24.9.14

os anjos também têm aplicações

Foram os primeiros a criar um site em Portugal. Também inovaram ao ser a primeira banda a gravar a totalidade da banda sonora de uma telenovela. Foram ainda os primeiros a gravar um DVD ao vivo. E agora, os Anjos voltam a inovar ao ser a primeira banda a disponibilizar uma aplicação para os fãs. Mais do que ser amigo do Nelson e do Sérgio Rosado sou um admirador e fã do seu talento e trabalho. Adoro as suas músicas, canto a maior parte delas e é com orgulho que partilho amizade com duas pessoas especiais. Por isso, não podia faltar à apresentação da aplicação – gratuita – que vai aproximar ainda mais os dois cantores da legião de fãs que têm.


Além da discografia, biografia e agenda, a aplicação Anjos tem muitas outras coisas. Reúne as redes sociais dos Anjos bem como as pessoais dos cantores. Disponibiliza ainda fotos e vídeos. Além disto, tem algo que considero extremamente inteligente. Existe uma parte que se chama “eu voto”, que dá a possibilidade aos fãs de escolherem as músicas que os Anjos cantam no momento de regressar ao palco no final de um concerto. Algo que fizeram ontem, na apresentação da aplicação, cantando as cinco músicas mais votadas pelas pessoas presentes.


Os Anjos são um belo exemplo da importância da comunicação, das redes sociais e da proximidade entre pessoas nos dias que correm. E o futuro será cada vez mais comandado por estes ingredientes. E quem os ignorar corre o risco de perder o comboio. Uma das coisas boas destas tecnologias é a proximidade. Por maior que seja a distância entre duas pessoas, ela desaparece graças à aplicações como estas. E o futuro, quer se queira ou não, passa por aqui. E isto não se aplica apenas a artistas que têm legiões de fãs. Isto aplica-se praticamente a todas as pessoas porque a comunicação faz cada vez mais parte da vida de todos. E começa a ser algo que destaca uma pessoa em relação a outra.

10 comentários:

  1. Na adolescência era super fã dos Anjos, não me cansava de ouvir as músicas deles e ainda tenho bem presente algumas letras. Houve um ano que os meus pais foram mordomos da festa aqui da terrinha, e eles foram uns dos artistas do cartaz!
    Mas nunca mais ouvi falar deles... =/ Até julgava que tinham deixado a música.

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas eles continuam por aí e bem vivos. Estão a celebra os 15 anos e em Novembro chega ao fim a tour acústica com um concerto no CCB.

      Eliminar
  2. Lembro-me tão bem deles, agora andam um pouco apagados! Mas acho uma ideia optima! Espero que continuem a ter sucesso!

    Portuguese Girl with American Dreams
    http://fromportugaltonyc.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não andam. E isto dava uma grande discussão. Têm o sucesso que merecem :)

      Eliminar
  3. Não fazia a mais pálida ideia que tinham sido os primeiros a criar um site (dentro da área, suponho).
    Um pequeno passo para o Homem, mas um grande passo para os Anjos :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, foram a primeira banda a ter um site. Belo slogan :D

      Eliminar
  4. Vou comentar apenas a propósito da parte final do teu post.
    Concordo que as redes sociais são uma mais-valia a nível profissional, para divulgar o trabalho, para chegar ao seu público-alvo, etc. Mas a nível pessoal/social, não creio que as redes sociais aproximem as pessoas, possivelmente até acontece o oposto (afastam-nas).
    É uma discussão que dava pano para mangas, estaríamos aqui horas a esgrimir argumentos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Percebo o que dizes e concordo em parte contigo. No caso deles e de outras figuras públicas, é uma ferramenta indispensável. No caso pessoal, se o uso for bom pode aproximar. É preciso não ultrapassar o risco onde se passa para a dependência, vivendo apenas no mundo virtual.

      Eliminar