17.7.17

agradar a um homem não é fácil

Fiquei muito contente quando me fizeram o convite para fazer parte da equipa que ia ficar responsável por um site masculino. À alegria juntou-se o entusiasmo e motivação que vinha perdendo com o passar dos anos. Acompanhar um projecto desde o seu nascimento tem muito mais sabor do que entrar quando o comboio já vai a meio. É bom estar em reuniões para escolher nomes e "vender" ideias. É bom fazer parte do dia em que algo passa a ser real. É mesmo muito bom.

Mas em nenhum momento achei que este projecto seria fácil. Porque não é fácil triunfar num universo em que cada vez existem mais apostas. As pessoas dedicam cada vez mais tempo aos sites e blogues, sendo que o papel caminha para uma classe que poderá ser considerada "artigo de luxo". Ser um site masculino também não facilita a missão. Porque longe vão os tempos em que os homens ficavam contentes com mulheres, sensualidade, carros e relógios.

Muitos homens continuam a gostar disto. Mas não só. Existem homens que procuram tudo menos mulheres em fotos ousadas. Existem outros que não ligam nada a carros. Nem a relógios. Existem aqueles que querem as últimas tendências de moda. Que querem aprender truques e dicas para fazer a manutenção do barba. E por aí fora numa imensidão de temas. O que faz com que não seja fácil agradar a um homem. E pensar que todos são iguais é um erro. Porque os homens, que sempre foram vistos como simples e básicos, conseguem ser muito mais exigentes que as mulheres, que sempre foram vistas como complexas e exigentes.

E nos dias que correm, um site masculino é também feminino. Porque as mulheres também vão ver os conteúdos. Também se vão informar sobre temas que não encontram em sites femininos. E tudo isto torna o desafio ainda mais aliciante. Pensar na forma de agradar ao maior número possível de pessoas a cada notícia que se faz é algo que torna o dia muito melhor. Há muitos anos que não tinha meses de trabalho sem estar a olhar para o relógio e a contar o tempo para algo. Agora passa a voar e parece sempre curto. E esta é a melhor sensação que se pode ter num emprego.

Sem comentários:

Enviar um comentário