4.4.16

aquilo que ninguém conta sobre as redes sociais

As redes sociais, sobretudo aquelas que envolvem imagens, são um falso mundo perfeito. Especialmente aquelas contas que são seguidas por muitas pessoas. E quando digo que são um falso mundo perfeito é porque mostram uma realidade muitas vezes fabricada que se vende como algo natural na imagem. Por exemplo, quantas contas de Instagram de modelos mostram imagens que pretendem passar uma imagem de foto simples quando na realidade têm muita produção associada? Mais do que muitas.

Muito raras são as fotos de mulheres despenteadas ou com algo perfeitamente normal na vida de todas as pessoas mas algo que nas redes sociais é imediatamente associado a “imperfeição” e "desleixo". Há muito que defendo que este é um dos problemas da imagem perfeita que muitas pessoas perseguem de forma cega. Muitas pessoas querem copiar uma realidade que na verdade é algo produzido e que não é assim tão real como a imagem tenta mostrar.

E este lado escondido das redes sociais raramente é dado a conhecer por pessoas que têm um largo número de seguidores. Até porque quem se atreve a mostrar a realidade, tal como ela é, é imediatamente criticado. E infelizmente os problemas nem sempre ficam pelas críticas. Podem ir muito mais longe do que isso, algo que aconteceu a uma mulher que revelou o lado escondido das redes sociais.

Stina Sanders será um nome desconhecido para muitas pessoas mas trata-se de uma modelo britânica, que já trabalhou com marcas como Nike e L´Oréal, que decidiu mostrar a realidade da sua vida. Stina não teve problemas em partilhar imagens com o cabelo por lavar, unhas por arranjar, borbulhas no rosto e outras situações perfeitamente normais. E aquilo que deveria ser normal acabou por lhe causar problemas.

O menos grave foi ter perdido, em pouco tempo, milhares de seguidores no Instagram. Ou seja, a ausência da tal perfeição (que não existe) afastou muitos seguidores. A isto juntam-se os recados da sua agência que não gostou das imagens pouco comuns entre as manequins, defendendo que isso lhe iria custar trabalhos. Nesse sentido foi pedido a Stina que apagasse as fotos, algo que recusou fazer acabando por mudar de agência.

Estes problemas resultaram da realidade que muitas pessoas tentam esconder. E é esta constante “perfeição” virtual que faz com que muitas pessoas acreditem em coisas que não existem e que tentem imitar alguém que não é nada daquilo que tentam imitar. Ainda bem que existem pessoas como Stina Sanders que acabam por ajudar a quebrar barreiras que nem deveriam existir.

6 comentários:

  1. Para mim é estranho é haver pessoas que acreditam que essas vidas são reais....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Existem fotos que se nota imediatamente que são produzidas.

      Eliminar
  2. Bem a propósito este post! Principalmente depois de ter acabado de ler um da Pipoca Mais Doce sobre marcas de luxo ;)(http://apipocamaisdoce.sapo.pt/2016/04/vamos-falar-de-luxo.html).
    Toda a gente tem o que quê de bonito e de feio, de magro e gordo, de perfeito e imperfeito.
    Viva a imperfeição!

    ResponderEliminar
  3. Uma verdade.
    Quando vemos pessoas famosas, no verão, na praia, sem maquilhagem, sem tabus de mostrarem as suas imperfeições, criticamos de imediato... Confesso que por vezes me surpreendo a comentar "esta mulher está sem graça sem maquilhagem!"
    São hábitos e imaginários perfeitos que temos dos famosos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Queremos o lado real mas criticamos quando o conhecemos.

      Eliminar