POWr Multi Slider

18.5.15

as desgraçadas portuguesas em cannes

Cláudia Vieira voltou a marcar presença, pelo segundo ano consecutivo, no emblemático Festival de Cinema de Cannes. Tal como Cristina Ferreira. Quanto à segunda pouco há para dizer pois nem sequer é actriz. A sua presença deve-se à Magnum, marca da qual é embaixadora. Já Cláudia, é um caso à parte. Embora sendo actriz, a sua presença no evento é por ser embaixadora de uma marca, neste caso a L´Oréal Paris.

E Cláudia Vieira não é a única. Segundo sei, todas as embaixadoras da marca estão presentes num evento onde certamente todas as pessoas, especialmente as que trabalham na área, gostavam de estar. E, como é hábito por cá, a presença dos portugueses é destacada nas notícias. E, como também é comum por cá, arrasa-se com a presença das portuguesas em Cannes.

É o vestido. Se não é o vestido, é o cabelo. Se não é nenhum dos dois são os sapatos. Ou os brincos. Ou tudo junto. Ou até porque nas fotos partilhadas os fotógrafos presentes na imagem estão a marimbar-se para a actriz. Acho que todas as pessoas facilmente percebem que Cláudia Vieira não é reconhecida em Cannes. Tal como não é Cristina Ferreira. Tal como não será nenhum actor português. Talvez Ricardo Pereira tenha esse mérito devido à sua participação em projectos franceses. Mas mesmo aqueles que costumam trabalhar naquele mercado não são facilmente reconhecidos. Excepto quando aparecem na passadeira vermelha ao lado de um nome mundialmente conhecido.

Centrando-me no caso de Cláudia Vieira, nada disto retira mérito à sua presença em Cannes. A portuguesa não está lá para promover um filme. Não está lá porque é uma estrela cintilante em França. A sua presença deve-se a uma marca. Que por acaso, num mercado como o nosso onde existem diversas opções, apostou em si para ser a imagem nacional da marca. Marca essa que é reconhecida em todo o mundo. E isso é de louvar. E ainda bem que a marca lhe dá o privilégio de estar num local onde tem a oportunidade de conviver com nomes que estamos habituados a ver apenas no grande ecrã.

Que se lixe o vestido da Cláudia. Que se lixe o seu penteado. E que se lixem os brincos ou os sapatos. Ou outra coisa qualquer. E que se lixem os fotógrafos que certamente não a conhecem. É portuguesa. Está num dos melhores e mais conceituados certames dedicados à sétima arte. E não é nenhuma desgraçada a quem deram como esmola ir até Cannes. Aliás, a questão talvez seja o número de pessoas que ambiciona esta "esmola". Está lá pelo seu mérito. Pela forma como gere a carreira e a vida, algo que chamou a atenção de uma marca internacional. É mais uma portuguesa de sucesso. E ainda bem que assim é. É mais um motivo de orgulho nacional. Mesmo que não se goste da pessoa.


22 comentários:

  1. Pipocante Irrelevante Delirante18 de maio de 2015 às 19:35

    Está lá pelo mérito em encher o decote.
    Como outras, de diferentes nacionalidades.
    Next!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que o seu mérito (e neste caso sei do que falo porque a conheço) vai muito além do "decote" uma postura que não é a sua e nunca foi na sua carreira.

      Eliminar
  2. Boa tarde Homem sem Blogue
    Tal como a Cláudia Vieira, a Cristina Ferreira é embaixadora de uma marca, a MAGNUM, e por isso foi representá-la. Não se tratou apenas de um simples convite.
    Desejo-lhe as rápidas melhoras e continue com o bom trabalho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Nance.

      Obrigado pelo alerta. Vou acrescentar. Peço para ser tratado por tu, pode ser?

      Obrigado.

      Eliminar
  3. Não temos de que nos envergonhar, muito antes pelo contrário, mas faz parte do nosso fado pensarmos que os outros são sempre melhores do que nós.
    Continuação das melhoras.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Existe sempre a vontade de deitar abaixo os nossos.

      Obrigado

      Beijos

      Eliminar
  4. Eu até gostei imenso da Claudia Vieira nesse look,ela é altamente linda e representa muito bem!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também gostei. Ainda não defini a minha opinião quanto ao penteado mas isso em nada altera o que sinto por lá estar.

      Eliminar
  5. E muito bem representados que nós fomos :-)

    ResponderEliminar
  6. Não entendo a vontade de deitar abaixo. Se lá está, algum mérito tem.

    http://janeiroemparis.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Falar mal continua a ser característica do Português! A Cláudia Vieira foi e por mérito próprio! Eu pessoalmente não gosto do vestido mas fica-lhe muito bem, e adoro o corte de cabelo! Se em vez falar mal falassem bem, vendiam na mesma... e escusavam de deitar abaixo (ou tentar!) o que é "nosso"! Espero que estejas a melhorar rápido!! Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda existem muitas mentes pequenas. O que é pena.

      A recuperação está a correr bem. Obrigado :)

      Beijos

      Eliminar
  8. Assim se fala em bom português.
    Temos de valorizar o que é nosso.
    Parabéns pelo comentário sem preconceito homemsemblogue.
    RLS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elogiamos facilmente o que vem de fora e desvalorizamos o que é nosso. É pena.

      Obrigado eu pelas palavras.

      Eliminar
  9. Eu por acaso fiz 3 post dedicados ao red carpet de Cannes mas não falei da Cláudia Vieira, mas posso dizer que quando vi a sua foto no instagram comentei com o meu marido - Portugal bem representado.
    Não era o vestido mais bonito da noite, mas não envergonha ninguém muito pelo contrário e aquele colar é lindo de morrer.
    O corte de cabelo também lhe fica muito bem. Resumindo estava bem e recomenda-se!

    ResponderEliminar
  10. Ora nem mais!!! E está linda com este corte de cabelo!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há fotos em que gosto e outras em que estranho. Mas o impacto inicial foi de que fez bem em mudar.

      Eliminar