17.11.15

daniela mercury, obrigado por apagares memórias

John Lennon é um dos monstros sagrados da história mundial da música. Isto é intocável e o seu talento e trabalho eterno são o espelho daquilo que escrevi até este momento. Outra coisa completamente diferente é a mítica capa da revista Rolling Stone de 1981, ano em que nasci. É uma daquelas imagens que não se esquecem. Mais ou menos, com as devidas distâncias, como a eterna imagem de José Cid nu apenas o seu disco a cobrir o corpo. Apesar do motivo das mesmas (e isso não está em causa) são imagens que não são fáceis de esquecer.



Mas agora vai ser possível esquecer as imagens anteriores. E o mérito é de Daniela Mercury. Que decidiu recriar a foto de John Lennon e Yoko Ono com a sua mulher, Malu Verçosa. A imagem (a preto e branco) será a capa de Vinil Virtual, o próximo disco da artista. Apesar da polémica que já surgiu, a cantora brasileira explicou que a imagem e o trabalho discográfico são “um manifesto pela paz, pelo amor, contra todo tipo de violência e sofrimento no mundo”, explicou.


Polémicas à parte, obrigado Daniela Mercury. Assim penso primeiro nesta imagem do que na de José Cid e John Lennon. Caso a conversa seja sobre música... a prioridade não é a mesma. Já agora, será impressão minha ou tanto Yoko Ono como Malu Verçosa não estavam muito à vontade no momento da fotografia? 

8 comentários:

  1. A imagem está horrível, arrisco-me a dizer que parece uma montagem...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que ela está bem mas a mulher não ficou muito bem.

      Eliminar
  2. Também senti o mesmo em relação a Malu Verçosa.

    ResponderEliminar
  3. Pois, parece que está incomodadas, ambas aliás.

    ResponderEliminar
  4. Eu nem sequer sabia que a Daniela Mercury tinha umA mulher!

    ResponderEliminar