28.4.16

seus marotos... ou se calhar não

Existem diversas maneiras de dar/”vender” uma notícia. Sendo que o objectivo é sempre o mesmo. Se for num telejornal existe o objectivo de fazer com que o telespectador não mude de canal. Se for na rádio, que não mude de estação. Se for em imprensa escrita, que compre a publicação. E se for online que faça com que a pessoa tenha a curiosidade de abrir a notícia, dando mais uma visualização ao site.

Este objectivo faz com que que as notícias sejam embrulhadas de modo a cativar a atenção de quem se depara com a mesma. Por exemplo, acabo de ler o seguinte título: “Mais de metade dos bebés nasceram “fora do casamento” em 2015”. Mesmo dando o desconto das aspas fiz a leitura que muitas pessoas vão fazer. Os portugueses estão uns marotos. Os bebés estão a nascer fruto de relações extraconjugais. Anda tudo na loucura.

Quando na realidade os nascimentos dizem respeito a casais que simplesmente não estão casados. Os bebés resultam de relações fora do casamento porque as pessoas não estão casadas. Nada mais do que isso. Mas a verdade é que isto não atrai nenhum leitor. Porque não é novidade para ninguém que os casamentos acontecem em menor número. O que não implica que os casais não continuem a ter filhos.

Também se podia ter dito que os nascimentos são superiores aos de 2014. Ou que 16,3% dos 50,7% nascimentos são de casais não casados que não vivem juntos. Mas nada disto cativa a atenção de ninguém. Mas tudo muda quando se diz que os nascimentos acontecem fora do casamento. Isto é um engano porque não existe casamento, logo não é fora. Mas deixa a ideia de que os portugueses são uns marotos que andam a “mijar fora do penico”. Quando na realidade casam menos mas têm mais filhos.

8 comentários:

  1. Pois eu não fiz a leitura "marota" do título, pensei simplesmente nos não casados que têm filhos. Segundo dizes, acertei. :-)

    ResponderEliminar
  2. Bom agora parece que já casam mais outra vez. Pelo menos na semana passada disseram que o número de casamentos estava a aumentar.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que os números estão a subir novamente.

      Abraço

      Eliminar
  3. eu tb não fiz essa leitura marota. se calhar porque tenho dois filhos e não somos casados.

    ResponderEliminar
  4. Eu vejo tantas dessas "enganadoras" . Têm usado e abusado. Uma das recentes que me fez rir mal a vi,era tipo: " no Iraque... sniper mata 7 terroristas"
    Eu já a imaginá-los em fila indiana....só que não. Ele apenas acertou numa granada que explodiu....

    ResponderEliminar