16.1.15

tu não mandas em mim

“Come o peixe todo. Se não comeres o peixe não comes sobremesa”, disse à minha sobrinha num dos últimos jantares de família.

“Tu não mandas em mim”, responde-me.

“Não mando em ti? Tudo bem. Mas quando quiseres ir passear com o tio e quando quiseres fazer coisas comigo sem que os teus pais estejam presentes vais ter de lhes ligar porque não mando em ti e não tomo decisões dessas”, expliquei-lhe.

“Sabes tio, tu mandas em mim. Aliás, até gostava que fosses meu pai pois assim ainda podias mandar mais em mim”, diz-me sorridente.

Adoro estes momentos. Adoro estes diálogos. Adoro que tenha a resposta na ponta da língua e que consiga dar sempre a volta às coisas que ouve. Amo-te muito!

10 comentários:

  1. sabem tão bem dar a volta ao assunto!
    que idade tem?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha sobrinha é especialista nisso. Tem sete anos.

      Eliminar
  2. As crianças são o melhor do mundo...mesmo quando quase parece que deixamos de ter vida pessoal, social, desportiva, e afins...

    ResponderEliminar
  3. Esta frase faz-me lembrar, euzinha em pequena, que dizia à minha mãe - És minha mãe, mas não mandas em mim!

    E eu lembro-me de dizer isto (e de o sentir). :S

    Agora conto isto aos meus filhos e eles até riem....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adoro estes momentos e os diálogos com ela. É muito bom :)

      Eliminar
  4. Enquanto são pequenos, até cerca dos 10 anos, são uma delícia.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quero acreditar que, em condições normais, são sempre uma delícia :)

      Beijos

      Eliminar