2.2.15

aquilo em que as mulheres colocam mais pressão

Considero que existe algo em que as mulheres colocam demasiada pressão sobre si mesmas. E refiro-me ao ser mãe. Não existem manuais que transformem mulheres em boas mães. Não existe nenhum livro ou curso que possa preparar uma mãe para cada momento da relação com o(s) filho(s). E as mulheres são bastante exigentes consigo mesmas. Conseguem tecer as maiores críticas a si mesmas, considerando em muitos casos que estão a falhar em demasiados aspectos.

Mas, como é que será que os filhos olham para as mães? Será que são assim tão exigentes e críticos em relação às mães? Será que olham para elas com os mesmos filtros críticos e exigentes com que elas se observam a si mesmas? Numa iniciativa dedicada ao Dia da Mãe, diversas mães foram convidadas a falar sobre si mesmas enquanto mães. Dias depois, essas mesmas mães foram convidadas a ver um vídeo onde os filhos falam delas enquanto mães. O resultado final demora apenas 3:19 e a experiência tem resultados surpreendentes. Vale mesmo a pena ver. Sobretudo para as mulheres que são mães e demasiado exigentes consigo mesmas.

16 comentários:

  1. Aquela pessoa que é insubstituível e única, que nos conhece melhor que nós mesmos nos conhecemos... a nossa Mãe!
    Este vídeo só mostra que para sermos bons pais e boas mães não precisamos de ser perfeitos, precisamos de dar-nos por completo!
    Boa semana :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dá uma nova perspectiva às mães :)

      Boa semana!

      Beijos

      Eliminar
  2. É difícil uma mãe não exigir muito de si própria. Carregamos um filho, amamo-lo mais do que a própria vida, queremos educá-lo da melhor maneira possível e o conceito "disciplinar com amor" é tão subjectivo que nos mina com dúvidas em certas situações. Mas a simplicidade e inocência das crianças lembra-nos constantemente que devemos também relaxar e rir, e que ter filhos é de facto a melhor coisa (e a mais fascinante) do mundo. Gostei muito do vídeo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O vídeo passa essa lição que tão bem descreves :)

      Eliminar
  3. Eu já conhecia o vídeo e digo-te, voltei a vê-lo e, confesso, caem-me as lágrimas...mas isto por que sou uma chorona.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Descobri ontem, vi, revi e voltei a ver e a sensação é sempre especial.

      beijos

      Eliminar
  4. Já percebi...eu volto...este é daqueles que tenho de digerir devagar...à hora de almoço...até já....

    ResponderEliminar
  5. ...pois...já sabia....que ia misturar lágrimas com a sandes que estou a comer o mais rápido que posso para continuar a labuta...mas tinha de voltar...para te dizer que me imagino sem tirar nem por no papel de uma dessas mães...e dizer-te ainda que tenho quase a certeza que o que as minhas meninas dissessem sobre mim...iria deixar-me assim...em prantos...elas são sem dúvida o meu sol, o meu sangue, o meu suor, o meu sorriso, são tudo para mim´, mas não há maneira de me livrar desta terrível sensação de que poderia ser muito melhor mãe do que o que sou, por outro lado não quero "perder" tempo demais a pensar nisso, tempo que quero gastar com elas, a viver, a brincar, a sentir, a partilhar com elas...e sempre, sempre grata a Deus por me ter emprestado estes dois raios de luz:).

    Jinhooooooooooooooosssssssssssssssssss Bruninho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que todas as mães choram quando ouvem os filhos a dizer palavras tão simples mas cheias de amor.

      Beijos

      Eliminar