5.1.17

o mito da vacina da gripe

Ana após ano, sempre nesta altura, dá-se eco à gripe. Ou porque vem a caminho. Ou porque já chegou. Ou porque está mais forte do que nunca. Ou porque promete apanhar tudo e todos. Cria-se uma onda de medo. Com um objectivo: apresentar a solução contra todos estes males. E qual é essa solução: a vacina contra a gripe.

Aquela que é apresentada como a única solução para este mal que promete dizimar Portugal é uma vacina. O que não passa de um negócio. É tão simples quanto isso. Até porque é comum fazer-se um balanço onde afinal se percebe que a gripe até não foi tão má como se esperava. Mas até chegar esse momento foram comercializadas diversas vacinas. E alguém fez muito dinheiro.

Conheço diversos médicos que não têm receio de dizer que a vacina contra a gripe não passa de um negócio. E que não a recomendam praticamente a ninguém. E esta é a imagem que tenho desta vacina. Um negócio. Que vai muito à boleia do medo que se cria. E esta será sempre a melhor arma para assustar o povo. E assim irá continuar a ser. Ano após ano.

6 comentários:

  1. Até pode ser, também tenho algumas dúvidas, mas no caso das pessoas com maiores riscos e sensibilidade respiratória é melhor prevenir. Num dos anos que não tomei, as gripes e bronquites foram bem mais sérias, por isso, não arrisco.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São dos poucos casos em que vale a pena a vacina.

      Eliminar
  2. Começo a acreditar que essa é uma grande verdade, infelizmente.

    ResponderEliminar
  3. Comecei dia 22 de Dezembro com uma gripe que nunca senti em toda a minha vida! Ontem e hoje faltei ao trabalho. Tossir passou a ser o meu inferno!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tossir é aquilo que mais detesto. A sensação de garganta irritada.

      Eliminar