POWr Multi Slider

8.7.14

não sei se perdi ou ganhei mas estou feliz

Nos últimos anos, quando chegava a casa após quinze dias de trabalho no Algarve, a minha mulher chamava-me peixe balão. Isto porque era normal ganhar peso. E refiro-me a dois ou três quilos, se não fosse mais. Este ano, apostei com ela um jantar. Disse-lhe que regressava do Algarve com menos peso ou com o mesmo e, antes de partir, enviei-lhe uma fotografia em que estava em cima da balança, que marcava 79,8 quilos.

Hoje foi dia de visitar a Mariana Abecasis, que me tem acompanhado na reeducação alimentar, e saber quem tinha ganho a aposta. Antes de sair de casa subi para a balança que marcava 79,9. Como no consultório sou pesado com mais roupa, sabia que ia perder. Ou pensava que ia perder.

Estive à conversa com a Mariana. Referi que tinha feito desporto (40 minutos de corrida ou crossfit) todos os dias, que a alimentação tinha sido quase sempre saudável e não escondi que tinha bebido "muito" álcool, apesar dos três litros de água que consumia diariamente. Subi para a balança, que marcou 80,6 quilos. O que resulta numa derrota na aposta com a minha mulher.

Mas há outra forma de ver estes números. Porque ganhei 1,2 quilos de massa muscular e perdi gordura corporal. E, tendo em conta estes dados, sinto-me um vencedor e não um derrotado. Sobretudo se me comparar com a minha imagem dos anos anteriores.

Por isso, não sei se ganhei ou se perdi a aposta. Sei apenas que quero ir jantar, independentemente de quem pague, porque me sinto um vencedor. E vou chegar à próxima (e última) consulta com 77 quilos para colocar um ponto final numa das melhores decisões que tomei nos últimos anos.

Enviado do meu iPhone

10 comentários:

  1. É assim mesmo Bruno! E mais nada...
    Muitos parabéns - mereces pela batalha que travaste e o sucesso que alcançaste.
    E nada como um jantarinho com "aquela" pessoa para chegares ao pico da montanha e gritares o teu sucesso.
    Força para esta reta e fico a aguardar a notícia do teu ponto final. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou muito feliz com o que tenho feito e com o que já alcancei. Nunca pensei vir a ter o corpo como tenho agora :)

      Eliminar
  2. "Mas estou feliz" é a parte que importa:) Parabéns Bruninho:)

    ResponderEliminar
  3. A massa muscular pesa, pois claro.
    O que importa é que te sintas bem e que cumprite os objectivos.
    E quando se trata da esposa, o que importa é estarem juntos...a jantar.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já estou muito feliz com o corpo que tenho. Mas quero ir até aos 77 para ficar com alguma margem. Depois, é manter.

      beijos

      Eliminar
  4. Então que venha esse feliz jantar....confesso que eu estou a precisar de voltar a ganhar regras e ritmo a esse nível! E é mau quando penso na quantidade de aulas que fazia no gymn ;( Desmotivação é do pior :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já não vivo sem desporto. É uma das coisas que me alimenta. Por exemplo, no Algarve, cheguei a correr quarenta minutos depois de ter dormido pouco mais de duas horas e com um dia de trabalho em cima. E por mais estranho que isto possa parecer, não me cansava. Deixava-me com mais energia.

      Eliminar
  5. Também fui acompanhada por ela há dois anos, com excelentes resultatados!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chamou-me caso de sucesso e ficou maravilhada com a minha silhueta. Já ganhei :)

      Eliminar