11.1.16

sushi (ou comida) barato tem de ser pior? não será preconceito?

Recordo-me das primeiras vezes que comecei a ir ao sushi do Pingo Doce, situado no Fórum Sintra. Na altura só existia aquele e outro em Braga, creio. Recordo-me de quando partilhava fotos nas redes sociais e colocava a localização muitas pessoas perguntavam se não existia nenhum erro e se realmente existia sushi no Pingo Doce ou se era uma piada. Hoje este conceito já está espalhado em mais lojas Pingo Doce. E, por exemplo, também o Jumbo já tem espaços de sushi, ainda que – nos que conheço – não seja possível comer na loja nem efectuar pedidos. Existe o que está feito (e que até é bastante diversificado) para levar e comer noutro local.

Quando digo às pessoas que como sushi no Pingo Doce (ou que compro no Jumbo para comer) as pessoas começam, na sua generalidade, a questionar a qualidade do peixe e por aí fora. Já frequentei diferentes tipos de restaurantes de sushi. Já comi em espaços mais caros e já comi noutros bastante baratos. E aprendi (isto aplica-se a todo o tipo de restaurantes e a todo o tipo de comida) que o mais caro não tem de ser o melhor. Pagar mais não garante um melhor atendimento. Entre outras coisas.

Mas noto que ainda existem pessoas que olham de lado para comida “barata”, neste caso específico para sushi barato. Acreditam imediatamente que não pode ser de boa qualidade não se dando ao trabalho de analisar o motivo pelo qual certos espaços têm a possibilidade de cobrar um valor mais baixo. Não escondo que sou adepto do sushi do Pingo Doce e, até hoje, todas as pessoas que lá levei acabaram rendidas à qualidade e também ao preço.

Partilho aqui o talão da minha conta de hoje. Um temaki de salmão (1,99), seis peças de sashimi de salmão (4,99) e um rolo (oito peças) dragon de salmão (5,99) custaram 12,97 euros. Por menos peças do que estas já paguei mais. Por exemplo, já paguei quase cinco euros por um temaki que era metade do tamanho deste. E não notei grandes diferenças (ou mesmo nenhumas) na qualidade. A diferença está apenas no modo de pensar de algumas pessoas que acreditam que se é mais barato tem de ser pior.

4 comentários: