22.8.16

palmadinha no rabo

Eles fazem. Elas fazem. Eles fazem com eles. Eles fazem com elas. Elas fazem com eles. E elas também fazem com elas. Eles gostam. Pelo menos a maioria. Elas também gostam. Pelo menos a maioria. Refiro-me às palmadinhas no rabo. E não me refiro ao sexo. Se bem que também pode ser tema a discutir. Refiro-me mesmo às famosas palmadinhas no rabo que acontecem em praticamente todas as modalidades desportivas.

Não sei explicar o motivo deste gesto no desporto. Ou melhor, o que levou a que passasse a ser uma realidade existente em quase todas as modalidades e em competição mais séria ou em jogos entre amigos. "Boa sorte para o jogo" e uma palmadinha no rabo. Uma boa jogada e uma palmadinha no rabo. Um golo e uma palmadinha no rabo. Um mau lance e uma palmadinha. Uma vitória e uma palmadinha no rabo. Uma derrota e uma palmadinha no rabo.

Não sei porque isto surgiu no desporto, até porque é algo que não é assim tão comum nas rotinas diárias das pessoas. Ninguém passa por um(a) colega de trabalho e dá uma palmada no rabo enquanto diz "bom dia de trabalho". Mas a verdade é que praticamente todas as pessoas dão por si a fazer isto enquanto praticam desporto. Confesso que sempre o fiz, desde que comecei a jogar futebol. E é algo que acabo a fazer, de forma inconsciente, mesmo em jogos entre amigos. E nunca conheci ninguém que ficasse ofendido com este gesto.

Num destes dias cruzei-me com um vídeo em que eram contadas as palmadas no rabo que quatro jogadoras de voleibol de praia (duas de cada equipa) davam umas às outras de modo a perceber qual a dupla que ganhava nesse domínio. Ao ver os Jogos Olímpicos também assisti a esta situação em diversas ocasiões. E é raro o jogo de futebol em que dois jogadores não trocam umas palmadas no rabo. Significado disto? Não faço a mínima.

Transpondo isto para o sexo, atrevo-me a dizer que eles fazem. Elas fazem. Eles fazem com eles. Eles fazem com elas. Elas fazem com elas. E elas também fazem com elas. Isto apesar de ser algo que é mais associado aos homens que gostam de o fazer com as mulheres. E aqui também me atrevo a dizer que quase todos gostam, desde que dado no momento certo, com a intensidade certa e de forma consentida.

2 comentários:

  1. Eu adoro dar e receber.
    Quando dou, significa a amizade, o carinho e o agradecimento que tenho nessa pessoa.
    Acho que é um modo, também, de estimular a confiança mútua.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem a sua piada que seja um gesto bastante comum no desporto.

      Eliminar