12.1.15

agora sim, és especial (e ela? alguém sabe dela?)

Cristiano Ronaldo conquistou a Bola de Ouro referente ao ano de 2014. Este foi a segunda conquista consecutiva e a terceira da carreira do jogador português que agora passa a ser especial. Porque isto de ter duas bolas de ouro é coisa de que todos (pelo menos a esmagadora maioria) os homens se gabam. Parabéns Cristiano. Parabéns Portugal. Parabéns Madeira.



E agora a pergunta do "momento" que começa a ser notícia: onde está Irina Shayk, que não marcou presença na gala deste ano e que no ano passado chorou no momento em que Cristiano Ronaldo ganhou o segundo troféu referende ao melhor jogador do mundo? A última vez que a manequim russa foi vista estava a festejar o 28.º aniversário num destino paradisíaco não revelado.


14 comentários:

  1. Se calhar estava escondida na plateia...

    ResponderEliminar
  2. E para quem tinha dúvidas, ao ver a estatueta dele perdeu-as:)

    Quanto a ela foi a primeira pergunta que as miúdas fizeram ontem, do pouquíssimo que acompanho parece-me uma relação cheia de avanços e recuos... o ano passado a moça quase me convençeu...este ano já não sei outra vez....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já ouvi coisas muito estranhas sobre os namoros dele. Coisas que não lembram ao diabo :)

      Eliminar
    2. Não queres partilhar essas coisas estranhas, hein!? Ehehe :D

      Eliminar
  3. Também não acho importante, cada um sabe de si.
    O momento foi dele e da família e nossa, com certeza.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tendo em conta a importância mediática é algo com relevo. Até porque ela esteve lá no ano passado. Agora, comparado com o feito dele, é um mero acessório.

      Eliminar
  4. Bom, algo de muito estranho se passa a nível emocional com uma pessoa daquelas decidir recorrer a uma barriga de aluguer para ter um filho. Aliás, isso deixa-me a pensar que... bem, de facto a vida é dele e ninguém tem nada a ver com isso. Na minha opinião, a Irina já era.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei se foi uma barriga de aluguer. Isso nunca ficou bem claro. A imprensa internacional avança com essa hipótese.

      Eliminar
    2. Pois. Também não me convence essa ideia. Acontece que a alternativa consegue ser ainda pior!

      Eliminar
    3. Estava a referir-me à hipótese de que o namoro está tremido.

      Eliminar
  5. Cada um na sua vida, e assim, ninguém se chateia :)

    ResponderEliminar