21.9.16

quando as unhas dão cabo da saúde

Ao que parece as mulheres cometem um grande erro no momento em que vão arranjar as unhas. E esta falha pode ter implicações graves na saúde. De acordo com a organização norte-americana Skin Cancer Foundation, os aparelhos a que as esteticistas recorrem para secar o verniz utilizam lâmpadas UV e LED que emitem radiações ultravioleta que estão associadas ao envelhecimento da pele bem com ao desenvolvimento de cancro da pele. Segundo esta organização, a solução é secar as unhas ao ar livre ou, caso exista pouco tempo, recorrendo a uma ventoinha.

Já agora, e porque o tema é unhas, existem mulheres que têm unhas de uma considerável dimensão. Até que ponto - e pergunto isto com total desconhecimento na matéria - é prático, nas mais diversas tarefas diárias, ter as unhas "enormes"?

6 comentários:

  1. Não é. Falo por experiência própria, já tive unhas compridas e curtas, naturais e com gel, sem extensão e com extensão. Não me venham dizer que é uma questão de hábito, porque... só o é para quem não tem que lavar loiça, fazer cama, trabalhar com crianças, enfim... essas unhas são práticas para quem não precisa mexer muito as mãozinhas :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu quando vejo fico sempre com a ideia de que não deve ser nada prático.

      Eliminar
  2. E fica tão feio, a sério, tão pouco natural...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pessoalmente não gosto quando são muito grandes.

      Eliminar
  3. Pinto as unhas dos pés e só no verão.
    Odeio unhas grandes, fazem-me nojo.
    O que escreveste tem lógica.
    Beijinho

    ResponderEliminar