16.1.15

coisas sobre as quais não falamos fingindo que não existem

Ocasionalmente gosto de escrever sobre coisas reais das quais não se fala habitualmente parecendo que elas não existem. Ou, por outra perspectiva, coisas que só existem na imaginação de algumas pessoas. Foi o caso deste texto de ontem que é sobre os puns (peidos, se preferirem) que eles dão perto delas. Gosto de abordar este tipo de temas para perceber a reacção das pessoas. É engraçado (e interessante) descobrir as mais diferentes reacções que vão dos pontos de vista semelhantes até quem considere que se trata de algo sem pés nem cabeça.

Dependendo dos temas, em determinados momentos fico com a ideia de que aquilo que vejo como coisas banais (sobre as quais muitos optam não falar) não passam de algo que só existe na minha imaginação. Por exemplo, em relação à temática que envolve os gazes que eles libertam perto delas, e refiro-me apenas a casais, fico com a ideia que é algo que não acontece. Por momentos penso que nunca um homem ousou dar um pum perto da namorada/mulher.

E isto faz-me lembrar outra temática onde se passa algo semelhante. Por exemplo, não conheço uma única pessoa que assuma que suja, mesmo que seja sem querer, uma casa-de-banho. Aparentemente, todas as pessoas do mundo adoptam comportamentos exemplares no interior de um wc. As casas-de-banho costumam estar sujas mas é algo que acontece devido a um qualquer fenómeno inexplicável pois não há uma pessoa no mundo que assuma que, independentemente do motivo, suja a casa-de-banho. E estes são apenas dois exemplos de temas sobre os quais não se fala criando a ilusão de que não existem.

Para concluir, retomo a temática dos puns. Poucos assumem que os dão perto de outra pessoa. Mas, a título de curiosidade, o ar que as pessoas inalam diariamente contém um litro de gases soltados por outras pessoas.  

6 comentários:

  1. ||||||
    Ops... adorei este post.
    Aí vai um "pum", é que acabei de comer uma feijoada :-)
    Falando sério: O teu texto é mesmo pertinente. Mas muita gente o faz em qualquer lado pouco se preocupando com o que está à volta, outros são mais contidos, afastam-se para o acto. Assim educadamente não se compromete a postura. Mas existe cada coisa por aí...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca percebi esta coisa de não abordar certos temas como se isso fizesse com que deixassem de existir :)

      Eliminar
  2. "o ar que as pessoas inalam diariamente contém um litro de gases soltados por outras pessoas."
    Bolas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi a minha reacção... E acho que cada pessoa dá em média 20 puns por dia ou algo do género.

      Eliminar
  3. Essa é daquelas coisas que com o decorrer da relação deixa de ser tão tabu, digo eu. Não é coisa para andar constantemente a libertar gases só porque sim, mas de vez em quando lá sai. Acho que faz parte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É algo natural mas que algumas pessoas fingem não ser.

      Eliminar