POWr Multi Slider

17.7.14

então cala-te e faz!

“Isso também eu sou capaz”, “aquilo que ele(a) alcançou também eu consigo” e “não é preciso talento para aquilo, qualquer um consegue” são as frases típicas das pessoas que nada fazem. Quando confrontadas com o sucesso que alguém alcançou (sucesso muitas vezes invejado e que leva a uma certa dose de frustração diária) respondem sempre da mesma forma. Garantem que é tudo fácil e que qualquer um, inclusive essas mesmas pessoas, consegue fazer o que quer que seja, desde a tarefa mais simples à mais complexa.

Isto leva-me a uma questão: se é tudo assim tão fácil, porque é que não fazem? Se tudo o que alguém faz com sucesso é facilmente reproduzido porque é que não existem mais pessoas a fazer essas mesmas coisas, sendo igualmente pessoas de sucesso, seja em que área for. Ou será que aquilo que é fácil é falar e esconder as incapacidades e frustrações em frases como “isso também eu fazia”? Se é tudo assim tão fácil, passem das palavras aos actos que há sempre lugar para mais uma pessoa de sucesso.

14 comentários:

  1. Estou convencida que esses comentários surgiram devido à foto.
    Dá trabalho dá...por isso nem todos conseguem.
    Eles falam, falam, falam mas não os vejo a fazer nada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não estava a falar de mim. É um mal geral. E basicamente é assim a rotina de quem nada faz. Como dizes: "eles falam, falam, falam mas não os vejo a fazer nada"

      Eliminar
  2. Concordo... Infelizmente o sucesso dos outros ainda desperta muita inveja.

    letrademedico.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E quando o sucesso dos outros acontece onde queremos ter sucesso mas só fracassamos? É uma mistura que resulta em algo como ódio, apenas para dar um exemplo.

      Eliminar
    2. Pois é uma combinação difícil de ultrapassar, mas é como dizes. Fazer mais e falar menos. Temos tendência a falar mais e a dar demasiados palpites e opiniões sobre o que desconhecemos

      Eliminar
    3. São muitos a falar e poucos a fazer, o que é pena. Sempre me ensinaram que para criticar tenho de fazer mais e melhor.

      Eliminar
  3. É sempre mais fácil falar do que fazer. Depois quando se confrontam essas pessoas com o tal "se é fácil então faz tu também" há sempre mil e umas desculpas que aparecem. Dá trabalho, sabes? Para essas pessoas é mais fácil a crítica do que o elogio ao sucesso de outra pessoa. Dá-lhes a falsa ilusão de que são/seriam "melhores".

    Se se quer sucesso, é preciso batalhar e não desistir à primeira tentativa de fracasso. Claro que há batalhas nas quais não se deve insistir, há que saber desistir às vezes também (e isto não significa que seja um fracasso, apenas mudança de rumos/objectivos).

    Já sigo o teu blogue há algum tempo. Não leio todos os posts, apenas os que têm algo que me interessa, mas gosto do que leio. Gosto da franqueza e do carácter das palavras do autor :)

    Um bom dia,

    Cátia Mendes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cátia!

      Se existir essa pergunta existem respostas tontas como "porque não me apetece". E este assunto leva a outro. Muitas pessoas não querem ser melhores. Preferem que os outros sejam piores, na esperança de que isso faça deles pessoas melhores.

      As pessoas devem lutar pelo que querem. Em vez de passarem o tempo a dizer que tudo o que os outros fazem é fácil de fazer.

      Obrigado pelas tuas palavras e volta sempre que te sentires bem.

      beijos

      Eliminar
  4. Este tema dava pano para mangas.
    As pessoas procuram sempre procurar justificações para o sucesso dos outros e para o seu insucesso. Para os outros é sempre fácil, quando não conseguem arranjar motivo melhor dizem que é sorte.
    Nada neste momento acontece sem uma pitada de sorte, mas não é definitivamente esse o único ingrediente, para ter sucesso seja em que for é preciso esforço e dedicação...
    Nos dias de hoje ninguém se esforça para nada... Nem sequer nas relações porque até para construir uma amizade dá trabalho.
    Sinceramente não sei onde esta sociedade irá parar, centrada no consumismo, na inveja, no estatuto e nas aparências, sem conseguir distinguir o que está por detrás de cada passo que alguém dá em direção ao sucesso. Todos desejam tudo mas não querem lutar para lá chegar.
    Até nas coisas mais simples se nota que as pessoas não se querem esforçar, conversa com uma amiga:
    Amiga – precisa de aprender a cozinhar pratos novos e diferentes para poder dar jantares lá em casa.
    Eu – eu não sabia cozinhar e agora safo-me bem, faço pratos diferentes e muito bons.
    Amiga – Ah! Tens dicas das colegas de trabalho!
    Eu – Não, trabalho com dois homens que não percebem nada de cozinha, rio-me.
    Amiga – Ah, vais à Internet!
    Eu – Vou, pesquiso receitas e misturo algumas, mas para cozinhares bem o segredo é dedicares-te e fazeres os pratos com carinho, vai correr mal algumas vezes mas com o passar do tempo vais conseguir fazer pratos maravilhosos.
    Amiga – Pois, mas preciso de umas dicas!
    Pensei – Deves querer que vá a tua casa ensinar-te só pode!

    Mais tarde dei por mim a pensar que uma conversa tão simples se aplica a quase tudo, eu podia e tal fazer como tu, mas… dá muito trabalho eu queria mesmo era aprender isto instantaneamente como por magia. Tipo aqueles bolos instantâneos que até são saborosos mas fazem mal!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dá mesmo pano para mangas e ainda devo desenvolver mais qualquer coisa hoje. É como dizes, não há paciência para nada. Querem tudo para ontem. E não há esforço nenhum.

      Eliminar
  5. Garganta há muita. Concretização é que fica mais difícil. Não percebo esse destilar de amargura que infelizmente muito pessoal gosta...
    Não percebo a dificuldade de dar um abraço, um encosto de ombros, um high five a quem atinge um sucesso, um objetivo - a felicidade.
    High five para todos os que lutam pelo que querem! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O mundo está cheio de pessoas que conseguiam mudar o mundo e ser melhor do que todos. Só que não querem. Isso dá trabalho.

      High five! ;)

      Eliminar
  6. Aqui também se padece do mesmo mal...a invejite aguda. Se alguém tem uma casa linda ou um carro melhor, é porque tem pais ricos ou anda metido em negócios obscuros, não passa pelas cabeças dessas mentes diminutas que a pessoa em questão trabalha como uma moura, que à hora em que todos dormem muitas vezes está a fazer horas extras. Fico fula com isso, eu não sou invejosa, a felicidade ou os bens alheios não me provocam comichão, porque o que me interessa mais é a minha felicidade e a dos meus. Quando me dizem:"ah tu tens sorte porque tens isto" respondo sempre o mesmo :"faz como eu, faz por isso, não é sentado à sombra da bananeira que as coisas vão acontecer".

    http://thelusofrenchie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quanto mais riqueza existir no meu país, melhor. É bom para todos. E nunca vou perder tempo a invejar isto e aquilo. Como dizes, luto pela minha felicidade. Se isso faz impressão aos outros, que se cocem. Se fizer ferida, comprem pomada e depois podem coçar novamente.

      Eliminar