POWr Multi Slider

20.1.16

apostar contra aquilo em que acredito

Ontem vi o jogo do Sporting contra o Portimonense na companhia de três amigos sportinguistas. Golo da equipa algarvia. Grande penalidade falhada por William Carvalho. Nova grande penalidade, desta vez para o Portimonense. Golo. Dois a zero e final do jogo. Por entre as conversas de futebol um dos meus amigos mostra-me o talão de Placard, o jogo de aposta da Santa Casa da Misericórdia. Tinha apostado contra o seu clube e isso valeu-lhe, se não estou em erro, 55 euros.

“Apostaste contra o teu clube?”, perguntei. Explicou-me que costuma fazer isso. Aposta sempre contra os três grandes clubes portugueses. Algo que já lhe tinha garantido uma quantia ainda maior na derrota do Porto em Guimarães. Perante a explicação referi que era incapaz de fazer isso. Não consigo apostar contra o Benfica. Porque, enquanto adepto, acredito sempre na vitória do meu clube. E isto faz com que não seja capaz de apostar. No meu entender é dinheiro que estou a deitar fora porque acredito que o meu clube ganha sempre.

Explicou-me que tenho de ser frio no momento da aposta. Argumentei que a minha paixão não me permite essa frieza. Reafirmei que isso significaria acreditar que o meu clube vai perder. Depois expliquei que sou capaz de usar essa lógica com clubes que aprecio noutras ligas. Por exemplo, seria capaz de apostar numa derrota do Barcelona, do Milan, do PSG ou do Manchester United. Mas não sou mesmo capaz de apostar contra o Benfica.

Em quatro, dois pensavam como o meu amigo apostador e outros dois como eu. Dois conseguiam separar a paixão pelo Sporting das apostas. Algo que eu e outro sportinguista não conseguimos fazer. Como isto não é uma fórmula matemática não posso dizer que o meu amigo está certo e que eu estou errado. O que sei é que em dois jogos ganhou perto de 130 euros. Depois disto fiquei tentado a apostar dez euros no Famalicão no jogo de hoje contra o Porto. Mais logo descubro se fez bem ou mal em não apostar.

8 comentários:

  1. Penso como tu. Apostar contra um clube (ou outra coisa) em que se acredita em pleno não faz sentido. Era totalmente incapaz de apostar contra o Benfica, nem era capaz de o fazer pelo Barça, quanto mais... Nisto não há um certo ou um errado, há formas de olhar, sentir e viver as coisas.

    ResponderEliminar
  2. se apostar contra o seu clube tem sempre uma razão para ficar feliz. Se ele ganhar fica feliz porque ganhou, se perder fica feliz porque ganhou dinheiro ;)

    ResponderEliminar
  3. Olá Bruno, ontem quando vi o resultado do jogo do Porto lembrei-me de si. Então sempre foi apostar contra o Porto???? Afinal o truque do seu amigo funciona... ahahah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Filomena, prefiro ser tratado por tu, pode ser?

      Não apostei e já me lamentei por isso hoje. Tinham sido 10 euros tão bem gastos.

      Eliminar
  4. Eu contra o Porto também não consigo apostar. Mas é uma excelente ideia em relação aos outros dois grandes :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou tão arrependido de não ter apostado no Famalicão. Só que pensei que o jogo pouco ou nada interessava para ambos e que o Famalicão ia poupar jogadores enquanto os do Porto se iam querer mostrar a Peseiro. A minha teoria não deu em nada :(

      Eliminar