16.2.16

as malditas pessoas que se tatuam

Nos dias que correm ainda se olha de soslaio para quem tem tatuagens. Uma tatuagem visível chega e sobra para comentários como “ninguém te leva a sério”, “nunca vais arranjar emprego” ou “deves ser delinquente”. Apesar do passar dos anos ainda é assim que se olha para quem gosta de ter o corpo tatuado. É uma mentalidade que ainda vai demorar alguns anos a ser alterada. Ainda vai demorar até que algumas pessoas percebam que ter tatuagens não é sinónimo de mau carácter.

Cheynne Randall é um artista que tem um vasto leque de imagens de figuras de diferentes áreas a quem deu um ar diferente. Cheynne Randall pega nas imagens e transforma as pessoas, que passam a ter, segundo o seu ponto de vista, bastante tatuagens. As imagens são mais do que muitas e escolhi apenas algumas para partilhar aqui.








Talvez este trabalho ajude a alterar algumas mentalidades. Será que, caso estas pessoas fossem mesmo assim, a mentalidade seria diferente? Será que as tatuagens deixavam de ter uma conotação negativa?

6 comentários:

  1. Pessoalmente eu não gosto de tatuagens. Respeito quem as usa e não penso que elas estigmatizem quem as usa.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente ainda se olha de lado para quem tem tatuagens.

      Eliminar
  2. Na minha opinião isso já não existe. É estar a fazer chover no molhado.
    Algumas dessas pessoas têm tatuagens. Pit e Angelina fizeram agora umas no Tibete ou em algum país assim... Estão todos "escarafunchados" de dizeres. As pessoas ou gostam ou desgostam, mas descriminar quem as tem penso que não existe mais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Existe sim! Ainda há pouco tempo foi muito mediática a história de um casal que teve problemas no colégio da filha por causa das tatuagens e aspecto dos pais.

      A Angelina tem tatuagens mas não como nesta imagem. Acredita que ainda existe muita descriminação.

      Eliminar
  3. Eu que sempre fui muito explícita quando dizia que não queria fazer nenhuma tatuagem, dou por mim com vontade de fazer uma. Há tatuagens que não me caitvam nos corpos das pessoas. Outras sim, mas isso depende dos gostos. Se eu acabar por fazer uma tatuagem será com respeito ao que me faz verdadeiramente feliz: viajar.

    ResponderEliminar