POWr Multi Slider

18.8.14

liberdade e os seus limites

Sou daqueles que defendem que a maior crise que atravessamos é de valores. Que além de ser a mais grave é também a de pior resolução pois não há nenhuma entidade que possa injectar valores em quem não os tem.

E dentro desta crise de valores destaco a liberdade e os seus limites. Do meu ponto de vista, que vale o que vale, muitas pessoas entendem que liberdade é algo ao estilo do quero, posso e mando. Faço o que quero pois tenho liberdade. Sou livre para tudo o que me apetecer e quem vier depois que feche a porta pois sou livre.

Essas pessoas esquecem-se de algo muito simples. É que a sua liberdade acaba onde começa a de outra pessoa. É uma regra simples que permite uma "perfeita" convivência entre pessoas que podem ser em tudo diferentes mas que têm de conviver no mesmo espaço, seja ele qual for.

Conhecer os limites da nossa liberdade e saber lidar com os mesmos nos momentos adequados não significa que se seja menos livre. Quer apenas dizer que a pessoa é mais inteligente. E isso será sempre uma qualidade e nunca um defeito.

Enviado do meu iPhone

20 comentários:

  1. Os valores existem, permanecem presentes no nosso quotidiano ontem, hoje e amanhã.
    A diferença está nas pessoas, as pessoas é que estão muito diferentes.

    ResponderEliminar
  2. Eu concordo tanto, mas tanto contigo! Mas, infelizmente, nós somos uma minoria... :-(

    Não sou a favor de ditaduras, mas há pessoas que não deviam viver em liberdade, porque confundem liberdade com libertinagem. Enfim...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O pior mesmo é quando gostam de libertinices. Abomino!

      Eliminar
    2. Se prendermos tudo o que são libertinos estamos tramados, porque depois temos que lhes pagar a vida na prisão. recuso-me! era melhor exterminá-los, pelo menos ficava mais barato e nunca mais os aturávamos

      Eliminar
    3. @Gata Concordo com o que dizes e costumo referir isso na brincadeira. Existem pessoas que precisam de uma ditadura para saber viver em sociedade.

      Eliminar
  3. Mas há tanta, tanta gente que não sabe o que isso é...ou faz de conta.
    Boas férias.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Os valores continuam aí, mas há pessoas que pensam que já não fazem sentido. Infelizmente há pessoas assim.

    ResponderEliminar
  5. O problema é que a sociedade se encaminha a passos largos para a chamada libertinagem... Torna-se algo assustador...

    ResponderEliminar
  6. Mais do que 'injectar' valores, é preciso educar e ensinar para a liberdade!!!

    Falta-nos a maturidade...

    Ainda somos uns 'adolescentes' que de repente se viram com a liberdade nas mãos e agora não sabem muito bem o que fazer com ela...

    beijinhos
    Z.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As pessoas precisam de valores. Mas cada vez mais se esquecem deles.

      beijos

      Eliminar
  7. Pode dar um exemplo prático desta crise de valores?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me diga que nunca tomou contacto com nenhum libertino?

      Eliminar
    2. É essa a crise de valores? A libertinagem no sentido sexual? Lol se for isso, plamor de deus.

      Eliminar
    3. Tens um bom exemplo no comentário da Xi Coração.

      Eliminar
  8. Podes crer . Mas então vou contar te algo qye ouvi há dias no shopping : um casal descia as escadas rolantes. Atrás vinha uma mulher nova com a filha .
    De repente só se ouve a mulher a dizer ao casal ,alto e bom som " cosa- se "!!!! Empurra o casal da frente ao sair das escadas e diz só tê qye sair da frente mais nada !!!!!
    Ficou tudo incrédulo a ver aquela mal educada a falar assim sem motivo e com o exemplo a dar á filha de 3 ou 4anitos . Só visto !
    Lá está aqui umas aulas de civismo deveriam ser obrigatórias neste País!

    ResponderEliminar