POWr Multi Slider

18.5.15

e a discrição? não dá para passar despercebido?

Neste fim-de-semana comprámos uma raspadinha. Tanto eu como a minha mulher não temos muito o hábito de comprar este tipo de coisas mas ocasionalmente tentamos a nossa sorte. Desta vez posso dizer que em boa hora o fizemos pois cinco euros foram transformados em cinquenta. No dia seguinte a minha mulher foi levantar o prémio, acabando por ficar a saber que a nossa chave do euromilhões também tinha sido premiada com uma pequena quantia. Até agora pode parecer que vou falar de sorte mas nada disso.

Quanto à sorte, posso dizer que sou das pessoas que acredita que é necessária uma certa dose de sorte para ganhar algo. Mas, neste caso específico, essa sorte está dependente de algo muito simples: jogar. Quando a minha mulher chegou ao carro começou a rir-se. E explicou-me que no momento da leitura necessária da raspadinha na respectiva máquina, tal como acontece com o talão do euromilhões, ouve-se um grande alarido. São palmas, assobios e outros sons festivos. Parecia que estava rodeada de uma pequena multidão que festejava a sua sorte.

Isto já me tinha acontecido uma vez, noutra ocasião, no mesmo local e com um prémio pequeno. Na altura também me fartei de rir. E lembrei-me logo de que discrição é coisa que aquela máquina não permite. Porque é impossível que quem ali esteja não seja alertado pela multidão que festeja a conquista do prémio. É praticamente impossível não ter a tentação de olhar para quem está a levantar um prémio, nem que seja para perceber se estamos perante um euromilionário. É que o barulho parece indicar que se acabou de ganhar o maior prémio de sempre.

Não sei se aquele som é opcional pois por norma vou sempre ao mesmo local confirmar os talões. Acaba por ter a sua piada, sobretudo quando o prémio é pequeno. Parece que está um estádio de futebol completamente lotado a aplaudir a conquista de menos de dez euros. Algo que dá um sabor especial ao prémio. Mas o nível de discrição é zero. O que acaba por não ter grande importância. Pois, no dia em que alguém levante um prémio chorudo, todas as pessoas ficam a saber. Pois não há máquina nem barulho que se compare ao tradicional boca a boca para espalhar notícias.

8 comentários:

  1. No princípio do ano, tive a sorte de ganhar por 2 vezes 200E/ Lotaria Popular e Euro Milhões,como ainda eram as máquinas antigas só apareceu o simbolo "Premiado" e agora com as novas máquinas,ouve-se a música, mas só até 5000Euros é que se sabe,porque é o limite que os agentes podem pagar,prémios maiores nem aparece o valor precisamente para salvaguardar as pessoas!1 Mas também depende de nós sermos discretos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim faz mais sentido. A discrição depende da pessoa mas existem coisas que se espalham a uma velocidade alucinante. Umas por acaso outras porque existe quem goste que se fale de si.

      Eliminar
  2. Onde costumo ir a máquina não faz barulho, deve ser algo opcional! Não acho nada discreto =)

    ResponderEliminar
  3. E as máquinas de multibanco que anunciam em voz alta: "retire o seu dinheiro"? Quantas pessoas já ajudaram a assaltar?

    ResponderEliminar
  4. Não fazia ideia que tal acontecia. Acho que nunca joguei nesse tipo de coisas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É daquelas coisas que só se descobre quando se joga ou quando se frequentam locais onde outros levantam prémios.

      Eliminar