13.3.15

no creo en brujas...

Sexta-feira 13. Dormi quatro horas mas não abdiquei das rotinas normais dos dias de semana. Curiosamente, e apesar de ter algo que está entre algumas e bastantes superstições, não ligo nenhuma a este dia. Ou seja, não acho que as sextas-feiras 13 são para ficar fechado em casa, na cama, coberto pelos lençóis à espera que chegue dia 14. Neste dia, não fico à espera que me aconteça algo menos positivo para culpar a data.

Mas, tenho de me agarrar a um famoso ditado espanhol que diz “no creo en brujas, pero que las hay, las hay”. Estava a tomar o pequeno-almoço e deparo-me com um acidente (um pequeno toque) entre duas condutoras em que uma revelou uma clara falta de paciência/pressa que acabou por motivar o acidente. Fiz-me à estrada e deparei-me com mais dois acidentes.

É certo que existem acidentes rodoviários diariamente mas nos últimos dias não tenho apanhado nenhum no habitual percurso diário. Hoje, foram logo três. Por isso, “no creo em brujas, pero que las hay, las hay”. E aposto que muitas pessoas vão agarrar-se a esta frase para culpar todos os percalços com que se deparem nesta sexta-feira 13.

6 comentários:

  1. Eu cá acho que o azar pode estar presente todos os dias (e as bruxas também, ah! ah! ah!), não é preciso uma sexta-feira 13.

    Beijinhos e bom fim-de-semana (e que seja um dia sem percalços).

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que tenha sido e que seja uma grande semana!

      beijos

      Eliminar
  2. Eu cá gosto do número 13 e gosto de sextas-feiras 13, sou do contra :)

    ResponderEliminar
  3. Tenho um gato todo preto, estou protegida :)

    ResponderEliminar