pessoas, são mesmo adeptos do Sporting. É a minha opinião e vale o que vale. Mas Bruno de Carvalho tem muita culpa nisto tudo. Porque as suas palavras estão sempre carregadas de ódio. São ataques constantes aqueles que deveria proteger acima de tudo.

Quando depois de um escândalo daqueles um presidente diz algo como "foi chato", está tudo dito. Volto a dizer. Tenho pena e vergonha do estado a que chegou o futebol português que mais parece um reality show (dos maus). E não mudava uma vírgula a este texto caso o cenário da guerra de ontem tivesse sido o centro de treinos do Benfica ou do Porto. Pessoas destas não fazem falta ao futebol. Todos nos rimos quando vemos jogos na Turquia ou América do Sul que acabam à pancada. Mas hoje, somos nós a anedota mundial.

8 comentários:

  1. Portista de gema, fico verdadeiramente triste com o que aconteceu ontem no centro de treinos do Sporting. E as palavras ditas pelo presidente do clube não abonam em nada em favor dele (ultimamente não tem estado em grande o sr presidente). É lamentável adeptos de futebol, sejam de que clube forem, pensarem que a solução para jogarem ou não jogarem é a agressão e a violência. Mas estou contigo penso que o principal culpado seja o Bruno de Carvalho...cada tiro cada melro como se costuma dizer. Em vez de estar ao lado daqueles que trabalham diariamente no clube só os ataca.
    A festa de domingo ficou estragada e sinceramente não me chocava que os jogadores do Sporting não quisessem jogar. Serem agredidos daquela forma mete medo a qualquer um. Agora é aguardar por domingo e pelos próximos capítulos desta história porque acredito que haja algum jogador que rescinda por justa causa ficando o Sporting a arder...ainda mais.

    ResponderEliminar
  2. Uma vergonha Nacional e mundial!

    Beijos - Boa noite!

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Quando, ainda em choque, fui ouvindo as "noticias de ultima hora" do que se estava a passar em Alcochete, a minha primeira frase foi" isto é obra do BdC". Longe de imaginar que pudesse efectivamente ser.
    Depois vinham as vozes dizer que não se via a cara de ninguém, podiam ser do Benfica, do Porto, do Barreirense ou do Amora. Descartei essa hipotese na hora... Quase que se sabia com certeza que aquilo só podia ter a ver com alguma claque (não foi a primeira ve que se combinaram apertões aos jogadores, mas desta vez, excederam-se e perderam o controlo).
    Quando houve vozinhas a dizer que não era malta de claques organizadas, colei-me ao ecrã da TV a tentar reconhecer algum. E o facto, reconheci logo uns 5 ou 6. Claramente aquilo era uma claque organizada, claramente aquilo era a mais antiga claque a fazer merda.

    E tenho pena que eu, como membro dessa claque, seja metida no saco dos bandidos, arruaceiros, desocupados, fanáticos. Eu que abomino violencia e que fiquei mais do que triste e mais do que envergonhada com tudo o que se foi ouvindo acerca do MEU CLUBE nos ultimos dias.

    Enfim... também já ouvi de varios lados que o responsavel por isto foi mesmo o presidente, e espero que essa informacao se confirme e que isso seja mais do que suficiente para esse especime pôr, de uma vez por todas, um ponto final na sua ligação a um clube que mais do que reerguer, DESTRUIU!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neste momento só falta saber se irá conseguir candidatar-se, mas não acredito que consiga nem que vença (caso seja possível)

      Eliminar
  4. Subscrevo inteiramente que é triste o que se passou na academia. Mas è muito triste que todas as televisoes e jornais só dao voz aos ressabiados e oportunistas que querem destituir um presidente eleito com 90%. Mais de 90% dos sportinguistas que conheço, apesar de nao concordar com todas as atitudes, estão do lado do presidente. Nem um é entrevistado na televisão. O que vale é que já não encontram mais ressabiados de peso. Já entrevistam qualquer um que diga mal do Bruno....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São as regras das audiências e isso é algo comum a todos. No caso específico de bdc, sempre foi o próprio a dar tiros nos pés. Nem precisava de ajuda para ficar mal na foto.

      Eliminar