7.12.15

o lado negativo das redes sociais

O rápido crescimento das redes sociais tem diversos problemas. E existe uma forma rápida de abordar esta vertente referente ao uso massivo das redes sociais. Todos somos juízes. Mas não temos nenhum motivo para nos sentarmos no banco dos réus sendo julgado pelos que julgamos. Todos temos soluções para os problemas dos outros. Mas não temos nenhum problema para resolver (e se tivéssemos não necessitávamos da ajuda de ninguém). Todos acusamos os outros por tudo e por nada. Mas não temos nenhum telhado de vidro que possa ser apontado por alguém. Todos vivemos a vida dos outros, mesmo daqueles que não conhecemos, como sendo a nossa ou pelo menos dirigida por nós. Mas ai daquele que tente dar palpites sobre a nossa vida. Apontamos e crucificamos todos os comportamentos, de A a Z, dos outros. Mas somos, mesmo não o sendo, um manual vivo de bons comportamentos. Todos sabemos o que é preciso para resolver todos os problemas dos outros. Mas não encontramos aquilo que é necessário para resolver os nossos problemas. Todos sabemos o que os outros devem fazer. Mas temos dificuldade em escolher a camisola que vamos vestir amanhã. E isto consegue ser assustador.

10 comentários:

  1. O quê, a camisola que vamos vestir amanhã?
    Por acaso ainda não sei, mas não estou nada assustado. ahahahahah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi uma exagero mas muitas pessoas ainda vacilam :)

      Eliminar
  2. A mais pura das verdades, meu caro.

    O Pai,
    http://www.soupai.pt

    ResponderEliminar
  3. Eu uso as redes sociais q.b., não tenho FB - ou Feira das Vaidades, onde as pessoas perdem a cabeça e se expõe sem pensar nas consequências! - nem sequer internet no telemóvel. Os meus poucos amigos são reais e não virtuais, e a minha vida não é "cor-de-rosa"! Eu tenho um blog com um alter-ego porque, mesmo na vida real, prezo a minha privacidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As redes sociais deveriam ser utilizadas apenas em doses q.b.

      Eliminar
  4. A mim parece-me que é uma forma de se fugir aos próprios problemas, enquanto se foca nos problemas dos outros vive-se alheado dos proprios.
    Assusta-me mais quando se diz que quem não vive dentro das redes sociais se está a colocar à margem da sociedade e a "ficar para trás".
    Discordo completamente desta opinião e abumino quem deixa de conviver com amigos que não tem conta nas redes.
    Acho que nos podemos manter totalmente actualizados e manter as amizades sem recorrer às redes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pede-se moderação. E a tua primeira frase diz muito.

      Eliminar
  5. Tão verdade, mas é o tipo de coisas que não passa muito pelas nossas cabeças.

    ResponderEliminar