14.1.15

o que fazem nesta situação?

Hoje é dia de desafio em forma de pergunta. Primeiro vou colocar diversos cenários. Um dia de trabalho que acaba muito mais tarde do que o esperado. Os filhos, para quem os tem, estão em casa mas já não vai dar tempo para cozinhar algo. Agora, um casal sem filhos. É uma semana terrível profissionalmente para ambos. Saem tarde do trabalho todos os dias mas jantar fora os cinco dias da semana não é uma hipótese a ter em conta porque vai mexer e muito com o orçamento de ambos. Ou ainda solteiros que vivem sozinhos e que também andam a chegar tarde a casa, já sem tempo ou paciência para cozinhar. Perante estes cenários, ou outros em tudo semelhantes, qual a opção a nível de comida? O que fazem para ter uma boa refeição em casa?

42 comentários:

  1. Ter sempre sopa feita. Pão. E ao fds fazer comida e congelar. Lá em casa é assim. São 19h12 estou em Lisboa a trabalhar e acredita que quando chegar a casa na MS só me apetece atirar para o chão. Fazer comida elaborada está fora de questão. Ter sempre bacalhau cozido e congelado. Porque se faz imensa coisa em pouco tempo. Respondido. Adelaide

    ResponderEliminar
  2. Olá :)
    A minha primeira sugestão que serve para casados, solteiros, com ou sem filhos, é ter sopa feita no frigorifico. Para além de nutritiva e saudável, sabe especialmente bem no Inverno, e é só aquecer: mais fácil não poderia ser. Sopa, fruta, e uma tosta já desenrascam.
    A segunda sugestão é planearem as refeições para a semana. Se sabem que vão ter uma semana assim atribulada, é cozinhar com antecedência e congelar. Assim é só chegar a casa e aquecer. Como sou dona de casa não recorro a este método, mas sei de quem o faça e goste. Parece-me uma boa maneira de ter sempre uma refeição completa, comida caseira à séria mesmo nos dias mais complicados, o que é importante para toda a gente, ainda mais para quem tem miúdos pois não pode descurar este aspecto.
    Se cozinhar não estiver completamente fora de questão, há pratos bem simples que se fazem em 15 minutos, tipo bife com arroz e salada (especialmente daquelas de saco, já lavadas).
    Por último, comer fora não implica obrigatoriamente gastar muito dinheiro. Há oferta para todas as ocasiões. Só como exemplo: quando estamos nesses dias, fugimos até ao shopping mais próximo onde sabemos onde comer um belo bitoque, com sopa, bebida e sobremesa, (bem confeccionados), por 7 euros.
    Ajudou? ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que ajudou. É engraçado perceber as opções das pessoas e perceber que muitas optam por ter comida já feita em casa.

      Eliminar
  3. Volta e meia deveriam cozinhar doses maiores e congelar o que sobra. Assim como uma vez por semana fazer sopa e congelar em doses individuais.

    É assim que muita gente faz quando está com preguiça, vai ao congelador buscar!

    ResponderEliminar
  4. À noite não precisam comer muito... Uns cereais e um iogurte, com uma peça de fruta. Está o jantar feito!

    ResponderEliminar
  5. Sopa, iogurtes, fruta, Nestum com mel, farinha maizena. leite e torradas :)

    ResponderEliminar
  6. Nessas situações fazia muito sopa, ou seja, fazia ao fim de semana, depois congelava, e ia comendo ao longo da semana, até porque ao jantar devemos comer algo mais leve.

    ResponderEliminar
  7. Cozinhar ao fim de semana e colocar em caixinhas...Era o que eu faria nessa situação.

    ResponderEliminar
  8. Saltaria a parte da BOA refeição e arranjaria um jantar de Nestum ou uma sanduíche e leite, uma banana... enfim! Noutra hipótese, mandava vir uma piza... Por último, poderia encomendar por telefone uma refeição completa, ou passar num supermercado e comprar comida já pronta. (De todas as hipóteses, acho que iria para a primeira)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. És a primeira pessoa a usar como solução comida já feita de um supermercado.

      Eliminar
  9. Desde que haja um pingo doce perto, podemos contar com comida feita e pronta a levar :)
    Mas uma boa refeição em casa, feita em três tempos requer sempre uma preparação previa. Ter a despensa e o frigorifico recheados de boas coisas. Umas conservas, uns vegetais congelados. aprender a fazer umas receitas no microondas.
    Para quem não gosta de cozinhar, será sempre um drama.
    Mas é bom criar uma lista de compras e criar um plano de refeições.
    Sugestão:http://economiacadecasa.blogspot.pt/p/ementas-semanais.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até agora só duas pessoas deram a hipótese de ir buscar comida a um supermercado. No teu caso ao Pingo Doce. Pensava que seria uma opção que ia ler num maior número de vezes.

      Eliminar
  10. Pipocante Irrelevante Delirante14 de janeiro de 2015 às 23:17

    Peixe grelhado
    Salada (alface, agrião, queijo fresco, frutos secos, manga)
    Grao ensalsado (da latinha) com atum
    Sandes (pao no forno, barrado com azeite e alho, tomate, queijo e presunto)
    Omelete (de cogumelos ou c/bacon)
    Cogumelos salteados com alho e pimenta
    Salada de batata, ovo, c/ atum

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas opções. Mas a ideia é saber o que fazes quando não tens tempo ou não queres cozinhar. Qual a tua alternativa para uma refeição saudável?

      Eliminar
    2. Pipocante Irrelevante Delirante15 de janeiro de 2015 às 13:18

      Faço isto mesmo.
      Dura cerca de 10 minutos, e não dá trabalho.
      Recuso-me a "jantar" cereais e fruta.
      Sopa (já feita) é uma opção, mas não consigo comer sopa no Verão (e é sopa A SÉRIO, não água com legumes a nadar)

      Eliminar
    3. Eu sei que fazes isso. Mas, e hipoteticamente falando, se não conseguires fazer isso, o que fazes? Quais as tuas opções caso não cozinhes?

      Eliminar
  11. omelete barrada com pera abacate e salmão fumado com um bocadinho de limão. enrola-se e come-se como um wrap.
    ou uma fatia de pão torrado barrada com queijo philadelphia muita rúcula e fatia de salmao por cima com gotinhas de limão. desculpa o excesso de salmão mas na verdade apetecia-me era sushi :) (ah eu sou a opção solteiros que vivem sozinhos)

    ResponderEliminar
  12. Bom dia!
    Durante muitos anos vivia sozinha, trabalhava e ia para a faculdade à noite. Relativamente às refeições, e como o jantar na faculdade era pouco satisfatório - 10 min nao dá para jantar - ao fim de semana fazia umas sopas "consistentes", daquelas com carne e muitos vegetais, que comia quando chegava às 23h40 a casa.
    Mais tarde, e ainda a viver sozinha, acabava por de Março a Julho inevitavelmente chegar tarde a casa - a profissao a isso obrigava! Aí, e mais uma vez, planeava os jantares ao fim de semana e cozinhava pelo menos 2 pratos diferentes, que alternava durante os jantares de 2.ª a 6.ª (ok, a 5.ª, que 6.ª era dia de sair com os amigos e jantar fora).
    Hoje, com marido e um filho pequeno, optei por dividir a tarefa: a mae (eu!) trata das sopas, o pai da refeicao propriamente dita, que também planeia antecipadamente. De qualquer forma, e se o planeamento não for muito perfeito, há sempre umas salsichas, uns ovos e iogurtes...ou seja, qualquer coisa rápida e nada elaborada. Se houver uma boa sopa, nao nos preocupamos muito com o resto e o catraio também nao é muito complicado ...
    A minha /nossa experiencia diz que o fundamental é planear antecipadamente e ter sempre um frigorífico e despensa relativamente bem recheados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela resposta tão elaborada. Fizeste-me recordar os tempos da faculdade.

      Eliminar
    2. O comentário da MC também me fez viajar no tempo!
      Embora vivesse com os meus pais enquanto universitária, houve um ano em que chegava a casa por volta da 1h da manhã exausta e esganada de fome. A santa da minha Mãezinha levantava-se por vezes para me aquecer o jantar. Ainda me lembro de comer uma senhora pratada de cozido à portuguesa a essas horas, e de me saber à melhor coisa do mundo! :D

      Eliminar
    3. Os meus jantares eram na faculdade porque era mesmo a única hipótese.

      Eliminar
  13. Imagina que há um ou dois dias em que acordas inspirado ou estás de folga? Cozinhas a dobrar relaxado e com tempo. Está pronto? Maravilha...zás divides essa delicia em tupperwares e congelas: Num dia de aflição chegas a casa e o microondas é o teu melhor amigo A CUSTO
    ZERO: A papinha está pronta é só descongelar, aquecer e comer como se fosse acabadinha de fazer. Atenção esta dica é válida para solteiros, casados, casados sem filhos, com filhos ou divorciados...enfim para todos os que sabem o que é chegar a casa mais morto que vivo....e muito atrasado:) jinhooooosssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo divertido comentário. Está a ser engraçado perceber que a maior parte das pessoas opta por coisas de casa. Pensava que as respostas seriam diferentes.

      Eliminar
  14. oh pá, não tenho fórmulas perfeitas, mas a minha semana passada foi um bocado esse cenário... resolve-se com sopas feitas ao domingo que dão pelo menos para metade da semana, um dia de pizza, um dia a jantar nos sogros e trazer comida para casa, e as tupperwares congeladas que a mãe manda. houve um dia que nem houve tempo para jantar... socorro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A maior parte das pessoas tem dado opções dessas.

      Eliminar
  15. Faz-se uma panela de sopa ao domingo, compra-se fruta e há jantar toda a semana...

    ResponderEliminar
  16. Quando era solteira chegava a casa e tinha sempre fruta, um copo de leite e uma bolachas, e se tivesse sopa no frigorifico trocava o leite por sopa.
    Depois casei e a coisa manteve-se, se calhar fazia mais vezes tostas ou assim.
    Agora com um filho o que muda é que além da sopa tenho que ter nem que seja um ovo cozido e um arroz de cenoura, que o texuginho é uma criança que gosta de comer comida à séria :)
    E há sempre um atum, ou salsichas na despensa e comida no congelador que se pode fazer rápido. Confesso que desde que o miudo nasceu como melhor, menos porcarias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas se não houver essa comida de reserva, o que fazes?

      Eliminar
  17. Esparguete cozinho salteado em azeite e alho, colocar quijo parmezan a gosto e é uma refeição deliciosa. Fiz isso ainda ontem para a minha filha quando ela me telefonou da escola a dizer que não tinha a aula da tarde e vinha para casa almoçar. almoçou e disse que estava bué bom...

    ResponderEliminar
  18. Faço sempre sopa para toda a semana e sabe muito bem quentinha, agora nestes dias de inverno.
    Quando não dá para cozinhar, não apetece ou já é tarde para ir para a cozinha, como sopa, um pão com queijo, por vezes, uma salada, e fruta.
    Se tenho comida congelada e/ou sobras do dia anterior, quase sempre a como ao jantar.
    Não gosto de comprar comida confecionada, cozinho todos os dias, pelo que comidinha caseira é o melhor que podemos ter.
    Se não tenho nada de reserva, vai uma refeição que adoro mas raramente como, isto é, evito: uma batata cortada aos palitos, frito, e acompanho com um ou dois ovos estrelados.
    A fruta nunca sai do eu cardápio.
    E parabéns, já tens aqui muitas sugestões para os teus dias de jantares tardios.
    Beijinho

    ResponderEliminar