7.9.14

quero ter facebook, diz a pirralha

"Quero ter facebook", diz a minha sobrinha, de seis anos.

"Queres facebook para quê?", perguntámos, eu e a minha mulher.

"Para ver as coisas da minha prima", responde.

"Não tens idade para ter facebook", foi o que ouviu.

Hoje em dia as crianças já dominam os iPhones, iPads, tablets e afins com mestria. A este ritmo apoderam-se das redes sociais em breve e cada vez mais cedo. Por um lado, agrada-me a capacidade que revelam perante objectos "complexos" que alguns adultos temem. Por outro assusta-me este domínio/vitória do virtual sobre o real.

16 comentários:

  1. Ola HSB tens um TAG para ti, espreita o meu blogue. Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. A minha irmã de 11 anos também quer. Expliquei-lhe os perigos das redes sociais (dizer apenas que não tem idade pode não ser suficiente) e o porquê de não lhe abrirmos uma conta no FB. Não gostou, nem ficou inteiramente convencida, mas pelo menos por uns tempos não vai voltar à mesma conversa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que é algo que não faz falta nenhuma às crianças.

      Eliminar
  3. Sinceramente, não gosto nada de ver uma criança agarrada a um iPad... E quanto aos facebook's é o mesmo. Parece que os pais lhes dão essas coisas para as mãos para os filhos ficarem sossegados e não os chatearem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não gosto. Nem quando a minha sobrinha o faz e, felizmente, não usa muito. Não gosto de, num restaurante, ver três irmãos à mesa, cada um com o seu tablet, não existo comunicação nenhuma.

      Eliminar
  4. Assustadoramente, nascem com chips.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece que sim. A evolução será para mãos com apenas dois/três dedos em cada mão, já adaptados às consolas.

      Eliminar
  5. Olá tenho um filho com 10 anos e um com 4 anos e assusta-me muito a forma como mexem no ipad, iphone e tudo mais, obvio q o mais velho ja me questionou se podia ter facebook e eu disse que não mas expliquei o porque, expliquei tudo (pedofilia, perfis falsos, sexo, etc) para ele compreender que não era um capricho meu mas um receio que algo lhe possa acontecer.. li os dois livros Fim da Inocencia I e II e aconselho vivamente a quem tem filhos em idade pre adolescente..dois casos veridicos de adolescentes portugueses... fiquei em estado de choque mas como mãe abriu-me os olhos para muita coisa..e quanto ao facebook um dia vou deixar mas com acesso ao email e password para controlar..vamos ver até quando consigo! beijinhos Pati

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Pati!

      Acho que fazes muito bem em ser assim. Acredito que quando as bases são boas, são as próprias crianças que percebem o perigo no momento em que passam a ter liberdade. E acredito que será isso que irá acontecer.

      Eliminar
  6. Eles crescem a um ritmo incrivel, que até assusta

    Sónia
    www.tarasemanias.pt

    ResponderEliminar
  7. Infelizmente não são só os miúdos. Agora com telemóveis com net e tudo mais, quando vou a algum sitio ter com pessoas conhecidas e estão todas agarradas aos telemóveis pergunto sempre se me enganei na festa, ou se aquilo é a festa do wifi e por aí adiante.... Já me conhecem bem e desligam os aparelhos quando chego. Se fosse para estar agarrada a um telefone tinha ficado em casa no computador e pronto. Certo? :)))
    Mas admiro a capacidade dos miúdos chegarem ao pé de um computador, tablet ou seja o que for e dominarem aquilo à primeira, quando eu muitas vezes olho para aquilo e penso que se carrego na tecla errada aquilo explode!!! :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é outro problema. Por isso é que existem os jantares em que os telemóveis ficam no centro da mesa voltados para baixo. A primeira pessoa a mexer num paga a conta.

      Eliminar