17.4.14

o segredo está na boca

“Posso comer as porcarias que quiser. Ando no ginásio para isso mesmo. Como agora e queimo logo”, é algo que se ouve com muita frequência. Esta forma de pensar é um dos maiores erros que as pessoas cometem. Acreditar que se queima uma alimentação sem quaisquer regras com alguns minutos de treino físico serve apenas para criar uma ilusão pessoal. É a desculpa que se encontra para comer tudo e mais alguma coisa sem que pese na consciência.

Acreditar que a alimentação saudável é o complemento de alguns minutos de treino é errado. O treino físico é que é um excelente complemento para uma alimentação minimamente saudável. Sendo certo que uma gigantesca proporção do sucesso de um plano que tem por objectivo perder peso passa sobretudo pela alimentação. E nunca apenas pelo ginásio/corridas sem que exista uma alimentação regrada.

Desde que comecei o meu plano alimentar que algumas pessoas questionam-me sobre a importância dos treinos que faço. E a minha resposta é esta. O segredo está na boca e não nos aparelhos do ginásio. E falo contra mim, porque era uma das pessoas que usava a desculpa do ginásio para enfardar tudo o que me apetecia. Chegava mesmo a dizer que podia abusar um pouco mais na alimentação porque estava de volta ao ginásio.

O meu plano alimentar não alterou o meu programa de treinos. Continuei, como era normal, a treinar cinco dias por semana. Três dias a seguir o meu programa (nas últimas semanas estes três dias deram lugar a treinos curtos e intensos de CrossFit) e duas aulas de cycling. Antes de mudar a alimentação, a oscilação de peso era reduzida. Assim que reaprendi a comer, facilmente (e sem dietas loucas) disse adeus a mais de dez quilos, valor que continua a aumentar. Por isso, o segredo está na boca.

20 comentários:

  1. Respondes se quiseres.
    Quanto pesavas e quanto medes?
    E de facto tens razão. Ouve-se muita gente a dizer isso. eu próprio digo a gozar, porque nado, jogo pólo e venho de bicla para o trabalho. Mas tenho 70 kilos e 1, 75. Estou tranquilo :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho 1,80. Em relação ao peso, ainda não disse de propósito. A minha ideia é dizer no final do plano alimentar. Nessa altura digo o que tinha e aquele que passei a ter.

      Eliminar
  2. segredo esse k nao consigo regrar :(
    10 kg, mt bem, parabens

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já tenho mais alguns para somar a esses! Se quiseres consegues. No dia em que quiseres mesmo, irá conseguir.

      Eliminar
  3. Sou dessa pessoas que anda no ginásio para poder comer AHAHA

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso não tem mal desde que não penses que podes comer mesmo tudo e treinar pouco.

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Se não me engano, mais ou menos cinco semanas. Já tenho mais alguns para acrescentar a esses.

      Eliminar
    2. Parabéns e boas perdas ;)

      Eliminar
  5. A combinação dos dois é fundamental!
    Não adianta fazer horas de exercício e comer como um lobo, e fazer um bom plano e depois passar a vida sentado!

    Há que ter uma vida equilibrada... esse é o segredo! Fechar a boca ajuda, mas se fechares a boca e mexeres o rabo é tudo muito mais fácil :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, a junção dos dois é o ideal. Mas, a escolher apenas um, o que tem melhores resultados é o que passa pela boca :)

      Eliminar
  6. Sem sombra de dúvida... tens toda a razão. Depois de muitos anos de sedentarismo, quando recomecei a praticar desporto sentia-me revoltada porque a evolução do peso não correspondia ao esforço físico. Porquê? Porque comia hamburgueres e porras como se não houvesse amanhã. Mas agora porto-me bem! .) E como já referi anteriormente, parte da motivação encontro-a aqui!
    Bjs,
    S.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A motivação é toda tua. Só dou um empurrãozinho :)

      beijos

      Eliminar
  7. Uau!!! Estás mais do que parabéns. 10kg em pouco mais de um mês é obra. Numa altura em que fiquei desempregada fiz um plano alimentar e de exercício, acompanhada por médico, e precisei de 2 meses para perder 10kg. E tinha muitos a perder....
    Continua!
    C.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não fiz grandes planos e até me evito pesar por causa da ansiedade. Por isso, os resultados deixam-me sempre sorridente.

      Obrigado

      Eliminar
  8. Sem açúcares (ou reduzir ao mínimo indespensavel, se bem que indespensavel é uma palavra que daria pano para mangas) e sem comida processada (principalmente massa e comida com farinhas) as mudanças são radicais e bem visíveis. Mas eu sou apologista de uma reeducação alimentar do que fazer "dieta". No fim, encontrar a dieta ideal. Eu como quando tenho fome, deixei de me preocupar com gorduras (presunto, bacon, etc) e perdi peso. Claro que faço exercício para complementar (crossfit também). Mas, a verdad, e que me alimento para conseguir uma boa performance e aumentar os meus rp.

    Se custa deixar o pão? Sim. Se custa deixar as massas? Mais ou menos, mas são fáceis e úteis. Mas o que isso faz no nosso corpo? O impacto que tem esses alimentos no organismo?

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por isso é que digo que não faço dieta. Prefiro dizer que reaprendi a comer. Até porque como o que me apetece quando tenho essa vontade. Não sou um escravo da comida mas é certo que existem opções saudáveis muito fáceis e que muitas pessoas não querem apenas por gula.

      Eliminar