POWr Multi Slider

23.12.14

mulheres sexys banidas da cidade do pecado

Sempre ouvi falar de Las Vegas como a cidade do pecado. O local onde tudo acontece, onde os limites são quase nulos sendo que uma das suas únicas regras é que aquilo que acontece em Las Vegas, fica em Las Vegas. Mas, parece que isto não passa de publicidade enganosa. Ou, se calhar até é verdade, desde que não envolva mulheres bonitas e extremamente sensuais, como é o caso de Heidi Klum, que viu uma campanha protagonizada por si ser banida da cidade do pecado. Simplesmente porque é “muito sexy”.

Nova Iorque gostou. Los Angeles também mas Las Vegas não aceita a campanha da Sharper Image, uma marca de produtos electrónicos. A campanha da marca é feita através de várias imagens sensuais onde Heidi Klum aparece sem (ou com pouca) roupa apesar da nudez ser discreta e nada ofensiva. Às imagens associam-se trocadilhos relacionados com produtos publicitados.

Numa das imagens consideradas mais escandalosas, Heidi Klum surge nua numa pose em que as suas pernas cobrem o peito. Ao lado, a pergunta: com o que Heidi Klum brinca no banho? que pretende promover um pato (semelhante aos tradicionais patos de borracha) que é um pequeno rádio.


Ao que parece, esta e outras imagens – partilhei mais algumas imagens da campanha no facebook do blogue – são demasiado ousadas. Mesmo para a cidade do pecado, algo que revoltou a marca. “Estamos chocados por os anúncios terem sido banidos em Las Vegas. Consideramos que a campanha é agradável, bonita e sexy mas sem ser inapropriada”, defende Dari Marder, responsável de marketing da empresa.

Tendo em conta o ano em que vivemos custa-me perceber como é que se proíbe um anúncio destes. Percebia se dissessem que ia ser retirado de um determinado local, por exemplo perto de uma estrada bastante movimentada, porque distrai os condutores e provoca acidentes. Agora, considerar demasiado sexy um anúncio onde Heidi Klum não mostra mais do que já mostrou em tantas outras campanhas e onde não existe nada de ofensivo. Mais, que não mostra mais do que tantas revistas que estão à venda em todo o mundo. Tudo isto ganha ainda maior realce quando se trata de um local que promove o “pecado” e desafia os visitantes a fazerem aquilo que não fazem na normalidade das suas vidas. Não deixa de ter a sua piada.

6 comentários:

  1. As aparencias enganam... se calhar Las Vegas é mais conservadora ou os seus habitantes

    ResponderEliminar
  2. Pobre da Heidi.Curioso que eu também tenho um pato assim... não é é rádio mas pode dar muita música ahahaha

    Sempre pensei ir casar a Las Vegas mas à face destas informações se calhar depois não posso " entrar" :-p

    Sónia Santos

    ResponderEliminar