19.9.16

a moda do envelope branco

Conheço uma pessoa que casou num passado não muito distante. E como acontece em todos os casamentos, chegou o momento em que os convidados fizeram uma oferta aos noivos. Ou seja, é aquela altura em que os noivos recebem envelopes com dinheiro. A pessoa em questão recebeu diversos envelopes brancos vazios. Era apenas um envelope. Nada mais do que isso. E ao que parece, trata-se de uma "moda" comum em diversos casamentos.

Não consigo perceber o que leva alguém a oferecer um envelope vazio. A tirar partido de um momento em que sabem que os noivos não vão abrir o envelope à sua frente. Se tudo correr bem, não são apanhados. Se tudo correr mal, passam uma vergonha do tamanho do mundo e arriscam-se a perder uma relação de amizade que deveria ser muito superior aquele acto. E as possibilidades de serem apanhados até são muitas. Basta, por exemplo, que o envelope, mesmo não sendo aberto, seja identificado.

As pessoas não são obrigadas a dar dinheiro aos noivos. Nem todas as pessoas são obrigadas a dar o mesmo montante. Mas não trocava a possibilidade de ser apanhado a fazer algo vergonhoso com a sinceridade de dizer aos noivos que não se tem a possibilidade de dar dinheiro, seja por que motivo for. Ou que só existe a possibilidade de dar uma pequena quantia. Se as pessoas foram convidadas para o casamento é porque, supostamente, existe uma relação que permite esta sinceridade.

Ou, se calhar, tal acto mostra que determinadas pessoas foram um erro de casting num casamento. São pessoas que não deveriam ter sido convidadas. E não digo isto porque não deram dinheiro. Defendo isto porque preferiram mentir aos noivos, enganar os mesmos e criar uma onda de suspeição que leva duas pessoas a imaginar, mesmo que seja por breves segundos, quem terá sido o autor daquele feio gesto. Felizmente, o último casamento a que fui passou ao lado desta moda.

8 comentários:

  1. Não sabia dessa moda. Fui a um casamento no sábado e lá andavam os noivos com os envelopes na mão e a guardar num cantinho. Quando entreguei o meu a noiva perguntou logo se estava identificado.
    Tal como dizes as pessoas não precisam de dar dinheiro. Há outras coisas que podem dar e que até podem dar muito jeito aos noivos. O dinheiro é só porque é mais fácil e nem sempre se sabe o que faz falta aos noivos. Agora dar um envelope vazio é muito mau...Eu acho pelo menos, triste.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que é muito triste. É melhor falar com os noivos.

      Eliminar
  2. Olá :)
    Quem já não foi a um qualquer casamento onde, depois, surgisse um qualquer zum-zum sobre um envelope vazio?! É triste de tão mesquinho e pequenino. Tão triste quanto haver noivos que fazem festa sobretudo a pensar nos envelopes com dinheiro, ao invés de focarem na celebração em si.
    Acho que a atitude mais correcta quando alguém, por um qualquer motivo, não pode dispensar uma quantia para ofertar aos noivos ou oferecer o presente desejado, é falar com estes mal receba o convite. Dizer que não se sente à vontade para ir por esse motivo. Aí a bola passa para os noivos. E se forem pessoas correctas insistirão que o melhor presente é a presença das pessoas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo tão correcto, da primeira à última palavra.

      Eliminar
  3. :)
    Essa moda não é recente... mas tem vindo a crescer... felizmente a mim, não me aconteceu, mas acho que foi apenas por ter sido avisada a tempo...
    Quer eu, quer o meu marido, sempre que recebiamos algo escreviamos o nome no envelope "just in case"... e acho que serviu de efeito dissuasor de apenas uma das pessoas presentes, que vinha logo a seguir a outra pessoa, deu meia volta, e voltou mais tarde... e mesmo assim, fiquei triste em aperceber-me disso... Quem convidei, convidei porque queria que estivesse presente, e não pela prenda... se quisesse dar, tudo bem, se não quisesse ou não pudesse, tudo bem na mesma, agora o ato de tentar enganar já é baixinho...

    Mas lá está, cada um sabe de si e da sua consciência...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por isso é que defendo que devem falar. Se as pessoas são convidadas é porque são importantes para os noivos. E essa importância deve imperar em relação a um envelope vazio.

      Eliminar
  4. Quando somos convidados para uma festa seja qual for , ada um ďá o que quiser! A presença é o mais impoptante! Eu um dia quando casar quero convidar apenas meia dúzia de pessoa e faço questão que não me ofereçam nada!fazer casamentos a pensar no dinHeitor dos convidados é falta berço. Quem tem, tem quem no tem que faça uma festa pequeníssima. Mais humilda fé é o que falta aos noivos portugueses

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O casamento deve ser uma festa para os noivos. Deve ser isso que importa.

      Eliminar