POWr Multi Slider

29.8.16

intimidade (público vs privado)

A modelo portuguesa Sara Sampaio revelou recentemente a sua tristeza pelo facto de ter sido fotografada em topless durante as férias. É óbvio que ninguém gosta de ser fotografado assim. É certo que ninguém gosta de ver a sua intimidade exposta deste modo. Mas a verdade é que existem aspectos que fazem toda a diferença e que as pessoas desconhecem.

Por exemplo, Sara Sampaio refere que está em privado. Mas não está. Pelo menos no local. O barco está num local público. E Sara Sampaio é uma figura pública. Por isso, legalmente, não existe nenhum crime em publicar uma foto sua em topless ou mesmo toda nua. A lei permite que assim seja. Mesmo estando num barco. A portuguesa está num local público. Tal como o fotógrafo que capta o momento. Aqui o crime não é nenhum. Pode debater-se a questão moral e tudo mais mas crime não existe nenhum.

Por outro lado, qualquer cidadão anónimo está protegido por uma lei que não se aplica a Sara nem a outras figuras públicas. Os anónimos podem queixar-se se forem fotografados em topless nestes moldes sem existir consentimento para a publicação das imagens. E aqui a lei está do lado das pessoas. Por exemplo, uma reportagem na televisão aborda a impotência sexual ligada ao consumo de tabaco e depois mostram um vídeo de um homem anónimo de cigarro na boca. Este homem pode queixar-se, caso não tenha dado consentimento à utilização da sua imagem para ilustrar a impotência.

Uma figura pública não tem de dar consentimento para a publicação de uma imagem. Isto desde que esteja num local público, como acontece na rua, na praia ou noutro local qualquer. Tudo muda quando o local é privado. Por exemplo, vamos imaginar que Sara Sampaio (e dou este exemplo por ser recente) está a fazer nudismo na sua casa. A janela está aberta e vê-se Sara nua dentro de casa. Essa imagem não pode ser publicada pois Sara está na sua casa e esse domínio é privado. Impede a publicação das imagens.

Sei que tudo isto soa a injusto. Mas a lei é o que é. E neste caso acho que as pessoas pouco sabem sobre a lei. Recordo-me de grandes discussões na faculdade em torno deste tema que consegue ser bastante complexo. Depois, existe outro fenómeno que vamos fingir que não existe. As pessoas criticam a publicação das fotos mas poucas resistem à curiosidade de ir ver a exposição corporal da Sara.

5 comentários:

  1. E para mim foi extremamente esclarecedor...e concordo com a frase final obviamente!! Boa semana
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Algumas pessoas desconhecem a lei e isso faz com que percebam tudo ao contrário.

      Eliminar
  2. Do que vi a Sara a queixar-se, ela ficou apenas pelo lado moral. Acho que ela conhece a lei. E no lado moral, sou da opinião que ela tem toda a razão.

    Jiji

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Moralmente é discutível mas entramos num jogo complicado. Se os fotógrafos captam os momentos é porque sabem que vão vender as fotos. Se as revistas/jornais compram as fotos é porque sabem que as pessoas vão querer ver. Há muita culpa em todo este ciclo.

      Eliminar
  3. Reclamar não sei porque toda foto ela tá pelada mostrando tudo,HIPOCRITA e além do mais magricela que nem as outras nem peito tem.Parece uma menina na puberdade

    ResponderEliminar