POWr Multi Slider

30.11.15

só a morte junta as pessoas

Já falta menos de um mês para o Natal. Nesta altura muitas famílias marcam o reencontro. Existem pessoas que estão longe umas das outras e acabam por se ver apenas uma vez por ano. Existam também muitas outras que nem nesta altura acabam por rever familiares mais chegados. “Fica para o ano”, dizem, independentemente do motivo que faz com que não estejam junto de pessoas especiais. E esta realidade tanto se aplica ao Natal como a qualquer momento em que um reencontro é adiado porque no futuro haverá outra oportunidade.

Estes reencontros adiados, especificamente no que ao Natal diz respeito, foram utilizados pela Edeka, a maior cadeia de supermercados alemã, no seu anúncio para esta época. O vídeo tem como protagonista um senhor de idade que no momento em que chega a casa ouve as mensagens dos filhos que o informam de que não vão passar o Natal com ele. “Fica para o ano”, é a mensagem.

Mas os anos vão passando. E os filhos continuam a dizer que o reencontro fica para o ano. E o homem sempre sozinho na noite de Natal. Até que os filhos e netos recebem a triste notícia de que o senhor morreu. Sem que existisse o tal reencontro. Que só vai existir para que chorem a morte do ente querido. Vale a pena ver o anúncio que consegue ser muito mais do que isso e que já se tornou viral.



“É tempo de voltar a casa”, é a mensagem que fica e em que muitas pessoas deveriam pensar sempre que adiam um encontro. Porque a verdade é que pode não acontecer esse encontro.

8 comentários:

  1. Na aldeia onde os meus avós paternos viviam, as pessoas "acompanham" funerais até ao cemitério para por a conversa em dia já que muitas são de zonas mais afastadas da freguesia. nota-se perfeitamente, são sempre os que vão na parte de trás da fila. É um fenómeno social, esse reencontro causado pela morte, obrigações trocadas, esquecidas, pessoas postas de lado, curiosamente começo a sentir isso (e tenho 39 anos) em relação ao "deixar andar" por parte do meu pai que está a 300k, de mim há 10 anos mas quando vem a Lisboa nunca tem tempo para me ver, não sei que pensar ... Morro? refilo ainda mais?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As pessoas têm de perceber que pode não existir amanhã. Que para o ano não se sabe como será. Por isso uma visita a um familiar nunca deverá ser adiada.

      Eliminar
  2. É isto: http://daspalavras.blogs.sapo.pt/sozinho-em-casa-106843

    ResponderEliminar
  3. Isso faz-me lembrar aquele filme "Estão todos bem".
    http://www.imdb.com/title/tt0780511/

    ResponderEliminar
  4. Já tinha visto e está realmente muito bem pensado.

    ResponderEliminar