15.10.14

fuck yeah!

Cada vez mais tenho a sensação de que o tempo voa. Muitas vezes numa velocidade excessivamente rápida. E esta sensação que tenho aplica-se a coisas boas, más ou simplesmente irrelevantes. Por vezes, quando alguém fala de algo, fico com a sensação de que aconteceu na última semana quando, na realidade, é algo que já se passou há largos anos.

Existem momentos em que esta descontrolada velocidade temporal me assusta. Alturas em que gostava de ter um comando que me permitiria fazer uma pausa no tempo, de modo a aproveitar ainda mais alguns momentos que sabem a muito pouco, tal é a velocidade a que o tempo avança. Noutros casos, agradeço a velocidade do tempo. E hoje é dia de festejar isso mesmo. A sua velocidade.

Parece que foi ontem que fiquei a saber que a minha mãe tinha cancro. Recordo na perfeição o momento em que me revelou o seu receio. E a angústia que vivi na cadeira do hospital enquanto a minha mãe tinha a consulta que ia ditar muita coisa em relação ao futuro. Recordo igualmente bem a primeira sessão de quimioterapia. A queda do cabelo. E todas as coisas que fazem parte da vida de uma doente oncológica. E tudo isto parece ter acontecido há coisa de segundos.

Felizmente posso dizer que o tempo passou depressa. E que hoje a minha mãe irá enfrentar a última das seis sessões de quimioterapia. Isto não é um festejo para mim, no que se refere à doença. Respeito, temo é capaz de ser melhor, muito o cancro e já aprendi que não se devem deitar muitos foguetes. Aquilo que celebro é o adeus às longas horas passadas no hospital. Despeço-me dos efeitos de um tratamento muito forte. São muitas coisas que mexem comigo e que hoje têm o seu final, dando lugar a outra etapa, muito menos dolorosa, em especial para a minha mãe, e para todos nós.

Como referi, temo muito o cancro, não o suficiente para ter medo de pronunciar ou escrever o seu nome. Disse também que não sou de festejos, no que a ele, ao cancro, diz respeito. Mas isso não me impede de querer celebrar a vida da minha mãe e na sua generalidade. Que é só nisso que consigo pensar hoje. Fuck yeah!

20 comentários:

  1. Alegria boa!
    Fico muito contente que estejam a ultrapassar e a responder bem aos tratamentos e respectivas vicissitudes.
    Sim, celebra a vida, que isso é de (enorme) valor! :-)
    Beijinhos!
    E muito ânimo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Felizmente, está a correr tudo bem ;)

      Obrigado!

      beijos

      Eliminar
  2. Um beijinho muito especial para ela, uma baraço para ti e sim...o tempo voa...faz hoje 19 anos estava um dia lindo de sol e calor:) e eu e MorMeu diziamos: SIM!

    Viva a VIDA! jinhoooooosssssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado! Será entregue e muitos parabéns para vocês e para um momento tão feliz ;)

      Viva!!!

      beijos

      Eliminar
  3. Boa recuperação para a mãe... sem dúvida é uma doença (como algumas outras) que nos faz olhar à volta e dar importância ao que realmente tem importância!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mudou por completo a minha vida. Aprendi muito com os últimos meses.

      Eliminar
  4. Em boa verdade te digo... festeja tudo o que há para celebrar. E, mesmo não deitando muitos foguetes (fazes bem), este dia merece ser celebrado. Mesmo!
    Parabéns a ela. Beijinho a roda a tua família.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Festejo aquilo que entendo que deve ser festejado e que a minha mãe merece que festeje.

      Obrigado :)

      beijos

      Eliminar
  5. Eu também temo o cancro - aliás, tenho pavor! - e acho bem que não deites foguetes, porque ninguém pode dizer que venceu o cancro, pois o cancro é uma doença traidora... A partir do momento que alguém tem cancro, a vida nunca mais é a mesma, e vive-se com uma sombra sobre a cabeça...

    Mas desejo a sincera, e sobretudo rápida, recuperação da tua mãe!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ninguém pode dizer que está livre do cancro. Ninguém. E é por isso que não sou adepto de grandes festejos nesse sentido. De resto, celebro o que há para celebrar ;)

      Obrigado pelo apoio

      Eliminar
  6. Que a recuperação corra muito bem! E festejem, claro que sim!

    ResponderEliminar
  7. Muita saúde nas vossas vidas! Celebrem o dia, que este capítulo menos bom se encerre para sempre. :)

    ResponderEliminar
  8. Boa! Que tenha uma recuperação sem muitos percalços!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem alguns dias maus mas felizmente a maioria têm sido positivos. É um poço de força. Gostava de ser como ela.

      Eliminar
  9. ´Festeja, sim, com a tua mãe, dando-lhe um forte abraço.
    Os carinhos são uma cura, pelo menos para a alma.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O amor é meio caminho andado para curar tudo!

      Beijos

      Eliminar
  10. Ainda bem! Mais uma fase ultrapassada! Desejo uma boa continuação sempre a melhorar! :)

    ResponderEliminar