26.11.14

digam-me que isto vos diz algo...

“Como passa senhor Contente?”
“Como está senhor Feliz?”
“Diga à gente, diga à gente, como vai este país”

Digam-me que, independentemente da vossa idade, este diálogo vos diz algo. Que o associam, no mínimo, a uma pessoa.

32 comentários:

  1. A duas pessoas, a uma época, a um país tão passado, tão presente!

    ResponderEliminar
  2. Associação imedita: Raul Solnado, um chapéu na mão e um sorriso que ainda hoje me inveja!
    Mimos ;)

    ResponderEliminar
  3. Duas pessoas: Nicolau Breyner e Herman José.
    Feliz? ;-)

    ResponderEliminar
  4. Associo a Herman José e fico-me por aí. Isso é mau?

    ResponderEliminar
  5. Eu associo ao senhor Roger Hargreaves! Se é disse que fala, digo-lhe: sou tãoooo fã dos livrinhos. Tenho tantos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Referia-me às rábulas de Herman José e Nicolau Breyner.

      Eliminar
  6. Ui, a minha infância num chapeú de côco... :)

    ResponderEliminar
  7. Claro que sim, é épico! Tenho 32 anos e lembro-me do Herman e do Nicolau Breyner ;)

    ResponderEliminar
  8. Ahahahahah! Antes de ler este post, li o último que escreveste e no meu comentário, escrevi este refrão.
    Lembro-me muito bem e não perdia nenhum programa.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  9. Sim, naturalmente que sei de quem se trata (mesmo que não tivesse lido o post seguinte).
    E sei mesmo sem ter assistido "ao vivo" (meaning quando passava na televisão porque nessa altura eu ainda não existia).
    O relevante é... tanto o senhor contente como o senhor feliz e as suas rábulas são intemporais!

    ResponderEliminar
  10. Um diálogo delicioso! Há anos que não ouvia isto :)))) Herman. Claro!!!!



    ResponderEliminar
  11. Epah!!! Era muito mau se alguém nunca tivesse ouvido isto... Será que há? Nem que seja nas 500 mil "sequelas"...
    Herman e Nico!

    ResponderEliminar