POWr Multi Slider

18.6.15

o motivo pelo qual não gosto de transparências

Existe uma tendência cada vez maior de optar por um vestido excessivamente transparente nas galas mais prestigiadas do mundo.  Jennifer Lopez, Beyoncé, Rihanna, Kim KardashianHeidi Klum e Irina Shayk são apenas algumas das mulheres que já foram notícia pela excessiva exposição corporal nas passadeiras vermelhas. Tendência essa que não é tão acentuada na vida "real" mas que eventualmente e relativamente pode ser comparada com as roupas excessivamente curtas. 

Quanto às galas não gosto de ver aqueles vestidos. A começar porque considero que não são adequados para muitos do eventos onde costumam ser vistos. E por mais sensual que seja a mulher e por melhor que seja o seu corpo considero que nenhuma mulher sai favorecida quando utiliza um vestido que pouco cobre. Não estou a querer dar numa de puritano. Simplesmente acho que são vestidos que não combinam com a maioria das ocasiões em que são utilizados. 

E encontrei nas palavras de Carolina Herrera uma das melhores formas de explicar o motivo pelo qual não são grande fã de transparências. "É suposto elas serem ícones de moda e elas não vestem nada. Tornou-se numa obsessão", começou por dizer a estilista numa entrevista ao Washington Post. "É muito moderno estar nua ou quase nua. Elas acham que vão atrair as atenções do público mais jovem se se vestirem assim. Não!", prossegue. "Elas estão a tentar captar a atenção das pessoas. Na vida tem que existir algum mistério", conclui. 

No diz que diz respeito à modernidade de estar nua ou quase nua estou de acordo com Carolina Herrera. É uma moda. Quanto às atenções, acho que esse objectivo é alcançado na sua plenitude. Atraem as atenções de todos. Mulheres, homens, velhos e novos. Ninguém fica indiferente à criação que se destaca pela transparência, quer seja para elogiar ou para criticar a opção. E acho que o principal objectivo destes vestidos é mesmo esse: captar atenção, seja ela qual for. 

Por fim, existe algo que melhor define o motivo pelo qual não aprecio transparências excessivas. Trata-se do mistério. Como diz, e muito bem, a estilista, deve existir mistério. Em tudo na vida. E quando uma mulher se veste não deve ser excepção nem deve ignorar esta "regra" tão simples. É por isto que aprecio o modo de pensar de Sofia Vergara. Quando o seu vestido tem um decote generoso não mostra as pernas. Quando a racha do vestido é generosa, o peito fica escondido. E assim existe mistério.  

12 comentários:

  1. Regra minha também :) mas sou venezuelana pelo que .. deve ser uma questão das latinas :)

    ResponderEliminar
  2. Sou mulher e não gosto nem um pouquinho das transparências!

    ResponderEliminar
  3. E cada vez andam a mostrar mais.. Ás vezes parece um concurso de quem tapa menos.. Nas galas deviam ir aqueles vestido à gala, vestidos de princesa que todas (ou quase todas) gostávamos de usar.
    Mas o usar cada vez mais roupa nota-se mesmo agora no dia a dia, as miúdas andam praticamente de cuecas e soutien na rua.. E não me venham dizer que aqueles calções e camisolas não são praticamente roupa interior, até as cuecas da avó tapam mais

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O mistério desaparece. A imaginação nada tem para imaginar.

      Eliminar
  4. Alo Alo! o que eu acho é que elas podiam ir mesmo nuas! já reparou que são quase sempre as mesmas a usar esse tipo de vestidos? sabem que são o centro das atenções, acho que é uma maneira de mostrarem as cirurgias "os melhoramentos" que vão fazendo às ancas , às pernas, ao rabo , às mamas, ao "raio que as parta", coitadinhas são tão belas e formosas , têm uma genética fantástica!!! uiii só de alguns anos a esta parte se mostram todas, quando eram pobres não mostravam nada! por isso como eu digo sempre não há mulheres feias e gordas, há é mulheres pobres! e quanto à Herrera , o que ela quer é vender! sabia que é uma iniciativa onde todos querem marcar presença, com os “convidados” dispostos a pagar cerca de 25 mil dólares (22 mil euros) por um bilhete individual ou, então, 157 mil euros por uma mesa com 10 lugares?!
    Porra! como somos pobres!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Antigamente os pobres detestavam, por exemplo, roupa rasgada. Acredito que o objectivo dos vestidos seja a atenção. Aliás, foi um vestido de Jennifer Lopez que levou à criação do Google Images.

      Eliminar
  5. Olá :)
    Estamos em sintonia: ia a meio do teu texto e já pensava na tal regra de ouro que dita que se deve optar por decote ou saia curta, nunca ambos.

    ResponderEliminar
  6. Sim, nisso concordo contigo, acaba por se tornar algo banal.

    ResponderEliminar