POWr Multi Slider

11.7.14

35 graus. sem vento e com o chão a ferver. o que vais fazer?

Correr oito quilómetros com a sensação de que se está a fazer jogging no inferno. O treino de crossfit, que teve direito, entre outras coisas, a 1200 metros de corrida soube a pouco. Além disso, renovei por completo a minha playlist no iPod. E, sempre que o faço, tenho de testar as novas músicas. Colocar músicas novas e não fazer exercício físico no imediato não é para mim.

Na procura por novas melodias que inspirem a corrida, fiquei a saber que I´m Still Standing, de Elton John e I Was Made for Lovin´ You, dos Kiss, são das melhores músicas para acompanhar uma corrida. Duvidei do que li e fui testar estes dois temas. Afinal, estava errado. São do melhor que há para correr. Dão força a quem já não a tem. Experimentem e já agora, partilhem a vossa música preferida para correr. 

22 comentários:

  1. uma musica que gosto de ouvir quando corro... pitbull give me everything tonight :) boas corridas

    ResponderEliminar
  2. The Killers - Mr. Brightside :)

    ResponderEliminar
  3. Sou uma preguiçosa para correr. Felizmente temho um bom metabolismo e ainda caibo nas calças dos 18 anos, mas um dia encho-me de coragem e começo a fazer exercício. Li há poucos dias que há quem obtenha prazer equivalente a orgasmos quando faz exercício e que é por isso que é viciante. LOL
    A gora a sério, podias dar umas dicas para iniciantes, uma espécie de 10 mandamentos.
    Espero que o bom tempo se mantenha. Daqui a duas semanas estou aí.
    Beijos
    Sandra G

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O exercício é algo que vicia. E, por norma, quem começa, quer sempre mais. Posso dar algumas dicas :)

      beijos

      Eliminar
  4. Parabéns pelo esforço, sei o que é...
    A diferença está no facto de me ser impossível correr a ouvir música, não me permite manter concentrado pela dispersão dos sentidos. Uma questão de segurança prática, para quem faça street-running. Mas também por dificultar a concentração e o relaxamento na minha própria respiração, que para mim é essencial; quase como se fosse uma sessão de ioga...
    Cumprimentos,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu "não consigo" correr sem música. Mas percebo o que dizes e é indispensável que quem gosta de música tenha noção dos perigos e da forma como deve utilizar a música na selva urbana.

      Eliminar
  5. "I was made for loving you" está na minha lista desde que me lembro... é uma optima escolha. Eu tenho ouvido muito "am I wrong" e dois classicos da minha adolescência: how bizarre e accidentally in love. Adoro os ritmos e dão-me uma energia do caraças, porque não consigo ficar parada a ouvir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelas dicas e por me fazeres recordar How Bizarre :)

      Eliminar
  6. eu não fui correr, fui dar uma caminhada a puxar o carrinho com a minha miúda sempre a perguntar: ò mãe, o que é isto, ò mãe quem são aquelas pessoas; e quando não fazia perguntas cantava...foi esta a minha banda sonora!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aposto que muitas pessoas gostariam de estar no teu lugar ;)

      Eliminar
  7. Não consigo conceber corridas sem música. Já adicionei as tuas sugestões à minha playlist! :) Obrigada e se quiseres dar mais sugestões estás MUITO à vontade. :)
    A minha contribuição nesta lista vai para:
    Guns N’ Roses – Welcome to the jungle
    Van Halen – Jump
    AC/DC – You shook me all night long
    Músicas com cadência bem acelerada para puxar forte e feio pelo cabedal.
    Mas, a música - aquela que me dá energia quando já não aguento e me falta um bocadinho e preciso mesmo de nitro... the one and only (porque ainda não me deixou ficar mal vez nenhuma!):
    The Darkness - Get Your Hands Off My Woman
    Experimenta e diz qualquer coisa. Boas corridas. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Músicas muito boas. Ainda hei-de fazer um texto sobre as músicas e as corridas ;)

      Eliminar
  8. se o treino de crossfit soube a pouco é porque nao prestas para nada. fraquinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em primeiro lugar agradeço o teu comentário. Devo dizer-te que mereces toda a minha atenção. Sobretudo porque dedicaste uma parte do teu Domingo, quando estavam mais de trinta graus e a rua e a praia convidavam a diversas actividades, a comentar o blogue deixando diversos comentários que mostram bem a pessoa que és.

      Quanto a este vou tentar explicar-te bem as coisas. As pessoas são diferentes. E reagem de formas diferentes ao mesmo treino. No caso de sexta-feira, fiz um treino curto, de 16 minutos que consistiu em 1200 metros de corrida, divididos por três, e mais três séries de dois exercícios, cada um com 12 repetições. Para algumas pessoas isto pode ser um inferno. Para mim, soube-me a pouco. Isto não faz de mim forte nem de quem não aguenta isto fraco. Simplesmente senti-me com energia para correr mais oito quilómetros ao final do dia.

      Agora, em relação a ti. Posso apenas dizer-te que sinto pena de ti. E pena é o pior que se pode sentir em relação a alguém.

      Que sejas muito feliz. Rodeada de pessoas que prestem.

      beijos e boa semana

      Eliminar


  9. Costumo ouvir rádio no tlm, enqunato caminho.
    Não corro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu prefiro a música sem as conversas normais das rádios.

      Há quem se arraste e isso é muito pior para o corpo. Andar é muito melhor do que correr mal.

      Eliminar
  10. Eu corro sempre ao som de música (e faço-o 6 a 7 vezes por semana, entre 25 e 55 min de cada vez - depende do tempo disponível)... Experimente Disturbed - Meaning of life (aviso que não é para ouvidos mais sensíveis...).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Trata-me por tu sff. Fazes bem em correr essas vezes todas. Vou ouvir essa música. Esse aviso deixa-me curioso.

      Eliminar
  11. É uma questão de sanidade mental (e também de manutenção de peso, que aos 38 o metabolismo já não processa haagen dazs com petit gateaux da mesma forma!, confesso). Quem vive numa cidade como Luanda tem de arranjar forma de "sair" daqui psicologicamente, nem que seja literalmente a correr!!!
    Num estilo completamente diferente, Selah Sue - Raggamuffin. Altamente recomendável (e mais "fácil de gostar") - e podes considerar que foram pessoas diferentes a recomendar as músicas, senão rotulas-me já de bipolar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Confesso que tenho algum fascínio por Luanda. E foi por preocupações semelhantes às tuas (apesar de ainda ir nos 33) que decidi mudar de vida tendo perdido, até ao momento, 19 quilos e tendo um corpo que nunca pensei ter.

      Obrigado pela dica. Vou ouvir e não há rótulos para ninguém. Sobretudo na música-

      Eliminar