25.4.14

obrigado. sempre!

Tenho 32 anos. Por isso, a minha vida é pautada pela liberdade. Felizmente, não vivi numa ditadura, com medo de dizer aquilo que penso, seja sobre que tema for. Mas, apesar de não ter feito parte da revolução, valorizo muito quem a fez. E é por isso que dou muito valor a quem fez parte da revolução. Sei o o que custou e não esqueço o impacto que a ditadura teve em algumas pessoas da minha família.

Infelizmente, acredito que para muitos jovens, o 25 de Abril não passa de um feriado onde se bebem umas cervejas, onde há fogo de artifício e alguns concertos à borla. Jovens que não percebem o que leva um homem mais velho a ostentar com orgulho, durante o dia de hoje, um cravo vermelho. Jovens que não percebem o quanto custou existir a liberdade que hoje têm.

Algumas pessoas dizem que Portugal precisa de um ditador para se endireitar. Compreendo o que pretendem dizer e até defendo que existem pessoas que têm mais liberdades do que aquelas que merecem. Mas, aquilo que faz mesmo falta são pessoas como as que lutaram pela liberdade. E outras que perpetuem o esforço dos que lutam. Por isso, obrigado. Hoje. E sempre.

Enviado do meu iPhone

6 comentários:

  1. Eu vivi o 25 de abril, fui para a escola, do outro lado da rua, e só a meio da manhã nos mandaram para casa.
    As pessoas estavam com medo, custou-lhes/nos enteder o que se tinha passado.
    Vivemos momentos muito dificeis, a liberdade foi muito importante.

    ResponderEliminar
  2. Passaram-me um desafio , em que o prémio consiste na divulgação dos blogs , "Decidi nomear aqueles que muito aprecio e que merecem tal distinção. Agora são vocês a passar a palavra." Por isso eu escolhi o teu blog por isso ja sabes passa pelo meu blog e ve as regras para continuar este desafio annydajuba.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Infelizmente há mesmo muitos jovens que não sabem o verdadeiro significado do 25 de Abril. Faz-me confusão essa falta de interesse em algo histórico e marcante, faz-me confusão a ignorância e a desvalorização.

    Mas se há algo que me faz ainda mais confusão é ver pessoas a dizer que Portugal precisava agora de um Salazar. E fico verdadeiramente chocado quando quem o diz é mais velho o suficiente para ter vivido em ditadura.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Percebo o que dizes. Mas acho que concordas comigo quando te digo que algumas pessoas precisavam de um ditador. Eu não acho que Portugal precise de uma nova ditadura mas acho que existem pessoas que têm liberdades a mais e que não lhes sabem dar uso.

      Eliminar