26.1.15

factos

“Os factos não deixam de existir só porque são ignorados”, Aldous Huxley.

“Primeiro, informe-se dos factos; depois, pode distorcê-los quanto quiser”, Mark Twain.

“Agarre os factos, senão os factos agarram-no a si. E quando os tiver, apanhe-os bem, senão eles deixam-nos ficar mal”, Thomas Fuller.

“Se tiver todos os factos, o seu juízo será correcto; se não tiver todos os factos, não pode ser correcto”, Bernand Baruch.

“Um facto mal observado é mais pernicioso que um raciocínio errado”, Paul Valéry.

“Os factos são como os bonecos dos ventríloquos. Sentados no joelho de um homem sábio articularão palavras de sabedoria; noutros joelhos, não dirão nada ou dirão disparates, ou comprazer-se-ão em puro diabolismo”, Aldous Huxley

Ou, colocando tudo isto num saco e extraindo apenas uma frase da mistura destas seis citações, é melhor pensar antes de abrir a boca. E, como diria Abraham Lincoln, “é melhor estar calado e deixar que as pessoas pensem que é um idiota do que falar e acabar com a dúvida”.

10 comentários:

  1. "À mulher de César não basta ser séria, tem que parecê-lo". Popular
    "À mulher de César não basta pensar que é séria, tem que sê-lo" - eu

    ResponderEliminar
  2. Vir só ver o que se passava por este blogue e vai que gostei!

    ResponderEliminar
  3. E..."contra factos não há argumentos" :)

    (será que se aplica?)

    http://janeiroemparis.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Gostei e também me serve de lição , por vezes.

    ResponderEliminar